6 de junho de 2012

Parceria com Selène d'Aquitaine

Sobre a Autora Selène d'Aquitaine:


Seu nome é Adriana, porém o nome artístico é Selène d'Aquitaine. Tem 20 anos, é escritora de livros de ficção fantástica e estudante de Letras na Universidade de São Paulo (turma de 2011).  Descobriu que é apaixonada por linguística românica, estudos de Teoria Literária, e História da Língua Portuguesa. 
   Gosta de escrever desde criança. Suas melhores matérias sempre foram redação, filosofia e literatura. Adorava as aulas de redação/filosofia quando a professora pedia para criar histórias e poesias. Começou fazendo histórias em quadrinhos, e depois partiu para pequenos contos. Também gostava de inventar histórias enquanto brincava de bonecas, imaginava histórias baseadas nos personagens dos desenhos/livros favoritos.  

  Quando os blogs estavam no auge da moda, costumava publicar fanfics de um desenho que gostava publicar crônicas... Com quinze anos decidiu publicar seu primeiro livro Diário de Rabiscos misturando ficção com um pouco da realidade da sua vida. Com dezesseis anos lançou seu segundo livro, O Jardim das Rosas Negras, e então decidiu adotar um nome artístico -Selène d'Aquitaineque fosse o espelho da sua personalidade.
Começou a escrever a Trilogia Annástria com 17 anos; os dois primeiros volumes já estão publicados, e o terceiro será lançado em breve. Enquanto trabalhava no segundo volume da trilogia prestava vestibular. Conseguiu passar nas três universidades que disputou vaga: PUC-SP, Mackenzie-SP e USP. Optou pela USP, curso de Letras.    

Apresentação da trilogia “Annástria”


Livro I

Annástria e suas divindades:

Annástria é considerada uma importante e elevada dimensão. No contexto da história existe as dimensões principais e as várias dimensões intermediárias que são chamadas de " colônias"; o poder é exercido, em principal, pela deusa Memória e seu parceiro, o deus Zolum.
       A idéia de um universo dominado pelo ideal feminino é inspirado na divindade exaltada pela Wicca. Zolum é inspirado na idéia de um deus um tanto menos fraterno, melhor relacionado com questões ligadas a conquistas, batalhas, bravura e ideal racional acima do emotivo. Já a deusa possui três faces, Memória ( mãe e amor), Florença ( natureza e fertilidade) e Kérbera (morte e renascimento). Juntos os deuses possuem dois filhos; Roreck, o primogênito, e Strauss, o favorito do povo annastriano.
      A deusa possui uma irmã chamada Satine, a deusa que reino no submundo das trevas; território destinados a todos que carregam a extrema maldade em si.



      Na história Satine domina um submundo gelado e hostil. Seus seguidores são seres denominados Obcessores. Tais seres são desprovidos de alma e carregam consigo um estranho cristal que aumenta seus poderes. Cada Obcessor tem gravado na pele a imagem de um animal peçonhento que o melhor represente. Eles alimentam-se da energia roubada de outros.
     A deusa das trevas tem, supostamente junto com Roreck, dois filhos; William, o mais velho, e Maya, uma verdadeira Peste Negra. A Queda: Annástria costumava ser uma das dimensões mais perfeitas e elevadas, encarnavam nela os espíritos de grande grau evolutivo. No decorrer de sua história Annástria evolui e atinge longo apogeu, porem seu famoso e ostentado equilíbrio é quebrado quando Strauss envolve-se com uma mortal, a ingênua Serenite, moça pertencente a nossa dimensão. Paralelo a isso, Roreck apaixonasse por uma das feitiçeiras mais poderosas de Annástria e grande amiga da deusa, a jovem chamada Angelina. Seu amor pela feitiçeira não é correspondido. Após forçar a jovem a enamorar-se com ele, Roreck é rejeitado. O ódio e rancor faz com ele acabe unindo-se a Satine. Roreck também nutre grande inveja por seu irmão caçula ser o favorito do povo annástriano e por Serenite corresponder a seu amor.
       Juntos, Satine e Roreck, planejam destruir Annástria. Os dias áureos de Annástria estão contados. Reza uma profecia que o filho de Strauss e Serenite seria capaz de impedir o triunfo das trevas. Roreck descobre sobre a profecia e quando o bebe (Darin) nasce, ele corta suas asas. As asas do bebe representam sua parte divina, sem elas o jovem Darin torna-se vulnerável a mortalidade e as trevas.
        Angelina consegue salvar uma única pena das asas da criança uma vez que as demais foram espalhadas pelo ares. Com essa única pena a feitiçeira realiza um feitiço que acaba por criar Artenis, o ser protetor que representa parte da alma de Darin.
        De acordo com a profecia as penas só poderiam ser recuperadas através de sete desafios. Darin precisa provar ser merecedor e digno de recuperar sua divindade e salvar seu reino. Ele contará com a ajuda de uma misteriosa garota chamada Ímpar.
 Darin e Ímpar: Darin vive sua infância, longe de Annástria, aos cuidados de Pandora. Durante muito tempo ele mal sabia a que estava predestinado. Ele aparece como um personagem sonhador e otimista.
       Ímpar é envolvida de mistério. Ela surge na história como uma garota poderosa, porém lamentavelmente tola e facilmente manipulável. A jovem é responsável por proteger um anel sagrado. O brilho do anel é perigoso, pois revela ás trevas a sua localização. O desafio dela é saber controlar suas emoções. Ímpar é a protegida da fênix Aradios.
      Logo no primeiro livro a tola jovem comete seu mais grave erro: apaixonar-se por William.
A Narrativa: O livro I é o único da série a ter sua narrativa na terceira pessoa. A idéia é que os protagonistas começam muito imaturos, mal sabem o peso de sua missão, ainda são ingênuos e inseguros, portanto não estão preparados para narrar ou dar voz à história.
     O narrador onisciente é muitas vezes frio e sóbrio. O emotivo é pouco expressivo no primeiro livro, pois as emoções pouco importam ao narrador.

        Livro II

Novos personagens
 Nesse livro os personagens principais começam a sentir melhor na pele o peso da sua missão e também começam a ter suas maiores dúvidas e questionamentos. O aparente linear desenvolver de sua missão, sofre fortes abalos.
     A profecia não é muito clara e exata, ao contrário do que muitos acreditam. Em sua segunda parte reza o aparecimento de sete personalidades que ajudarão na luta contra as trevas, e também entra em cena Stellnaja, personagem de história obscura e visão crítica.
      Seu irmão atreve-se a desrespeitar a deusa, considerando-se esperto demais para submeter-se a quem quer que seja. Sua arrogância é castigada através da única pessoa que ele amava, a sua irmã mais nova.
     Stellnaja tem gravado em seu pulso a imagem de uma cobra naja. Ela descobre o poder transformar-se em cobra, habilidade que considera uma faca se dois gumes. Stellnaja começa com a responsabilidade de viajar através do tempo e reunir os sete escolhidos mencionados pela profecia. Após isso ela pode unir-se a Darin e Ímpar.
  A Narrativa
 A partir do vol II a narrativa passa ser na primeira pessoa e divide-se em quatro partes, cada uma narrada por um personagem diferente.
      Os personagem, ainda em crescimento, começam a dar voz a história e mostram seus pontos de vista, dúvidas e reflexões acerca dos acontecimentos. Cada um tem seu jeito de contar a história, de relatar sua experiência. Evidentemente que uma narrativa em primeira pessoa acaba sendo mais emotiva que uma narrativa em terceira pessoa, pois deve-se ter em mente que quando um personagem narra a história é o seu ponto de vista que esta sendo exibido, ou seja, o texto ganha maior subjetividade.




4 comentários:

  1. Nossa que legal, tão nova e jpa cheia de ideias.
    desejo sorte para as duas e parabéns por mais uma bela parceria =)

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela parceria!!!
    Conheci a autora no Clube dos Novos Autores do qual fazemos parte e é um prazer acompanhar as conquistas dela.
    Seguindo ;)
    http://imaginemia.blogspot.com.br/
    @imaginemia

    ResponderExcluir
  3. Adorei.
    Ass: Dhandara Santos !!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela parceria ^^
    Eu tenho os dois volumes lançandos da trilogia e já li o primeiro e é mto bom, tirando a Ímpar que é uma chata rs

    Bianca
    Um Universo Fantástico

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo