18 de julho de 2012

Resenha: Jogando Xadrez com os Anjos + Convite de Relançamento do Livro

Informação do Livro:
Título: Jogando Xadrez com os Anjos
Autor: Fabiane Ribeiro
Páginas: 400

Sinopse: Inglaterra, 1947. A Europa encontra-se devastada pela Segunda Guerra Mundial, assim como o coração de Anny. A garota de oito anos vê seu mundo desmoronar ao receber a notícia de que não poderá mais viver com os pais e terá que se mudar de casa levando pouco mais que seu tabuleiro de xadrez. Tudo parecia um pesadelo, até que surge Pepeu, um jovem misterioso que mudará para sempre a vida de Anny, levando- a a aprender sobre o mundo e a viver momentos emocionantes sem sair dos canteiros de seu pequeno jardim. Ao lado de anjos que são colocados em sua jornada, a doce menina aprende a enfrentar as dificuldades através de lições de abnegação, fé e amor verdadeiro.



“Anny abraçou-o, e eles ficaram em silêncio ouvindo o som do vento: era a forma de expressão da natureza. Os ventos traduzem a essência dos sentimentos. Se a natureza está brava, os ventos são furiosos e até destrutivos; se ela está em paz, os ventos são mansos e as brisas suaves preenchem todos os corações por onde passam.
— É a arte da Mãe Natureza – Anny pensou, sorrindo ao contemplar a face de Pepeu. Não havia momento mais mágico do que estar ao seu lado.”


Resenha: Jogando Xadrez com os Anjos narra a história de Anny, uma linda e apaixonante garotinha que vivia praticamente sozinha até os oito anos de idade. Seus pais Cindy e Jefferson, por conta do trabalho passavam a semana fora e ela ficava em casa com a empregada Melanie, e com a Sra. Jane, professora particular que a visitava duas vezes por semana para dar aulas.

Cercada pelos grandes muros da Casa Grande, a pequena nunca saia de casa, obedecendo aos pais que diziam que a época em que viviam - fim da segunda guerra mundial era extremamente perigoso.

O seu nascimento nunca foi sequer planejado e sua mãe considera a garota como um peso em sua vida, diferente do pai que sempre a amou incondicionalmente, e quando eles decidem viajar para longe devido a mais compromissos profissionais e diria também, misteriosos, é o que mais sofre. Anny é deixada com a Sra. Jane (a professora) e o Sr. Hermes, seu marido. O pai e a menina sofrem em silêncio, mas a mãe acredita que seja o certo a se fazer.

Mas é aí que sua vida começa a mudar, e mesmo sem entender os motivos do afastamento dos pais, ela jurou a si mesma, que seria forte o suficiente para esperar o retorno deles.
Os dias se arrastavam, e claro, foram os 365 dias mais sofridos da vida de Anny, e a ansiedade era sua eterna companheira. Nada mais era como antes. Não era como esperar os pais voltarem aos sábados, e para piorar a situação, estava sendo maltratada por quem mais deveria lhe dar carinho e atenção.

Ela ganhou um xadrez de seu pai, e isso a fez manter a esperança que ainda tinha, e desse xadrez criou seu próprio reino encantado. Com tudo que passou, consequentemente veio muitos aprendizados, mas também amizades sinceras. Aprendeu mais ainda quando se viu abandonada novamente, mas acima de tudo, ela ensinou aqueles que a conheceram. Ensinou que o amor e a esperança são a força que move a vida.

Xadrez é um livro encantador, e nos passa histórias onde o amor ou a falta dele se faz presente. Anny é exatamente como um anjo entre as pessoas, que apesar de criança consegue passar muitos ensinamentos aos adultos. E mesmo passando por tantos problemas que nenhuma criança deve passar, ela segue com um coração tão doce e cheio de amor e esperança, que não consegue odiar ninguém, apesar de tudo. 

Tem ensinamentos e reflexões lindas. Uma vez li o livro “Maldade” de Danielle Steel, que é bem parecido com essa narração, e é um dos meus livros favoritos da autora em questão. Enfim, eu super recomendo essa obra. Se a autora queria conquistar o coração dos leitores e ensinar algo especial como dar valor ao que se têm, creio que seu objetivo foi alcançado, pelo menos comigo. Parabéns a autora Fabiane Ribeiro.



Classificação SEL: 4/5


4 comentários:

  1. Boa tarde :)
    Eu já li este livro e amei *--*
    Adorei a sensibilidade da Fabiane >.<

    Queria ir na Bienal mas nem rola :(
    Beijos e cuide-se

    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  2. Me apaixonei pela resenha e pela sua sinopse então...nossa o livro deve ser ótimo. Realmente não conhecia a autora, mas é um livro que super entrou na minha lista de desejados..vou pesquisar mais sobre ela...obrigada pela ótima indicação! Bjks

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha Fê, parabéns! Abraços...Fran

    ResponderExcluir
  4. Nossa que resenha linda fiquei mega curiosa.
    Essa capa nova tá linda, perfeita!!!
    Que máximo, espero conseguir ir a bienal e claro conhecer a autora \o/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo