24 de setembro de 2012

Resenha: Divergente - Veronica Roth @editorarocco

Informações do livro:
Título: Divergente
Divergente - Livro 1
Título original: Divergent (Divergent #1)
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 504
SKOOB | GOODREADS 



Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.




Resenha: Divergente é um livro estrondoso, e eu estou extasiada demais, tanto pela história como pelo contexto em si. É assim que me sinto ao terminar de ler essa obra tão envolvente e contagiante. Tenho que dizer que comecei lendo Divergente um tanto receosa devido as distopias que venho lendo atualmente, mas logo a narrativa me encantou de uma maneira surpreendente.

Em uma Chicago Futurista, a sociedade é vista e agora dividida em cinco facções: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição. Quando uma pessoa completa 16 anos precisa passar por um teste de aptidão para revelar a qual facção pertence. Existem também os sem - facção que são aqueles que não conseguiram passar em nenhuma, que desistiram de suas origens, ou vários outros motivos.


“- Trabalhando juntas, as cinco facções têm vivido em paz há anos, cada uma contribuindo com um diferente setor da sociedade. A Abnegação supriu nossa demanda por líderes altruístas no governo; a Franqueza providenciou líderes confiáveis e seguros no setor judiciário; a Erudição nos ofereceu professores e pesquisadores inteligentes; a Amizade nos deu conselheiros e zeladores compreensivos; e a Audácia se encarrega de nossa proteção tanto contra ameaças internas quanto externas. Mas o alcance de cada facção não se limita a essas áreas. Oferecemos uns aos outros muito mais do que pode ser expressado em palavras. Em nossas facções, encontramos sentido, encontramos propósito, encontramos vida.” Pg.49


E é nesse meio, que conhecemos Beatrice Prior, uma garota que acaba de completar 16 anos e precisa tomar uma decisão que pode alterar o seu destino para sempre.


“Escolher a Abnegação exigiria uma grande demonstração de altruísmo da minha parte, e escolher a Audácia exigiria uma grande demonstração de coragem, e talvez apenas a escolha entre uma das duas facções já seja uma comprovação de onde eu pertenço. Amanhã, essas duas qualidades se enfrentarão dentro de mim, e apenas uma poderá vencer.” Pg.43


A jovem acabou optando pela Audácia, e apesar de seu teste de aptidão dar inconclusivo e acabar descobrindo que é uma “Divergente” – ela precisa tomar cuidado quanto a isso, e mesmo não sabendo muito sobre o assunto, já lhe informaram que é perigoso, e que corre perigo de vida caso a informação caia em mãos erradas.


“Mas encontrarei novos hábitos, novos pensamentos, novas regras. Eu me tornarei uma nova pessoa.” Pg. 95


Agora Beatrice passa a se chamar Triz e luta bravamente para se adaptar e conseguir o seu lugar na facção que escolheu. Apesar de tantos riscos, mudanças e novidades ao qual não estava acostumada na Abnegação, a garota consegue se adaptar muito bem e a se destacar entre todos ao seu redor. Agora é preciso enfrentar uma batalha contra o poder e a manipulação.


“Acredito nos atos simples de bravura, na coragem que leva uma pessoa a se levantar em defesa da outra.
     É uma linda maneira de se pensar.” Pg. 219


A narrativa nos contempla com muita ação, perigos, viradas e situações inesperadas, sentimentos intercalados e claro, aquele romance que nós tanto esperamos. Os tantos personagens que apareceram em cena deram um toque a mais nessa aventura. Cada um com extrema importância, devo destacar Quatro, que acabou se revelando uma pessoa surpreendente e amável, e dono das melhores cenas e diálogos na trama – na minha opinião.


“Beijamo-nos outra vez e, desta vez, a sensação parece natural. Sei exatamente como nossos corpos se encaixam, como o seu braço ao redor da minha cintura, minhas mãos em seu peito, a pressão de seus lábios nos meus. Nós já memorizamos um ao outro.” Pg.420


Para finalizar e não dar nenhum spoiler, deixo aqui minha recomendação para esse livro que se tornou meu mais novo queridinho e favorito da vez. A obra de Veronica Roth realmente me surpreendeu e agora, aguardo ansiosamente pelas próximas continuações.


Classificação SEL: 5/5


6 comentários:

  1. Oiii Fê! A quanto tempo!Confesso que teve uma vez que fiquei tentando comentar no seu blog,mas não estava conseguindo entrar,até achei estranho por que dizia que a página não existia '-'
    vai ver é por que a página estava em mudança né? Adorei o seu novo layout,super fofo ^^

    achei a resenha ótima,fiquei com muita vontade de ler esse livro *-*

    Jéssica - strawberrydelivrosefilmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha, parabéns. Ainda não tinha lido nada sobre esse livro e fiquei surpresa com os pontos que vc apresentou. E claro me deu uma curiosidade, então ele vai para minha lista de livros que quero ler. bjos

    p.s. Só fico triste pq hoje em dia quase todos os livros lançados tem continuação =/

    ResponderExcluir
  3. Li a prova desse livro que ganhei da editora e fiquei surpresa! Foi meu primeiro livro distopico e posso dizer que amei. Depois dele li JV e sinceramente não achei que superou Divergente, apesar de ter amado tb. Estou louca pelo proximo livro...Bjksss

    ResponderExcluir
  4. Que delicia chegar aqui, e sempre ver algo novo e legal de se ler.
    Gostei muito da resenha parabéns.
    http://palavrapequenas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi adorei sua resenha amiga...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca li algo assim, e realmente quero lê-lo. Apesar de não ser o meu "top da wishlist" i need! Afinal, livros nunca são demais. Adorei a resenha e só me ajudou a querer mais e mais esse livro maravilhoso *_*

    Beijinho.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo