27 de novembro de 2012

Resenha: Réquiem para um assassino - Paulo Levy, Editora Bússola

Informações do livro:
Título: Réquiem para um assassino
Autor: Paulo Levy
Editora: Bússola
Páginas: 224
SKOOB 


Sinopse: Parecia uma manhã como outra qualquer na pequena Palmyra, uma cidade histórica no litoral do Rio de Janeiro. A caminho do trabalho, o delegado Joaquim Dornelas se espanta com um movimento incomum nas ruas. Diante da Igreja de Santa Teresa e da Antiga Cadeia, no Centro Histórico, uma multidão observa o corpo de um homem atolado na lama seca do canal. Ninguém sabe como o corpo foi parar lá. Não há sinais de arrasto, marcas de barco, violência, ferimentos, nada. Apenas um band-aid na dobra interna do braço esquerdo. Abandonado pela mulher e longe dos filhos, o delegado Dornelas, um tipo humano, amante de cachaça e de mingau de farinha láctea, se envolve de corpo e alma no caso em busca de salvação. Sem aviso, a irmã do morto e um vereador poderoso aparecem para dar informações importantes sobre o que se tornaria um caso de dimensões bem maiores do que Dornelas poderia imaginar. Aos poucos se revela uma complexa teia de interesses envolvendo a política, o tráfico de drogas, a prostituição e a comunidade local de pescadores. A intuição aguçada, a cultura e o conhecimento das forças que movem a natureza humana permitem ao delegado Joaquim Dornelas se mover habilmente pelo emaranhado de fatos e versões que a trama apresenta. O que a princípio seria mais uma investigação na sua carreira, se torna para o delegado uma jornada de transformação pessoal.



Resenha: Nesse livro acompanhamos a primeira aventura do personagem Joaquim Dornelas (que você já viu aqui na resenha de Morte na Flip). Foi muito interessante ler essa trama, pois apesar de conhecer o personagem, fiquei com a sensação de um envolvimento maior em sua vida. Flávia sua mulher o havia intimado para escolher entre a profissão e ela, já que a mesma se encontrava com medo diante da possibilidade de ficar viúva e de os filhos perderem o pai. 

Dornelas escolheu a polícia pensando que ela não seguiria em frente, mas se enganou totalmente. A mulher o deixou e levou consigo seus filhos poara viverem no Rio de Janeiro. Agora ele divide o apartamento com seu cachorro Lupi e mantinha uma diarista chamada Neide, para cuidar da casa.

Quando estava indo para o trabalho, Dornelas se deparou com uma multidão. E ao chegar perto viu que havia um homem morto no meio da lama. O problema é que o cadáver não apresenta agressões o que impossibilita a resolução da investigação. O caso, por fim, ficou conhecido como o Crime do Mangue, e agora Dorneles vai investigar a fundo para solucionar esse mistério.

O livro é realmente muito intrigante, com um toque certo de mistérios e uma narrativa ágil e atrativa. Aos poucos ele vai descobrindo que tem muito mais por trás deste crime. Todos os personagens secundários ajudam na elaboração de uma trama surpreendente, como os agentes Solano, Peixoto, Dulce e outros. É muito interessante, pois o autor soube trabalhar com as características dos personagens, fazendo com que a história, ficasse mais emocionante a cada página.

Confesso que fiquei muito ansiosa para o desfecho da história, o que não me decepcionou nem um pouco. Adorei todos os detalhes e revelações para a situação, pois fez com que as situações ficassem mais realistas e próximas de nosso próprio cotidiano. Foi bom ver que em sua trajetória, foi possível explorar todos os caminhos de sua vida, tanto pessoal como profissional. Mesmo com esse caso em mãos, Dornelas soube se resolver consigo mesmo e com os próprios filhos. Ele conseguiu estabelecer uma linha de raciocínio estável entre ambos.


“Há pouco mais de um mês os dois não passavam de duas criançolas agarradas nas saias da mãe. Embora Dornelas vivesse com eles, em espírito estava ausente. Agora, longe dele, na cidade grande, ambos se comportavam como pequenos adultos, resolutos e esclarecidos da  sua situação e a dos pais. Talvez a separação tenha sido boa para todos – pensou.” Pg. 120


Réquiem para um assassino nos desperta várias emoções e é impossível largar o livro até que a leitura chegue ao final. Novamente quero agradecer ao Paulo Levy pela oportunizar uma leitura tão agradável e prazerosa.


Classificação SEL: 4/5


12 comentários:

  1. Nossa não acredito que a mulher realmente abandonou ele, e poxa, ele escolheu o trabalho? Acho que eu também abandonaria...
    Enfim, gostei da resenha ^^

    ResponderExcluir
  2. Me envergonho por ter lido tão poucos títulos nacionais nos últimos tempos. Pelo que li de sua resenha, que me surpreendeu com 4 estrelas, esse título vai ser uma ótima forma de voltar!

    ResponderExcluir
  3. Não sei porque mais ainda não me atraiu. Talvez por causa do título, mais pela sinopse, parece ser bem interessante. E a capa também é bem bonita. Acho que daria uma chance sim.
    Beijos!
    www.souseuastral.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha Fe! Não conhecia esse livro, o Morte na Flip já, e a capa dele é absurdamente linda né? Quando der, vou conferir. Gostei da história!
    Beijinhos,
    alanahomrich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. 4 estrelinhas? Hum, então pelo visto vale mesmo a pena dar uma chance para a leitura, eu não conhecia nem o livro, nem o autor e nem a editora, hehe. A capa tá legal, parabéns pela resenha.

    Van - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  6. Adoro livro com assassinatos, preciso ler

    ResponderExcluir
  7. quando li o título desse livro, pensei de tratar do livro de Hubert Selby Jr,publicado em 1978, que acabou virando um filme de mesmo nome no ano 2000. No entanto, é de autor nacional e muito bem escrito. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  8. Parece interessante!!!! Parabéns pela resenha!!!!

    ResponderExcluir
  9. Adoro livros com os mesmos personagens, vide Miss Marple e Hercule Poirot :) Quero muito ler :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Pela resenha é daqueles livros que não queremos parar de ler. Entrsa p/ a lista de "Quero Ler".

    ResponderExcluir
  11. Tenho gostado cada vez mais do autores nacionais. Livros cada vez melhores!!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo