11 de março de 2013

No cinema: Oz, Mágico e Poderoso

Oz: Mágico e Poderoso (Oz: The Great and Powerful)
Elenco: Mila Kunis, Michelle Williams, Rachel Weisz, James Franco, Abigail Spencer, Joey King, Zach Braff, Bill Cobbs, Martin Klebba, Ted Raimi.
Direção: Sam Raimi
Gênero: Aventura/Fantasia
Duração: 130 min.
Distribuidora: Disney
Estreia: 8 de Março de 2013



Sinopse: 'Oz: Mágico e Poderoso' imagina as origens do adorado personagem de L. Frank Baum, o Mágico de Oz. Quando Oscar Diggs (James Franco), um inexpressivo mágico de circo de ética duvidosa é afastado da poeirenta Kansas e acaba na vibrante Terra de Oz, ele acha que tirou a sorte grande - fama e fortuna o aguardam - isso até encontrar três feiticeiras, Theodora (Mila Kunis), Evanora (Rachel Weisz) e Glinda (Michelle Williams), que não estão convencidas de que Oz é o grande mágico pelo qual todos estão esperando. Relutantemente envolvido nos problemas épicos que a Terra de Oz e seus habitantes enfrentam, Oscar precisa descobrir quem é bom e quem é mau antes que seja tarde demais. Lançando mão de suas artes mágicas através de ilusão, ingenuidade e até de um pouco de magia, Oscar se transforma não apenas no grande e poderoso Mágico de Oz, mas também em um homem melhor.

O que eu achei do filme: “Oz, Mágico e poderoso, dirigido por Sam Raimi, me surpreendeu em todos os sentidos. Não esperava que fosse uma super produção e fui no cinema simplesmente mais por distração e curiosidade. Agora, depois de já ter assistido, agradeço a hora que tive a ideia de ir ver o filme. Me apaixonei pela história e todos os personagens.
A história começa quando um mágico de caráter duvidoso – Oscar Diggs (James Franco) consegue fugir em um balão, porém se depara com um tornado e é direcionado à Oz. Para quem já conhece um pouco a história de O Mágico de Oz, sabe que com Dorothy foi mais ou menos assim que ocorreu. Logo que chega, Oz se depara com Theodora (Mila Kunis), que diz que toda a população de Oz estava o esperando e que havia uma lenda local que dizia que um mágico cairia do céu para enfrentar a bruxa má, Glinda (Michelle Williams). Theodora diz ser uma bruxa boa e apresenta sua irmã, também uma bruxa boa, - chamada Evanora (Rachel Weisz). Ela oferece o trono e uma enorme fortuna para derrotar a bruxa má. Oz é contra matar alguém, porém logo é convencido diante de tanta riqueza ao seu redor. E a seguir, ele parte nesta aventura que vai mudar a sua vida completamente. É nesse percurso que ele faz amigos verdadeiros e muito queridos, como um macaco bem divertido e uma menina de porcelana adorável. Muito cedo, o mágico vai descobrir que nem todas as coisas são o que parecem ser e vai se surpreender com a realidade que o espera.
Vale destacar que foi muito interessante a parte em que as cenas eram preto e branco em um formato menor do que o habitual para, acredito eu, representar a realidade da época e todo o caos da situação. Assim que o mágico chega em Oz, a cor e todo o cenário surgem com um efeito extasiante, com paisagens muito bonitas e um cenário mágico e encantador.

Classificação SeL:





Confira o trailer:







































































































































































































































































2 comentários:

  1. ain to loka pra assitir
    num vejo a hora
    bezos
    http://guriabunitabykhen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já assisti O Mágico de Oz de 1939 e achei super legal e bem produzido para à época. E além do mais o filme é musical, ganhou até um Oscar de Melhor Canção Original.
    Essa adaptação de um outro volume dos livros do L.Frank B. parece ser muito boa, embora eu tenha lido algumas críticas não tão positivas.
    Ótima matéria!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo