22 de maio de 2013

Resenha: Lições de vida - Anne Tyler @Novo_Conceito


Informações do livro:
Título: Lições de vida
Uma viagem inesperada com destino ao coração e aos sentimentos há muito esquecidos.
Título original: Breathing Lessons
Autor: Anne Tyler
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368

Sinopse: Maggie Moran e seu marido são comuns, até um pouco tediosos. E é esse realismo que torna esta história tão eficaz e comovente... Começa em um dia de verão, quando Maggie e Ira viajam de Baltimore para a Pensilvânia para um funeral. Maggie é impetuosa, desastrada, desajeitada, propensa a acidentes e tagarela. Ira é reservado, preciso, respeitável, tem uma mania irritante de assobiar músicas que traem seus pensamentos mais profundos e acha que sua esposa transforma os fatos de maneira que se encaixem na sua opinião sobre as pessoas que ama. Ambos sentem que seus filhos são estranhos, que a cultura das novas gerações está indo por água abaixo e que, de alguma forma, se enganaram com essa sociedade cujos valores não reconhecem mais. Mas esta viagem vai levá-los a refletir sobre estas angústias, e vai mostrá-los como é importante reavaliar seus sentimentos.




Resenha: Se você está procurando um livro com grandes acontecimentos nem invista em “Lições de vida” da autora Anne Tyler. Porém, se deseja adentrar em uma história baseada nos fatos do dia-a-dia este é o seu livro ideal. Veja bem, não estou dizendo que a trama não é boa, mas para quem não está habituado em um enredo mais calmo, ou vai achar a história um tanto desgastante e – como diria a própria sinopse, tediosa – ou talvez consiga se surpreender com a narrativa bem construída e detalhada da autora. 

No meu caso, a trama conseguiu me surpreender em vários aspectos, desde a avaliação dos personagens e a sua relação uns com os outros, assim como a graciosidade e maturidade da narração. E acredito que o diferencial é poder analisar as cenas de um modo único e diferenciado, já que as situações sugerem ao leitor, poder para tal.


“A pergunta de hoje no AM Baltimore era: ‘O que faz um casamento ideal?’. Uma mulher estava telefonando para dizer que eram os interesses comuns. ‘Como os dois assistirem ao mesmo tipo de programa na TV’ ela explicou. Maggie não dava a mínima para o que fazia um casamento ideal (ela estava casada havia 28 anos).” Pg.07


Num cenário habitual, conhecemos Maggie e Ian, um casal com muitas diferenças e cheios de manias. Como já era de se esperar, a rotina já é predominante nesses vinte e oito anos de casados, assim como as discussões diárias. 

Mas, qual é o casal normal que não tem uma briguinha de vez em quando, não é mesmo? E é justamente esse, o ponto de vista ao qual o livro nos apresenta, pois diante de tantos confrontos da vida e todos os problemas que venham a surgir nesse tempo, o que importa realmente é que ambos têm um ao outro para contar – nas horas boas e difíceis. 

E é justamente numa viagem onde irão a um funeral de uma amiga de Maggie, que conhecemos boa parte da vida e personalidade dos dois. É interessante poder perceber o quanto cada um mantém seus diferencias, mas que acima de tudo se respeitam bastante, mesmo ela sendo tão ativa e ele mais quieto. 

A sensação é que se completam de um jeito meio torto e inexplicável. Neste percorrer, somos inundamos por várias lembranças, onde acentuam as mudanças no relacionamento de Maggie e Ian.

“Lições de vida” não tem uma história forte, mas sim graciosa. Em seus capítulos longos, ficamos cada vez mais familiarizados com os personagens e é como se fizéssemos parte da história de um modo particular ou simplesmente nos identificamos com alguém. 

A descrição predomina do começo ao fim e com certeza valoriza ainda mais as cenas apresentadas. O final me deixou com uma sensação de que era aquilo o esperado e fiquei satisfeita com o desfecho. Mais uma vez a Editora Novo Conceito trás uma história rica em acontecimentos realistas, sem falar na diagramação impecável. Me senti super a vontade com essa leitura divertida e calma.


“O que a mãe de Maggie dissera era verdade: as gerações estavam indo ladeira abaixo nessa família. Estavam em todos os aspectos, não somente nas profissões e na escolaridade, mas na maneira como criavam seus filhos e no modo como dirigiam seus lares.” Pg 289


Classificação SEL: 4/5

Book Trailer:


2 comentários:

  1. Eu li um comentário tão negativo do livro que nem fiquei com vontade de ler. Agora tenho essa outra visão, outra opinião. Já fiquei mais animadinha, mesmo assim nem sei quando lerei. Tenho outros mais interessantes para mim para ler antes. :)
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Muito positiva as dicas que vc deu no inicio da resenha, pq muitas vezes pensamos que o livro irá por um caminho e ele vai por outro. Não sei se gostaria da temática e dos capitulos grandes, mas obrigada pelas dicas e parabéns pela resenha!!!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo