20 de junho de 2013

Autor em destaque: Manoel Flor dos Santos

SOBRE O AUTOR: É evidente que para ser um grande escritor, antes de mais nada, devemos ser grandes leitores; é isso que fui desde a minha infância. Apaixonado pelas ciências exatas, pois não seria por acaso a minha formação superior em Química, também pude ser um apreciador da literatura e logo percebi que poderia estabelecê-la como uma profissão. Os romances sempre me encantaram e é o meu estilo literário favorito, então pude um dia enfim concretizar um trabalho dessa vertente.  Agora realizo um sonho de compartilhar com os leitores essa inusitada história de ficção.


Conheça seu livro:

Sinopse - As freiras que só ouvem rock


Em primeiro lugar, o título advém de três jovens moças que participam de um concurso de dança e adotam o nome de “As freiras que só ouvem rock” para o grupo. Este concurso é celebrado numa festa à fantasia, onde elas se vestem de freiras e depois participam do evento dançando músicas de rock. Mas tudo deixa de ser alegria quando na noite da festa, os seus respectivos namorados sugerem que todos eles roubem um bar. O livro, na forma de romance, conta a história de seis jovens de classe média, que se adentram no mundo dos roubos. Eles tiveram boa educação, cursavam uma boa faculdade: motivos de sobra para serem pessoas sensatas; no entanto decidem cometer alguns crimes por puro divertimento. Mas não saíram impunes dos atos cometidos; a partir do momento em que escolheram cometer tais delitos, passaram a ser perseguidos pela polícia e por todos aqueles que se sentiram lesados. A vida deles se tornou em uma assombrosa corrida contra a prisão, sofrendo as maiores humilhações, onde a maioria das pessoas não enfrentaria durante uma vida inteira.

ALGUNS DETALHES E COMENTÁRIOS SOBRE O LIVRO

            “As freiras que só ouvem rock” é uma narrativa em terceira pessoa, em tempo cronológico, numa linguagem simples, direta e bem objetiva. É um romance dinâmico, sem muito apego a detalhes, todavia evidencia bem a personalidade dos personagens. Posso considerar que ele não está dividido em capítulos, mas sim em episódios, que são subdivisões curtas, onde cada uma delas tem seu título.

            O espaço é a cidade de Campinas.

            A trama é constituída de inúmeros personagens, onde cada um tem uma importância vital para a obra. Devido às circunstancias, todos os personagens passam a ter conhecimentos um do outro, mesmo que não chegam a se conhecerem pessoalmente.



            Pela linguagem simples e direta, e relacionada ao linguajar dos jovens, é atribuída a um público Infanto-Juvenil na faixa etária entre 12 e 17 anos, mas por também considerando o seu dinamismo, e focando assuntos mais ousados como jovens de classe média no mundo do crime, pode-se considerá-la uma narrativa mais ampla, vertendo-se às faixas etárias mais elevadas.

Compre:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo