19 de agosto de 2013

Resenha: A Bibliotecária - Logan Belle @editorarecord

Informações do livro:                                
Título: A Bibliotecária
Título Original: The Librarian
Autor: Logan Belle
Editora: Record
Páginas: 283


Sinopse: A jovem Regina Finch acaba de chegar a Manhattan para trabalhar na Biblioteca Pública de Nova York. Mas o que parecia ser a promessa de uma rotina tranquila em meio a clássicos da literatura logo se revela um irresistível jogo de sedução quando ela conhece o envolvente Sebastian Barnes, investidor da instituição e um dos homens mais cobiçados da cidade, que fica obcecado pela beleza da bibliotecária. A até então ingênua Regina se entrega a um crescente e selvagem desejo que parece consumi-la mais a cada dia, uma paixão que despertará na jovem sensações jamais imaginadas.




Resenha:A Bibliotecária” de Logan Belle, me chamou a atenção primeiramente porque eu sabia que iria adentrar em um ambiente cercado por obras literárias. Depois, é notável o quanto a premissa do livro é ousada e inspiradora, diante de cenas quentes e arrebatadoras (Seria apenas a premissa?!). Esse conjunto de eventos ocasionou um enredo particular e crítico, idealizando mais sentidos de experiências realizadas. 

Na história, conhecemos mais sobre a Biblioteca Pública de Nova York, que é mesmo um lugar real, apesar de que a autora menciona ter acrescentado outras descrições.

PORÉM...

Como toda história, esta também apresenta alguns pontos negativos e confesso ter me decepcionado com o decorrer da narração. A trama é impetuosa, mas não inova nem um pouco, e sempre acaba surgindo os mesmos dramas dos romances que abordam submissões e afins. Por esse motivo, acredito que o enredo tenha passado a sensação de algo cansativo e acima de tudo – repetitivo.


“Naquele olhar inabalável, ela sentiu que, de certo modo, fizera uma promessa significativa. Mas nem imaginava o que havia prometido.” Pg.72


A protagonista, Regina Finch, mostrou ser dona de uma personalidade forte, objetiva e marcante – mesmo que no começo tenha se apresentado meio apagada diante das outras pessoas – mas foi só alguém notá-la para que ganhasse um destaque maior. 

 Sebastian Barnes  habilidoso, charmoso e conquistador – entra em cena de um modo pervertido, misterioso e chocante, fazendo com que todas as emoções de Regina fiquem em conflito. Preciso reforçar que ELE passa mesmo a sensação de esconder alguma coisa e por isso se torna enigmático do começo ao fim. ELA não é aquela personagem que banca a inocente a todo momento – só em algumas partes –, e isso passa uma sensação maior de confiança e carisma, apesar de que alguns fatos representam certas contradições


O que se torna perceptível é o fato de que Regina precisa se aceitar do jeito que é e encarando a realidade de modo libertador e cheio de desafios. Na verdade, a personalidade da protagonista é toda baseada em Bettie Page, “modelo norte-americana que se tornou famosa na década de 1950 por fotos de temática pin-up e fetichista”. Wikipédia


“Regina, acho você incrivelmente bonita. E adoro o fato de você não perceber isso. Tenho esse desejo intenso de lhe mostrar como é linda e quero que você experimente essa beleza comigo.” Pg. 95


Vale destacar que os personagens secundários apresentaram certa relevância na trama seja como Sloan Caldwell com seu temperamento difícil/odioso ou a companheira de apartamento de Regina – Carly Ronak – e sua vida conturbada e repleta de dramas e afins. 

O principal fator abordado foi exatamente de acordo com as limitações e exposições dos personagens e de como cada um lida com seus problemas. Com referencia aos acontecimentos, alguns passaram a sensação de algo corriqueiro e despretensioso. 


Não achei a leitura fácil, pelo motivo de que a cada página virada, há a sensação de desgaste emocional e decepção, porque realmente NÃO existe algo forte que prende até o final.


Classificação SEL: 3/5


4 comentários:

  1. Ai, quando falaram que ia lançar esse livro e eu li a sinopse, eu amei! Mas essa é a segunda resenha do livro que eu leio e as duas são negativas, fiquei super triste, mas mesmo assim quando tiver tempo irei ler para tirar minha própria opinião!
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Poxa quem pena que esse livro não é bom =/ lembro que o vi na livraria, fiquei com vontade de comprar pela capa que achei linda, mas depois pensei: Dever ser mais do mesmo, sem nada inovador. Mas se a narrativa e o enredo compensasse até que valeria a leitura. Muito bom saber sua opinião, bjos.

    Conto com seus comentários lá no Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu vi esse livro na livraria e fiquei babando completamente, não só pela capa mas pelo título, pela sinopse e por se passar em uma biblioteca, um lugar que pra mim é um paraíso hahahah, foi bom saber sua opinião, beijos!
    ivrosmeuoxigenio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu li e achei que todos os clichês estão nesse livro, ceguei a revirar os olhos em algumas partes.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo