17 de agosto de 2013

Resenha: The Wanted - Chas Newkey-Burden @editoraprumo

Informações do livro:                                 
Título: The Wanted – A biografia não autorizada
Título Original: The Wanted – the unauthorized biography
Autor: Chas Newkey-Burden
Editora: Prumo
Páginas: 192



Sinopse: Com dois singles no topo das paradas e o terceiro disco pronto para ser lançado a qualquer momento, The Wanted é uma das mais celebradas boy bands da atualidade. The Wanted: a biografia não autorizada traz histórias emocionantes dos cinco rapazes, antes e depois da formação da banda, contadas pelo renomado biógrafo ChasNewkey-Burden. O caderno de fotos exclusivas, que certamente deixarão as meninas ainda mais apaixonadas, é um dos diferenciais desta que é biografia mais completa lançada até o momento.




Resenha: Conheci The Wanted por acaso num site de músicas e logo que ouvi o primeiro single me encantei com o ritmo empolgante e intenso. Comecei a ouvir todas as suas canções, repassar aos amigos e indicar para todos que conhecesse. 

Daí em diante, pesquisando nas redes foi perceptível o modo como a banda alcançou rápido as paradas de sucesso – de forma batalhadora e talentosa. Este livro, The Wanted – A biografia não autorizada do jornalista e autor de aclamadas biografias, Chas Newkey-Burden, publicado pela Editora Prumo, remete o leitor e fãs ao ambiente de ascensão fenomenal, com histórias fascinantes e sonhadoras. Mesmo para quem não admira o trabalho, vai se envolver na história de sucesso dos jovens Max, Nathan, Tom, Jay e Siva.


“Quando nos contaram que estávamos em primeiro lugar, foi tipo... O QUÊ?!”, disse Max ao olhar pra trás. “Então agora estamos literalmente tentando descer de algum lugar, onde nossa cabeça está.” Pg.09


É fato de que as músicas transmitem claramente muita emoção, ao mesmo tempo em que trabalham com um som diversificado e desafiador. “All Time Low” surgiu dessa maneira e logo alavancou nas paradas de sucesso. 

Os integrantes tinham seus receios, porém de um modo geral o que os unia e os redirecionava, era e é ainda, principalmente o a luta pela concretização de um objetivo. A narração conta com pontos extras de cenas peculiares, dinâmicas e até engraçadas. 

Logo, para cada um do grupo, é compartilhado um capítulo com suas características e afins (nome completo, local e data de nascimento, signo, altura, etc.) Pode-se dizer que o autor fez um ótimo trabalho de pesquisa com descrições concisas e habilidosas.


“Alguns a chama de boy band, outras de bada de rapazes. Eles até já foram apelidados de ‘uma banda de homem’. O que não se pode questionar, no entanto, é que, sem a existência das boy bands, The Wanted não teria uma tradição musical da qual pudesse fazer parte. Então de onde veio esse setor da indústria pop tão admirado?” Pg.109


Max George é o que quase sempre fica no meio na hora das apresentações. Pode-se dizer que entre todos, ele é o que traz uma história mais carregada de altos e baixos. Tom Parker apresenta ter um perfil obstinado e seguro – e mais engraçado. 

Siva Kaneswaran tem uma trajetória instigante e inspiradora, e o que mais o destaca é o jeito como ele é autoconfiante. Jaymes “Jay” Mcguiness transpassou ser o mais calmo entre eles. Vocês sabiam que ele tem um irmão gêmeo?! 

Nathan James Sykes é o mais novo da banda, e apesar de ser o alvo de falatórios sobre sua juventude versus sucesso, o que muitas pessoas não devem saber é que ele é o que tem a trajetória mais longa no caminho musical. Sua apresentação de estréia foi aos seis anos de idade e a partir disso nunca mais parou de trabalhar.


“Assim como a banda tem diferentes visuais e estilos de vocais, também vêem o próprio material de modo distinto. Embora todos o adorem, cada um deles às vezes escolhe um aspecto diferente do material.” Pg.132


O livro também conta com algumas fotos de bastidores, shows e outras apresentações. Cada uma melhor que a outra. Confiram só algumas e fiquem curiosos (hihihi):





Todas as definições se apresentam dignas de uma leitura tranquila, reservada e envolvente. Fã que é fã de verdade precisa ler esse livro. Mesmo. E claro – para quem quer conhecer, é uma ótima oportunidade.



“Uma leitura emocionante para qualquer fã!” – Revista Shout

Classificação SEL: 4/5

Playlist – All Time Low 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo