9 de outubro de 2013

Resenha: A menina que semeava - Lou Aronica @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: A menina Que Semeava
É preciso noite para surgir o dia.
Título Original: Blue
Autor: Lou Aronica
Editora: Novo Conceito
Páginas: 415



Sinopse: Chris Astor é um homem de seus quarenta e poucos anos que está passando pelo mais difícil trecho de sua vida. Ele tem uma filha, Becky, de 14 anos, que já passou imensas dificuldades até chegar a se tornar uma moça vibrante e alegre, mas que parece que terá que enfrentar mais um grande problema em sua vida. Quando Becky era pequena e teve câncer, Chris e ela inventaram um conto de fadas, uma fantasia infantil que adquiriu vida e tornou-se um terrível, provavelmente fatal, problema. Agora, Chris, Becky e Miea (a jovem rainha da fantasia criada por pai e filha) terão que desvendar um segredo: o segredo de por que seus mundos de fantasia e realidade se juntaram neste momento. O segredo para o propósito disso tudo. O segredo para o futuro. É um segredo que, se descoberto, irá redefinir a mente de todos eles.A menina que semeava é um romance de esforço e esperança, invenção e redescoberta. Ele pode muito bem levá-lo a algum lugar que você nunca imaginou que existisse. Uma fantasia que trabalha assuntos densos como a separação dos pais, oncologia infantil, separação de filha e pai, adolescência. A menina que semeava não é um livro sobre adolescentes comuns. É sobre uma que se deparou prematuramente com a ameaça do fim e teve de tentar aprender a lidar com ele.




Resenha: A menina Que Semeava” de Lou Arounica, é um romance carregado de dramas e mensagens reflexivas. É uma história que lida com muitos fatores importantes da vida, como o amor, a solidão, a superação, esforços e os diversos problemas que enfrentamos durante nossa trajetória. Juntando à isso, somos apresentados a uma realidade fantasiosa, mágica e incondicional, revelando que a imaginação tem um poder surpreendente.

Chris Astor é solitário e tem uma vida tranquila, apesar de passar por algumas turbulências na família e a sua filha Becky ter leucemia. O problema é que o casamento não deu muito certo, e agora há ainda mais esse problema e toda angustia de uma separação, que envolve todos que vivem ao redor.

O pai de Becky sempre foi muito cauteloso e fazia de tudo para mantê-la confortável. A doença veio quando ela era muito nova. Nessa fase, pai e filha criaram um mundo imaginário chamado Tamarisk, onde juntos, viviam as mais diversas aventuras e esqueciam dos conflitos da vida real.

A narração desse ambiente repleto de fantasias é mágico, e só comprova como a imaginação tem poder para revelar, gerar expectativas e se manter vívida. Para felicidade de todos, Becky foi curada, porém outro agrave aconteceu a seguir: o divórcio dos pais. Como era de se esperar, pai e filha se afastaram e aquela cumplicidade de antigamente já não era mais a mesma. Contar histórias para uma menina que sabe o que é real já não tem mais graça, porque tudo isso ficou na infância. Será?

Até que Becky descobre que Tamarisk existe realmente e ainda consegue interagir com este ambiente novo. E também há um enorme conflito neste cenário envolvendo a ameaça de uma praga, conhecemos uma rainha e uma sensação de esperança com a chegada de Becky. A menina se faz importante não apenas neste novo universo, mas principalmente por que esse fato é o causador da reaproximação com o pai, o que torna o enredo cada vez mais emocionante e profundo.

Quem nunca imaginou estar em outro lugar e viveu as mais diversas situações? “A Menina que Semeava” redireciona o leitor a pensar na infância, nas histórias contadas, na relação com os pais e principalmente sobre o rumo de nossas vidas. A verdade é que não podemos deixar de lado coisas importantes só porque crescemos. A essência deve continuar e ser cultivada.


Classificação SEL: 4/5


3 comentários:

  1. Oi Sel :)

    Irei confessar a você que não sinto vontade de ler esse livro, talvez porque o tema não me atraia eu acho que será uma leitura perdida, apesar de coisas que você disse que me chamaram a atenção, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fê que linda sua resenha, menina estou mega curiosa para ler esse livro, concerteis ele já está na minha wish list =)
    Parabéns pela leitura e resenha pelo que vc escreveu pude perceber que realmente o enredo é o que eu esperava. Bjinhos!!!!


    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  3. Li o livro...é divino...nós viajamos a todo momento junto com o livro....

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo