2 de junho de 2014

#SemanaIntensaDemais @EdValentina

Inicia hoje a #SemanaIntensaDemais, uma ação organizada entre a página Thoughtless Brasil e a Editora Valentina. Vários blogs se reuniram para, nessa semana, apresentar várias informações sobre este lançamento. Confira:



INTENSO DEMAIS

Trilogia Rock Star Livro 1


Sinopse: Ela ultrapassou perigosos limites e agora não há mais volta. Traição, amor e paixão. Chegou a hora da decisão de uma vida. Há quase dois anos, o namorado de Kiera, Denny, é tudo que ela sempre quis: apaixonado, carinhoso e totalmente dedicado. Quando os dois se mudam para outra cidade a fim de começar uma nova vida – Denny no emprego de seus sonhos, Kiera numa conceituada universidade –, tudo parece perfeito. Mas então, um imprevisto separa o feliz casal. Sentindo-se sozinha, confusa e carente, Kiera se aproxima de KellanKyle, o sexy e sedutor vocalista de uma banda de rock. No começo, ele é apenas um amigo em cujo ombro ela pode chorar suas mágoas, mas, à medida que sua solidão aumenta, o relacionamento ganha força. Até que, uma noite, tudo muda... e nenhum deles jamais será o mesmo.

Elogios e citações:

“Com impecável e dilacerante honestidade, Stephens retrata a realidade de um triângulo amoroso e toda a sua inevitável problemática. Intenso Demais é um desses romances que, ao final, deixam o leitor pensando durante dias, senão semanas” TammaraWebber, autora do best-seller Easy

“Se você amou Belo Desastre, prepare-se para se apaixonar por Intenso Demais.”Nightly Reading Blog

“Depois que você começa... prepare-se: não dá mais para parar!”AbbiGlines, autora do best-seller Paixão sem Limites

“Totalmente viciante, belo e envolvente.”TraceyGarvis-Graves, autora do best-seller Na Ilha.


“Esse é um daqueles livros que se entranham na sua vida. Um romance que você jamais esquecerá.”MyGuiltyObsession


Sobre o New Adult:


Intenso Demais é um livro classificado como New Adult. Confira mais sobre esse gênero:

Novo adulto (New Adult - NA) é um gênero de ficção em desenvolvimento com protagonistas entre 18 e 25 anos. O termo foi primeiramente usado pela editora St. Martin’s Press em 2009, quando eles abriram um concurso para descobrir e desenvolver os autores que escreviam histórias deste gênero.

O gênero foi originalmente recebido com algumas críticas, pois alguns o viam como um esquema de marketing, enquanto outros diziam que não havia público-alvo para o material. Em contraste, outros falavam que o termo era necessário, pois “é um rótulo conveniente, que permite aos pais e às livrarias conhecerem o que há nos livros”, como disse um publicitário da Harper Collins.

A literatura novo adulto fala sobre vários temas que encontram-se entre as categorias jovem adulto e adulto. Assuntos como identidade, sexualidade, depressão, suicídio, vício em drogas ou em álcool, problemas familiares, bullying são abordados profundamente. Outros como o primeiro emprego, o ingresso na faculdade, noivado e casamento, pós-universidade, alistamento militar, início de uma nova família, independência financeira, morar longe de casa pela primeira vez, perda da inocência, medo do futuro, e muitos outros, também podem ser encontrados.

Resumindo, esta categoria foca em ter uma vida independente depois de alcançar a maior idade, e como deve-se lidar com o início da vida adulta. Como todas as categorias de ficção, o NA pode ser combinado com outros gêneros e subgêneros como ficção científica, ficção urbana, horror, paranormal, distopia.

Muitas pessoas confundem ou acham que YA e NA são a mesma coisa, mas vamos explicar porque não é :

A ficção jovem-adulto (Young-adult - YA) é sobre a perspectiva do protagonista jovem e o escopo de sua experiência de vida. Esta perspectiva é ganha à medida que a inocência da infância desvanece e ganha-se experiências mais avançadas, o que traz uma visão. E é esta percepção que falta nos jovens-adultos tradicionais. Outra grande diferença é a idade dos protagonistas e as configurações. Um livro YA geralmente não inclui protagonistas com mais de 18 anos ou na faculdade, mas estes personagens podem ser encontrados nos novos adultos. NA pode ser bem descrito como uma categoria depois do YA.

Cally Jackson e Kristan Hoffman definem a categoria para o Writer’s Digest: “A transição da infância para a vida adulta não acontece de um dia pro outro – apenas pergunte para alguém que é ou já foi (ou é pai) um adolescente. Mas a transição de jovem para adulto também não acontece do dia pra noite. Há um período de tempo quando a vida adulta parece um par novo de sapatos. As expectativas da independência e autossuficiência são igualmente novas. Novos adultos são pessoas que acabaram de começar a andar neste sapatos; a ficção NA é sobre suas dores e defeitos.”

Muitos autores de NA começaram suas carreiras através da autopublicação, principalmente depois do concurso promovido pela St. Martin’s Press. Muitos daqueles que não tiveram seus resumos escolhidos não desanimaram e procuraram meios de publicação on line. Isto culminou em um boom a partir do ano de 2012, onde muitos destes autores começaram a fazer muito sucesso na internet e atraíram a atenção de grandes grupos editoriais. Jamie McGuire, Tammara Webber, Abbi Glines, e a nossa querida S. C. Stephens, são exemplos de autores que começaram através da autopublicação e deslancharam suas carreiras depois de 2012.




2 comentários:

  1. ai meu deus! já sinto que vou amar! *-*
    é exatamente o tipo de livro que eu adoro ler ;~~

    ResponderExcluir
  2. Vários blogs tem apresentado esse livro, e parece bom. Pelo menos pela sinopse dá para ver que é chamativo.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo