5 de julho de 2014

Resenha: O destino do tigre - Colleen Houck, Editora Arqueiro

Informações do livro:
Título: O destino do tigre
A Saga do Tigre - Livro 4
Título original: Tiger's Destiny (The Tiger Saga #4)
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 400



Sinopse: Com três profecias da deusa Durga solucionadas, agora resta apenas uma no caminho de Kelsey, Ren e Kishan para que a maldição seja quebrada. Mas o maior desafio do trio os aguarda: A busca pelo último presente de Durga – A corda de fogo – na Ilha Barren situadas na Baía de Bengala. Uma busca que ameaçará suas vidas. É uma corrida contra o tempo e o malvado feiticeiro Lokesh – neste ansiosamente aguardado quarto livro da série A Maldição do Tigre – colocará o bem contra o mal, testará laços de amor e lealdade, e , finalmente, revelará o verdadeiro destino do Tigre, de uma vez por todas.



Leia também:
The Tiger Saga #1 - A Maldição do Tigre - Colleen Houck (Editora Arqueiro)
The Tiger Saga #2 - O Resgate do Tigre - Colleen Houck (Editora Arqueiro)
The Tiger Saga #3 – A viagem do Tigre - Colleen Houck (Editora Arqueiro)


Pode conter spoilers


Resenha: Como não ficar ansiosa para mais um título de uma série tão rica em emoções conflitantes?! O destino do tigre é o quarto volume da saga do tigre, e apresenta um enredo ainda mais instigante e perturbador. Há muitos aperfeiçoamentos diante das missões e é muito bom acompanhar a finalização de alguns trabalhos que no começo pareceram quase impossíveis.

Mais uma vez a autora acrescenta pontos importantes sobre a história dos ambientes, dando novas explicações e direcionamentos bem extensivos. Muitas cenas reuniram noções íngremes do amor e da dedicação por meio de atitudes compensadas, fazendo com que várias dúvidas surgissem durante o caminho.

Um dos destaques é que novos seres entram em cena e eu gosto muito da maneira como há essa interação entre eles. Isso porque não passa a impressão de ser algo forçado ou maçante. Kelsey enfim precisa fazer escolhas muito importantes – e em algumas passagens, desesperadoras – e que vão justificar o destino completo de Ren e Kishan.

A deusa Durga entra em cena para ajudar na última profecia, que sem dúvidas é a mais consistente e perigosa. Em determinado momento, uma decisão se torna o foco de todos os pensamentos e remete a uma situação complexa e atribulada. Lokesh está cada vez mais poderoso e é inevitável medir seus esforços para atingir cada objetivo.

Kelsey tem seus momentos de fraqueza, mas por sorte consegue demonstrar que amadureceu bastante. Era difícil entender suas ansiedades e medos de arriscar, porém agora fica tudo mais claro e envolvente, facilitando suas opções e principalmente para se resolver pelo correto. Afinal de contas, ela se tornou especial com direito a poderes, justamente por causa dos sentimentos pelos irmãos. Se tornou algo descontrolado, até maior que seuss próprios desígnios.

Colleen Houck conseguiu criar ligações incríveis e recupera todas as essências de seus personagens, sem deixar dúvidas ou cenas mal interpretadas – é muito bom captar o sentido das situações. É uma mistura inconstante de declarações, sacrifícios, planejamentos e conquistas, e eu acredito que não há forma mais satisfatória para concluir a essa saga repleta de experiências arriscadas e emocionantes.



“Não era um sonho coisa nenhuma. Tentei me lembrar de tudo. Eu me lançara em três buscas para libertar Ren e o irmão, Kishan, da Maldição de Tigre. Tínhamos que encontrar apenas mais um presente para a deusa Durga a fim de quebrar o feitiço. Estávamos em um navio, e houve uma batalha contra Lokesh. Até ai eu sabia. Depois, três minúsculas picadas (dardos de tranqüilizantes?), uma lancha... eu colocando Fanindra e o amuleto na água, e então a escuridão.” Pg.13



Classificação SEL: 4/5 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo