2 de agosto de 2014

Espaço do leitor: Me sinto um pouco insegura quanto às escolhas de minhas leituras

Recebi um email esses dias de uma leitora do blog que gostaria de tirar algumas dúvidas. E por achar um tema bem importante, resolvi compartilhar aqui com vocês.  Não vou citar nomes, mas ela concordou em expor sua história aqui. Vamos conferir?





Leitora: Oi Fê, tudo bem? Adoro seu blog e espero muito que você leia minha mensagem. Eu gosto bastante de ler desde pequena e mesmo que algumas pessoas ao meu redor não apoiem esse meio "vício", sempre dou um jeito de comprar alguns títulos, pegar emprestado na escola ou com amigos.

Primeiramente, gostaria de agradecer por sua confiança em compartilhar suas dúvidas. Fico muito feliz que você goste de ler e tenha esse hábito em sua vida. Me identifico muito com você, já que sempre tive que dar meio jeito para ler. O bom é que nunca desisti desse hábito e ao longo dos anos se tornou ainda mais forte.

Leitora: Me sinto um pouco insegura quanto às escolhas de minhas leituras e tenho medo de ler alguns temas que podem parecer polêmicos. Não por mim, já que tento ser bem imparcial, mas sim pelos outros. 

A questão é essa: você precisa mesmo ser imparcial. Tenha cabeça aberta quando for conhecer uma nova história. Lembre-se que nenhuma será igual a outra, mesmo que tenha suas semelhanças. O assunto é polêmico? Não tem problemas, afinal os livros estão ai para isso mesmo: tire suas próprias conclusões!


Leitora: O que podem achar de mim? Essa é a questão de tudo. 

Não pense dessa maneira, afinal você ganha muito ao ler um livro. Mais conteúdo, entretenimento, aprendizados e afins. Se alguém falar algo negativo, apenas releve. Essa pessoa não sabe o que está perdendo.

Leitora: Mas o problema principal é: acho que meu namorado poderia não gostar que eu lesse um livro do tipo erótico ou algum gênero mais forte. Você acha que eu devo conversar com ele? É que estamos a pouco tempo juntos e não sei se ele vai entender o quanto amo ler.

Você já tentou conversar com seu namorado sobre seus gostos literários? Diálogo é tudo em uma relação, afinal de contas um sempre deve apoiar o outro em suas decisões e afins. Concorda? Por exemplo, meu namorado não gosta de ler, mas não é nem por isso que ele vai exigir que eu pare ou brigue por isso. Compreensão sempre é necessário.

Qual a opinião de vocês?


4 comentários:

  1. que legal, muito bacana porque vc ta falando de leitor pra leitor e essas são dúvidas e angustias comuns a nós!
    muita gente me acha insana de passar meu tempo lendo em vez de sair, dizem que sou velha pra idade que tenho, mas eu me sinto bem assim e então tanto faz o que pensem, ganho meu dindin e gasto no que quiser! sobre os polêmicos lembro de quando falei pras amigas que li 50 tons todas me olharam daquele jeito de rabo de olho, mas nem ligo, eu gostei e pronto!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fê gostei da ideia do post, mas pelas perguntas sua leitora deve ser bem novinha não é!!!???? Mas de forma geral foi interessante.
    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  3. conheço muita gente como a primeira leitora. eu sempre fui muito incentivada pelos meus pais a ler, mas algumas amigas minhas precisaram encontrar neste vício por minha causa, já que os pais não incentivavam. mas está certo ela, não deve desistir não!
    esse negocio de livros com assuntos polêmicos é complicado mesmo, mas acho que devemos ler mesmo assim. as vezes prefiro deixar de ler este tipo de livros em casa, para não passar por coisas constrangedoras. já passei por isso algumas vezes :S
    meu namorado não gosta de ler, mas me respeita. ele gosta de jogos de video game, e eu, apesar de as vezes achar que ele exagera com isso e me deixa um pouco de lado, eu intendo, porque sei que ele já passou por isso com relação à mim. mas também o fato que é estamos a mais de 5 anos juntos, e como sempre conversamos sobre tudo, um intende o outro...
    também acho que se deve conversar com ele sobre isso. nada melhor do que se intenderem conversando, e não brigando!

    ResponderExcluir
  4. Olha eu realmente acho que ela deve fazer o que quer independente do que o namorado queira ou não. Ela é dona de si mesma, e ele tem que entender isso.

    E não acredito na ideia de que existem temas polêmicos, mas sim pessoas chatas e conservadores que só servem para atrasar o avanço da sociedade.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo