2 de outubro de 2014

Resenha: Garoto encontra garoto - David Levithan @galerarecord

Informações do livro:
Título: Garoto encontra garoto
Título original: Boy Meets Boy
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 240




Sinopse: Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola... E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!




Resenha: O autor David Levithan consegue envolver o leitor por sua escrita envolvente, divertida, inspiradora, esperançosa, descritiva e sutil, entre tantas outras características. Claro que não seria nem um pouco diferente em “Garoto encontra garoto”. A história deste livro pode parecer simples, mas a forma como a narrativa apresenta os fatos chama a atenção principalmente por causa da profundidade de emoções e a exploração de alguns conflitos, contradições e dramas diversos.

A ambientação otimista parece um tanto surreal, por isso é muito interessante conhecer um lugar tão especial e alegre, que não liga muito para as diferenças e escolhas das pessoas. O preconceito pode até existir em poucos casos, mas é muito isolado se comparado com a nossa realidade. Diante disso, o leitor conhece muitas personalidades irreverentes e que, cada um a seu modo, tem muito a acrescentar. Essa grande mistura é justamente o diferencial do enredo.

Paul é o protagonista deste enredo e nos apresenta suas aventuras amorosas e pensamentos engraçados e ousados sobre os mais variados tipos de assuntos. Ele não tem problemas por ser gay – e isso é, de fato, o mais irrelevante – e pode-se dizer até que é bem popular. Seus pais também são compreensíveis e amáveis, como o resto da população da cidade. Ele é um adolescente normal, que não precisa travar batalhas arriscadas para sobreviver: na verdade só tenta encontrar soluções para algumas de suas desconfianças e desejos.

Seus amigos também são muito dinâmicos e o mais interessante é que entendem muito bem os anseios um do outro. Tony é um desses amigos e merece destaque principalmente pela luta por aceitação na família. Kyle é ex-namorado de Paul e não sabe o que pensar sobre seus sentimentos, por isso tenta se aproximar novamente dele. Depois tem Joni, melhor amiga do protagonista que está se afastando por não querer ouvir a opinião dele.

Então Paul encontra Noah num show em uma livraria e a atração é inevitável. O garoto não consegue tirá-lo da cabeça, e tenta encontrar um modo para poder conversar com ele mais uma vez. Assim depois de alguns encontros e outros desencontros, os dois acabam iniciando uma relação forte, só que nesse caminho acontecem alguns fatos inesperados que podem estragar todos os planos.

Há alguns casos que mostram pessoas confusas e com medo de críticas, assim como surgem momentos difíceis por causa de dificuldades inesperadas. A temática gay é muito bem apresentada e em geral, a leitura é fluente, apesar de previsível. O melhor é que ainda garante boas risadas ao longo dos acontecimentos.




“Garotos que amam garotos flertam com garotas que amam garotas. E, independente de você curtir dança de salão ou punk sertanejo, as pistas de dança estão abertas para o que quer que você tenha a oferecer” Pg.10



Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. estou morrendo de curiosidade em ler esta trama!
    é difícil um autor conseguir escrever um livro com um tema tão polêmico e complicado assim né...
    mas eu estou curiosa, principalmente por ver muitos comentários possitivíssimos dele!!!
    preciso ler logo ;~~

    ResponderExcluir
  2. Eu amei sua resenha, me fez realmente voltar atrás e relembrar os fatos que eu tinha lido. Adorei!
    A propósito, tenho uma história no Wattpad com essa temática também... acho a abordagem desse tema super pertinente! ^.^

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo