2 de novembro de 2014

Resenha: Twittando o amor - Teresa Medeiros @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: Twittando o amor
Quando encontros casuais viram grandes paixões
Título original: Goodnight Tweetheart
Autor: Teresa Medeiros
Editora: Novo Conceito
Páginas: 202




Sinopse: O Twitter é uma festa que nunca termina onde todo mundo fala ao mesmo tempo e ninguém diz nada... Abigail Donovan é uma escritora de sucesso. Ela quase ganhou o prêmio Pulitzer e até foi elogiada no programa da Oprah. Então, por que ela passa os dias e noites escondida no chiquérrimo condomínio onde mora, na companhia de seus dois gatos, sem conseguir escrever? Quando o seu editor a obriga a entrar no mundo das redes sociais para expandir seus horizontes, Abby imagina que vai ser obrigada a conversar com adolescentes que teclam escondido do porão de casa. Mas ela acaba conhecendo Mark Baynard, um professor britânico sexy, bem-humorado e inteligente que está viajando pelo mundo em busca de aventura. Abby tenta resistir ao seu charme, enquanto Mark começa a quebrar a resistência dela aos pouquinhos... Inclusive a resistência a se comunicar por meio de mensagens curtas. Agora que Abby voltou a escrever e a viver, ela descobre que Mark guarda um segredo que poderá mudar para sempre a vida dos dois.




Resenha: Twittando o amor” não estava na minha lista de leituras recentes, principalmente porque estava mais empolgada para ler outros títulos dos últimos lançamentos que chegaram lá em casa da Editora Novo Conceito. O fato é que neste último domingo fiquei com vontade de ler um livro mais leve e com poucas páginas, por isso a minha escolha. No final de contas, acabei me surpreendendo bastante com a narrativa dinâmica e envolvente.

Abigail Donovan é uma personagem peculiar, que possui um estilo requintado e sério e espirituoso, além de ter um domínio incrível sobre seu trabalho. A protagonista está passando por uma fase complicada em sua carreira, isso porque apesar de todo o reconhecimento, ela ainda tenta se recuperar de quase ter ganhado o prêmio Pulitzer.

O problema é que Abigail não está conseguindo produzir muita coisa ultimamente, assim como sua autoestima anda bem baixa. É fácil perceber que está faltando algo mais e ainda bem que seu editor percebe isso na hora e a faz se revolucionar um pouco mais. E é justamente por isso que as coisas começam a mudar – para melhor. Seu editor teve uma ótima ideia quando resolveu criar uma conta no Twitter para a escritora, mas a pergunta é: como ela ainda não a tinha?!

E é justamente nessa rede social tão imprevisível, que Abigail conhece Mark Baynard. Ele diz ser professor e logo os dois demonstram ter uma afinidade incrível um com o outro. Assim, eles começam a se relacionar por meio de mensagens, fazendo com que o romance fique cada vez mais perceptível e cheio de intimidades. Claro que também dá para tirar várias conclusões e mensagens reflexivas sobre essa temática, afinal os dias atuais estão cheios de encontros assim.

Os diálogos (como tweets adoráveis e repletos de referencias) engenhosos, charmosos e irreverentes são os pontos mais divertidos em cena. Detalhe: os tweets obedecem a regra mesmo: não ultrapassam os 140 caracteres. O mais interessante é que os dois tem a oportunidade de se conhecer mais profundamente, sem que haja a primeira impressão da aparência e/ou ações realizadas num primeiro encontro.

Confesso que a capa desse livro não me agrada muito, apesar de ter tudo a ver com a trama. O caso é que a história começa a ficar tão interessante que a gente nem percebe o tempo passar. Ou melhor, no final (que a propósito, é bem emocionante) acaba mesmo desejando que tenha mais páginas de muito entretenimento, humor, romance e carisma.



“Ela olhou para o calendário em sua mesa. Ainda era segunda-feira. Tinha quatro dias para decidir se iria ou não aparecer no horário combinado ou trocaria sua ciberpaquera por um homem real, que pudesse oferecer a ela mais que somente palavras em uma tela.” Pg.58


Classificação SEL: 4/5


5 comentários:

  1. Oi, Fernanda!
    Quando recebi esse livro aqui em casa, foi bem isso que imaginei: uma leitura leve e rápida. Gostei da sua resenha e acho que vou dar prioridade nessa leitura. Fiquei bastante curiosa pra descobrir qual é esse final emocionante!
    A propósito: também não gostei muito da capa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu já acho esta capa uma graça! Muito fofa! Não é um livro que eu vá correr para ler, mas é um livro que me interessa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Essa é a primeira resenha que leio desse livro e confesso que adorei saber sua opinião. Acabei ficando curiosa e concordo que não o compraria pela capa, apesar de gostar dos pássaros. Valeu pela ótima dica querida!!!

    P.s. Te espero lá no blog, saudades de seus comentários!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  4. sério que você não gostou da capa? admito que ela me interessou logo de cara, e fiquei desejando o livro sem nem conhecer a sinopse direito hahaha
    mas agora, depois de ler sua resenha, fiquei mais curiosa ainda. parece ser um livro leve mesmo, e bem gostoso de se ler...
    nos tweets que aparecem no livro são igual ao do twitter mesmo, com todos os detalhes igual ao do site??

    ResponderExcluir
  5. Eu preciso/quero esse livro. Mas só por motivo de: Eu conheci/me apaixonei pelo meu namorado através do Twitter. Se não fosse essa rede social minha vida estaria muito diferente hoje. *-*


    Cantar Em Verso . Fbook Cantar em Verso

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo