7 de abril de 2015

Tubarão por Peter Benchley @DarkSideBooks

Sou muito fã do trabalho realizado pela Dark Side Books, por isso adoro compartilhar as novidades dessa editora tão fantástica. Vem conferir:

Devore ou seja devorado. Tubarão foi o filme que mudou o cinema para sempre. Foi o filme que lançou o conceito de arrasa-quarteirão de verão e transformou um ex-diretor de televisão, Steven Spielberg, em um dos mais famosos cineastas do mundo. O filme de maior bilheteria da história, na época de seu lançamento, Tubarão foi o primeiro filme do tipo ‘high-concept’, que é um filme cuja história pode ser facilmente descrita em poucas palavras ou em uma simples imagem. Sempre imitado, Tubarão tornou-se o padrão para todo arrasa-quarteirão que veio depois. E permanece um dos maiores filmes de todos os tempos. Chegou a hora de conhecer sua origem. 


Você não está vendo, mas ele está lá no fundo, observando suas pernas se mexerem nas águas turvas. A mais perfeita máquina assassina da natureza, o predador que mantém seu posto no topo da cadeia alimentar desde a época dos dinossauros. Um torpedo de carne, ossos e dentes. Não há para onde fugir. Se você sempre devorou livros, chegou a hora da revanche. 

Tubarão é o clássico romance de Peter Benchley que deu origem ao primeiro blockbuster de Steven Spielberg. Mas, mesmo antes do sucesso na telona, o frenesi alimentar de Jaws se transformou num fenômeno de vendas. O best-seller internacional foi o principal responsável em elevar a fera de barbatanas dorsais ao status de perfeita encarnação do mal. Se já existiu um bicho-papão na natureza, ele está dentro d’água. 

A história se passa em Amity, um balneário ficcional situado em Long Island, Nova York. Quando o corpo de uma turista é encontrado na praia o chefe de polícia Martin Brody ordena o fechamento das praias da região. O prefeito Larry Vaughan, porém, mais preocupado com o dinheiro dos veranistas, consegue abafar a notícia e libera o banho de mar na cidade. O banquete está servido. O impacto dessa obra pop foi tão violento, que gerações passaram a pensar duas vezes antes de cair no mar. O resultado, além das intermináveis semanas do tubarão na TV a cabo, foi a perseguição desenfreada a esses peixes de dentes afiados. Benchley se tornou um ativista contra a matança indiscriminada dos tubarões. 


Ao completar 40 anos, Tubarão volta às praias brasileiras com aquele toque feroz que só a DarkSide® Books consegue dar. Em duas versões: Limited Edition (capa dura) e Classic Edition. Peter Benchley (1940-2006) pertence a uma das famílias literárias mais celebradas dos EUA. Seu avô foi o humorista Robert Benchley e seu pai, o romancista Nathaniel Benchley. Jornalista de sucesso, estreou na ficção com Tubarão (1974) e, com Carl Gottlieb, escreveu o roteiro da adaptação para os cinemas, sucesso instantâneo. Seu interesse pelos oceanos – presente em todos os seus romances – data da infância, quando frequentava as praias da Costa Leste durante o verão. Escreveu dezenas de romances, muitos deles best-sellers, incluindo The Deep, Island, The Beast e Shark Trouble. Ao anunciar sua morte, em 2006, o obituário do New York Times informava que Tubarão já havia superado a marca de 20 milhões de exemplares vendidos.

Mais informações


Você sabe que o tubarão está perto demais quando dá pra ver a barbatana. Ansioso para o próximo lançamento da DarkSide®Enquanto Tubarão não chega, imprima este marcador de páginas exclusivo que a editora preparou para os leitores, com imagem em alta resolução.

Compartilhe com os amigos. E muito cuidado ao entrar na água.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo