14 de abril de 2016

Resenha: Outro dia - David Levithan @galerarecord

Informações do livro:
Título: Outro dia
Título original: Another Day
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 326






Sinopse: Um dos mais inovadores autores de livros jovem adulto e o primeiro a emplacar uma trama gay na lista do New York Times, David Levithan retoma a sua mais emblemática trama em "Outro Dia". Aqui, a já celebrada — com várias resenhas elogiosas — história de "Todo Dia" é mostrada sob o ponto de vista de Rhiannon. A jovem, presa em um relacionamento abusivo, conhece A, por quem se apaixona. Só que A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Mas embarcar nessa paixão também traz desafios para Rhiannon. Todos eles mostrados aqui.



Leia também:
Todo dia #1 Todo Dia - David Levithan (Galera Record)


Resenha: Outro dia”, de David Levithan, apresenta um novo ponto de vista diante da história que foi apresentada em “Todo dia”. E como esperado, a obra não poderia ser mais carismática, sincera e igualmente reflexiva. E é muito interessante poder conferir os pensamentos, questionamentos e receios de uma personagem tão importante quanto “A”.


Rhiannon não deixa de ser conhecida pelo leitor que leu Todo dia, especialmente porque é compreensível o entendimento sobre seus próprios dilemas vivenciados. Entretanto, por mais que a história já seja conhecida, é relevante para conhecer mais sobre sua personalidade, atitudes, sentimentos e demais escolhas essenciais.


Pensei muito sobre qual narrativa seria melhor: a de “A” ou de Rhiannon. Porém, percebi que não é possível fazer esse tipo de comparação. As duas são muito bem valorizadas e suas experiências diferentes garantem uma empolgação ainda maior. “A” tem uma vida complicada diante de suas trocas de corpos, mas é claro que Rhiannon também precisa ser forte para entender esse aspecto, já que o caminho sempre é muito imprevisível.



O modo como “A” é inserido em sua vida é surreal e ao mesmo tempo torna tudo ainda mais divertido. Ela tem um namorado, Justin, que nunca a tratou tão bem como quando “A” esteve em seu corpo. E foi a partir deste instante que tudo começa a valer a pena. Rhiannon desejava por uma interação que a tornasse especial e é assim que se sente com as novas atitudes de Justin. Claro que ela ainda não tinha noção de que na verdade nunca foi ele e sim “A”.


E é a partir disso que começa a perceber traços de uma personalidade estimulante em pessoas diferentes. “A” faz tudo que pode para estar ao lado da garota que fez com que suas emoções se complicassem tanto. É algo bem positivo, já que ele demonstrou que nunca esteve diante de uma conexão tão verdadeira, e é claro que a mesma coisa pode ser dita sobre Rhiannon.


Existem vários problemas neste relacionamento, principalmente por causa da falta de resoluções dos mesmos. Não é nem um pouco fácil se apegar a alguém que pode estar em qualquer corpo no dia seguinte. Mas isso é só o começo e o que diferencia tanto esse enredo. Mesmo porque o autor questiona o leitor sobre o que realmente importa numa relação e como a mesma deve ser aproveitada.


O tempo também é um grande destaque, como a própria protagonista se manifesta e entende aos poucos. De fato, as reflexões estavam presentes em Todo dia, mas também são bem marcantes neste volume. E, para quem ainda tem dúvidas sobre Todo dia, pode ter certeza que é tão maravilhoso quanto Outro dia.

Classificação SEL: 5/5


20 comentários:

  1. Eu amo tanto Todo Dia! Achei incrível o que o Levithan fez. Mostrou que independente do que somos por fora, o que importa é a alma, e o amor não tem características físicas. Quero muito ler essa continuação e ver tudo pelo ponto de vista da Rhiannon!

    Beijos
    Jana Teixeira - Aquela Borralheira

    ResponderExcluir
  2. Embora eu tenha adorado o livro Todo dia e foi uma das minhas melhores leituras da vida, nunca tive curiosidade em relação a vida da Rhiannon. Não porque ela não fosse interessante, mas porque o A passava por tantas outras vidas, com problemáticas bem mais acentuadas, que para mim, ela era apenas a garota que fazia parte de um "triangulo amoroso". Quero muito ler este livro, mas não por causa da premissa e sim por causa da escrita do Levithan, que é visceral e original.
    Adorei suas considerações e gostei de saber que as reflexões do primeiro livro, também estão neste volume aqui.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oie, que bom ver uma avaliação tão positiva sobre esse livro. Eu ainda não li todo dia mas estou já curiosa com esse chamado Outro dia, e que bom que vemos mais sobre as escolhas e sentimentos da protagonista. Confesso que sempre me dá um super medinho de ser repetitivo porque é basicamente a mesma história com pontos de vista diferentes. Anotada a dica e vou querer assim que terminar o todo dia.

    ResponderExcluir
  4. Que bom que gostou também desse novo ponto de vista. Não li Todo Dia, apesar de ter interesse. Porém Outro Dia já não me despertou tanta curiosidade.

    Pode ser que quando eu conhecer o primeiro livro ela surja. Por enquanto vou deixar só a dica anota mesmo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Li Outro Dia recentemente e amei essa leitura!
    Achei a história muito linda e a narrativa do autor é muito fluida também.
    Ao contrário de você eu não li o livro Todo Dia, apesar de ter muita vontade de realizar essa leitura.
    Mesmo não tendo lendo o Todo Dia, a leitura não foi confusa e nem deixou de ser menos especial, pois eu adorei o A e a Rhiannon.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Fê, eu conheci esse livro fazem poucos dias mais ainda não li, nem o anterior (claro rs) mas fiquei muito curiosa com toda essa situação. Geralmente eu me decepciono com livros que apenas mudem o ponto de vista do personagem, mas pelo que percebi esse não será assim. Os dois parecem ser maravilhosos e estou muito curiosa para ler a ambos. Espero poder dizer que gostei =D

    ResponderExcluir
  7. O único livro que li do autor foi "Will & Will" com o John Green, mas faz tempo que quero ler algum trabalho dele solo e esse livro tá na minha lista, já que gostei da escrita dele em "Will & Will", e pela sua resenha vou gostar mesmo. Achei bem legal fazer um livro sobre o ponto de vista de outro personagem. Eu não sabia direito qual era a história dos livros, mas já achei interessante um personagem estar dentro do corpo do outro, me lembrou A hospedeira.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  8. Olá Fê,
    Não tenho dúvidas de que Outro dia é maravilhoso. Acho que a reflexão nesse livro é ainda maior que no primeiro. O fato de a Rhiannon precisar compreender e aceitar que, não importa a vestimenta, A sempre será seu amor é incrível. Eu acho que é um livro que diz muito sobre amar de verdade. Amar o interior da pessoa.
    Adorei sua resenha, ela conseguiu me deixar, ainda mais, curiosa para ler o livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Adorei Todo dia e não vejo a hora de ler esse livro.
    Por mais que seja diferente do outro, estou muito curiosa para ter um pouco mais de detalhes desses dois personagens tão marcantes.
    Adorei suas impressões e vou arriscar sim.
    Amei as fotos <3
    Beijinhos
    Rizia - http://www.livroterapias.com/

    ResponderExcluir
  10. Ei fê, ja ouvi falar muito sobre esse autor e suas obras que fazem a gente parar para refletir, esses não são meus livros preferidos, mas a sua indicação me chamou atenção, gostei muito da capa, a combinação de cores deixou um gostinho de "Me leia" Gostei dos pontos que você explorou, aguçou a minha curiosidade, quem sabe não procuro pra ler né? Um beijo <3

    ResponderExcluir
  11. Oi, estou querendo muito ler esse livro, já que li Todo Dia e amei e também fiquei angustiada com aquele final não final. Acredito que agora a historia sendo narrada por Rhiannon deve trazer mais riqueza a historia e o fato de como A se apresenta na vida dela deve ser uma loucura dentro da cabeça dela. Estou ansiosa para ler e depois da sua resenha, vou correndo ler logo esse livro.
    bjus

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Estou lendo muitas resenhas dos dos livros e eles estão super recomendados! Super me interessei pela história, e já está na minha lista de leitura. Meu primeiro contato com o David Levithan foi no livro Will & Will em parceria com o John Green e eu gostei bastante.

    Parabéns pela resenha =)

    http://www.booksimpressions.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiie Fê, tudo bem? Gostei muito do enredo dessa obra, e tambem de Todo Dia, achei tão bem elaborada a estória que estou com muita vontade de lê-lo. Gostei mais ainda de saber que os dois livroa sao por olhares diferentes fazendo a gente entender melhor o que cada personagem sente e pensa. Adorei.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá tudo bem?
    Eu ainda não li nem mesmo o primeiro livro, mas ele está na minha lista tem uns 2 anos; Espero poder ler eles ainda esse ano.
    Que bom que tanto a narrativa de A como a da personagem são narrativas boas, eu adorei a premissa do livro, acho que estar na pele de ambos deve ser horrivel.
    E realmente não deve ser um relacionamento fácil.
    Fiquei muito feliz com sua resenha e recomendação, vou sim ler o primeiro e o segundo volume.
    Amei a resenha e as fotos..

    ResponderExcluir
  15. Oie, Tudo bom??

    Eu não li o primeiro livro, todo dia, por achar que não faz muito meu gênero de livro. Mas se eu for ler algum dia, eu fico mais tranquilo pelo livro seguinte ser um centrado, e não se perder dentro do enredo, já que alguns livros tendem a se repetir um pouco da historia do livro anterior!

    =)

    ResponderExcluir
  16. Eu acho bem legal a premissa de Todo Dia porém enrolo muito para pegar para ler, a cada resenha entusiasmada de Outro Dia fico com mais curiosidade para saber a história de A, é bom ver que o livro consegue ser tão encantador quanto o primeiro e conseguir ter muita coisa a contar, mesmo já sabendo o que ocorreu.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Fê

    Li o primeiro livro quando lanço e devo dizer que foi uma das minhas maiores decepções literárias. Não conseguia entrar na minha cabeça essa situação toda do A e muito menos como poderia ter um romance com uma pessoa assim. Não tenho interesse de ler essa continuação e vendo sua resenha percebo que ele tem mais a oferecer e parece ser diferente do primeiro. Como disse me decepcionei de mais e tenho medo de me frustar novamente.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá!! :)

    O que é realmente importante numa relaçao? Bem, parece uma boa forma de nos fazer pensar sobre isso! :)

    Adorei que seja de reflexao mas nao apenas isso... Uma historia! E MUITO BOA, por sinal!! ahah 5 estrelas, hein? :)

    Na verdade, nao deve ser uma situação nada facil...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  19. Olá tudo bem?

    Me lembro que quando lançou o primeiro livro fizeram uma baita propagando junto com booktubers e estava doido pra ler. Mas ai as resenhas estavam tão negativas que nem quis mais ler. Vendo suas impressões quanto ao segundo percebo que a estória tem muito a oferecer. Darei uma chance pros livros.

    Everton equipe Rillismo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Eu lembro que o primeiro livro nunca tinha despertado tando interesse em mim, mas de uns tempos pra ca ando louca de vontade de ler esse novo lançamento, principalmente por ser o pov da garota e saber como ela se sentia com a mudança de corpo do rapaz, como sua vida ficou melhor depois de conhecer ele. Espero que eu consiga ler esse ano este livro, pois a história parece ótima

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo