13 de junho de 2016

Resenha: O livro dos negros - Lawrence Hill @primaveraeditor

Informações do livro:
Título: O livro dos negros
Título original: The Book of Negroes
Autor: Lawrence Hill
Primavera Editorial
Páginas: 408





Sinopse: O Livro dos Negros conta a história de Aminata Diallo, uma das personagens femininas mais fortes e marcantes da ficção contemporânea. Aminata foi sequestrada, ainda criança, na África, e vendida como escrava na Carolina do Sul. Após a Revolução Americana, ela foge para o Canadá e escapa da vida de escrava para tentar uma nova história em liberdade. O livro traz uma história que nenhum ouvinte e nenhum leitor esquecerão. O nome “O Livro dos Negros” se deu devido ao documento histórico, mantido por oficiais navais britânicos, ao fim da Revolução Americana. O documento oficializou os negros que serviram ao rei na Guerra e fugiram para Manhattan, no Canadá, em 1783. Apenas os negros que estivessem no Livro dos Negros poderiam escapar e conseguir sua liberdade. Aminata Diallo percorre toda uma longa trajetória com a finalidade de conseguir entrar no livro dos negros e conquistar sua liberdade. A obra, marcante e inesquecível, tornou-se uma miniserie de sucesso nos Estados Unidos. Dirigida e escrita por Clemente Virgo (The Wire) e protagonizada pela atriz Aunjanne Ellis e Cuba Gooding
Jr., vencedor do Oscar em 1996.



Resenha:O livro dos negros”, de Lawrence Hill, é um livro muito forte, e que desperta inúmeras sensações para o leitor – tantas que nem saberia descrever todas –, visto que a temática é tão dura, realista e extremamente sentimental É o tipo de obra recomendado para qualquer pessoa, ainda mais por conter tantas reflexões ao longo de suas páginas.

Aminata Diallo é uma personagem inesquecível, especialmente porque sua narrativa sutil e ao mesmo tempo determinante, leva o leitor a perceber as experiências mais complexas diante da humanidade. Suas recordações garantem episódios marcantes e uma ambientação séria e com várias discordâncias em seu caminho tortuoso.



O livro dos negros é dividido em livro um, livro dois, livro três e livro quatro, ou seja são passagens importantes e que merecem uma  exploração maior na vida da protagonista. É algo importante para citar, já que como há essa separação na obra, fica muito mais fácil perceber os acontecimentos e todas as suas implicações.

Há tanto sofrimento que se torna complicado demais comentar sobre os casos, desde abusos, tanto físicos quanto psicológicos, até questões de decisões erradas ou as mais diversas injustiças envolvendo pessoas que nunca tiveram a mínima noção de que é necessário fazer o certo para quem está ao seu redor.



A mensagem mais significativa a respeito de Aminata é que, apesar de todas as dores e de todo o trajeto percorrido – que não foi pouco – ela ainda se manteve firme em suas convicções e conseguiu sobreviver diante  de tantos problemas pelo caminho. E é claro que, infelizmente, sua história, por mais que não seja real, pode se identificada facilmente em nossa própria realidade.

Ainda estou sem palavras para definir essa obra tão admirável. Confesso que no começo, bem no comecinho mesmo, demorei para me envolver com o cenário e personagens, entretanto não demorou muito para que compreendesse as reais intenções do texto e ficasse empolgada com a leitura. Claro que, mais uma vez, a Primavera Editorial está de parabéns por todo o projeto de diagramação.

Classificação SEL: 5/5


26 comentários:

  1. Oi, Fê!
    Nossa, esse livro com certeza vai me fazer chorar. Eu evito ler livros sobre escravidão por que eles me chocam de mais. Eu, como uma mulher negra, me impressiono em como o ser humano foi capaz de escravizar outra raça simplesmente pela cor da pele. Imagino que a história da Aminata seja ao mesmo tempo triste e inspiradora. Fiquei com vontade de ler.

    Beijos
    Aquela Borralheira

    ResponderExcluir
  2. Oie, feh, ja tinha ouvido falar desse livro e ele me interessa muito, a história da aminata desde o sequestro e tudo o que ela passa depois parece ser muito triste e forte, e imagino que sobre os abusos psicológicos e físicos devem ser até difíceis de ler. Mas eu quero muito esse livro, adoro obras fortes.

    ResponderExcluir
  3. Oi Fe, acho que já tinha visto a capa do livro por aí, mas nem imaginava que a história era tão intensa e também chocante. Gosto demais de leituras assim, mesmo que incomodem um pouco, mas são necessárias para pensarmos em quão privilegiada a nossa vida é. Amei a dica e espero comprar em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie! Puxa que livro forte. Tem uma história que acredito ser bem intensa por conta de tudo que ela passou. Não é um tipo de livro que eu goste muito mas com certeza vou conferir.
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Adoro romances fortes como esse.
    Fico imaginando do que o ser humano é capaz. Sequestrar e vender um semelhante é algo duro demais. Entendo completamente que ele mexe com as nossas emoções!
    Não conhecia o livro, mas já anotei a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oi Fê!
    Nossa que livro forte! Imagino que a emoção não deva dar trégua durante a leitura ainda mais por ser uma história de não ficção.
    Fiquei interessada demais mesmo sabendo de todas as tristezas que o livro contém e que você nem encontrou palavras para descrever.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Já vi vários blogs falando dessa obra e confesso que ainda não li, mas esse assunto é muito importante abordar não só com quem tem mais idade, mas também com os pequenos "ou melhor, as crianças".

    Ótima resenha! Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  8. A sinopse e a resenha me lembraram muito o livro de Alice Walker: A cor Púrpura. Acredito que ambos seguem o mesmo estilo literário!
    Reflexivo, inspirador e de alto valor cultural. Ainda não tive a oportunidade de lê-lo!
    Acreditamos que se trata de uma realidade distante, mas, se analisarmos bem, seremos capazes de perceber que esses atos de barbárie com um semelhante, infelizmente, ainda acontecem!
    Parabéns pela resenha.
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Interessante o assunto que o livro fala. Acho que esse deveria ser um livro lido por todos porque ainda sim, hoje em dia os negros são vistos com outros olhos, ainda que seja menos que antigamente. Espero ler em breve para poder apreciar também a obra.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Fê, eu já tinha ouvido falar a respeito da obra, mas não me aprofundei acerca do enredo. Apesar de ter uma narrativa forte, o que vai me levar as lágrimas certamente, tenho vontade de ler esse livro e compreender um pouco mais da vida de Aminata. Fico feliz em saber que você gostou, mesmo o livro tendo uma temática tão dura e real. Vou anotar a dica pra ler depois.
    Beijos.

    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  11. Oiii!

    Eu não li esse livro ainda, mas tenho bastante curiosidade! Acho que é uma obra muito válida!
    Deve ser uma leitura impactante e bem proveitosa. Gostei da sua resenha e da forma como falou sobre o livro, a dica está anotada e com certeza eu vou querer me aventurar nessa obra.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá Fê,
    Sempre que leio livros com negros e histórias deles fico encantada. Isso se deve pelo fato de sempre me ver refletindo sobre a força que essas pessoas têm. Já passaram por coisas inimagináveis e, ainda assim, mantém sua fé e firme em suas convicções.
    Gostei da divisão do livro dessa forma que você disse e, claro, anotei essa dica, pois acho que vou amar essa leitura.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Fiquei tão emocionada com sua resenha, lembrei de um filme com temática semelhante e isso acabou me dando muita vontade de ler. Livros assim me prendem, cativa me faz lembrar da nossa realidade e abri os nossos olhos para as pessoas do nosso lado, e imaginar que aquela situação pode ser a dela. Muito obrigada pela dica, por conseguir transmitir a essência do livro com suas palavras. Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Tinha visto este livro antes, e ele parece ser tão lindo e emocionante :/ fico feliz em saber que você gostou tanto dele, conseguiu me deixar ainda mais animada. Por mais que histórias sofridas sejam muito tristes, acho que, saber que elas foram superadas nos dá um tiquinho de esperança, né?
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Fê,
    Já tem um bom tempo que eu quero muitooo mesmo fazer essa leitura.
    Acredito que o receberei em breve pelo fundo falso e mal posso esperar, a cada resenha que eu leio essa vontade de intensifica e eu sei que essa será uma leitura que irá mexer muito com os meus sentimentos e me fazer refletir mais e mais sobre a dor do meu próximo e querendo ou não reconhecer que infelizmente a sociedade colocou a nós brancos num patamar superior, aos nossos irmãos e irmãs negros, mesmo que nós sejamos todos iguais. Sem dúvidas esse é um livro pra levar pra vida.

    ResponderExcluir
  16. OI!

    Esse é um livro que tem tempo que quero ler, a temática dele é forte mais tudo que a protagonista vivencia é algo que já aconteceu em outras histórias reais e por isso meu interesse, sei que vou chorar mais como bem ressaltado na sua resenha toda a reflexão nos torna ser humanos melhores. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá, Fê!
    Eu já tinha ouvido falar desse livro por alto, mas não sabia ao certo sobre o que se tratava.
    Achei a premissa dele muito forte, não é o tipo de leitura que costumo/gosto de fazer, não tenho estômago pra tanto sofrimento. Gosto de livros mais leves e divertidos, e com esse, sei que choraria livro inteiro, rs.
    Ainda que eu não pretenda ler o livro, fiquei feliz de saber que a personagem mantém suas convicções. Por um segundo eu achei que fosse uma história real, se você não falasse, eu facilmente acharia isso. Até porque é uma realidade dura, mas identificável...
    Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi, Fê.

    Olha, eu não conhecia o livro, mas gostei bastante da premissa da trama. O livro parece ser bem triste, mas mostra uma luta que o negro passou para enfim ser livre. Saber que a protagonista é feminista me interessou mais ainda. Fico feliz que o livro te emocionou e te tocou. Espero ler em breve!

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Parece ser uma leitura bem intensa, eu confesso que não gosto muito desses livros, eu fico mega incomodada é triste demais sabe, e bate aquela raiva dentro que dá vontade de entrar lá e resolver as injustiças. É um livro que mostra pelo que os negros passaram e lutaram, apesar de triste é necessário saber dessa história.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. só pelo titulo já vi que realmente é inesquecível, e saber que a personagem é assim animou meu dia, apesar de toda luta que eles tiveram antigamente por causa da cor, ainda infelizmente existe preconceitos pessoas racistas, para i m achei importante saber que o livro é dividido assim torna a leitura mais rápida erando conhecimento de massa

    ResponderExcluir
  21. Oie!
    Eu já conhecia essa publicação, por outra postagem que vi da editora. Inclusive, percebi que a temática é daquelas que deixa o leitor incomodado, sem saber como se sentir diante de tudo o que livro traz nos assunts. Leitura mais que obrigatória para todos.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  22. Nossa parece intenso, um livro um tanto histórico e de importância cultural, seria uma leitura realmente agradável intelectualmente falando, a capa ficou bem chamativa e linda, gostei da sua resenha, parece que o livro passa sentimentos fortes e conflitantes constantemente... obrigado pela dica...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi!
    Eu ainda não conhecia o livro, mas parece ser uma leitura intensa e realmente cheia de temas para reflexão. Por mais que não seja uma história real, é triste pensar em tudo que os negros realmente sofreram, fico feliz que livros assim surjam para mostrar essa realidade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bom?

    Adorei sua resenha! Não conhecia esse livro, mas já coloquei na minha lista de futuras leituras. Quase chorei lendo o que você achou do livro, então imagina como ficarei depois de ler a história de Aminata? Nunca li nada parecido com esse livro, mas como adoro histórias de mulheres fortes, sei que me surpreenderei com ela <3

    Obrigada pela dica. Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi linda,

    A resenha soube muito bem retratar o contexto do enredo do livro e o sofrimento da personagem e isso me deixou bem curiosa pela leitura, porque traz uma verdade cruel e brutal e isso sempre me deixa fascinada pelas histórias, porque em si isso nos ensina grandes lições de vida.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Olá!!

    Eu venho me apaixonando pela editora! As publicações sempre são cheias de "coisas a ensinar"! Tenho curiosidade por esse livro! Mas confesso que não tinha lido resenha sobre ele, e pensava ser biográfico! Agora que descobri que a protagonista anão é real!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo