9 de julho de 2016

Como procurar um cachorro perdido – por Rosa Howard - Ann M. Martin @plataforma21_

Informações do livro:
Título: Como procurar um cachorro perdido – por Rosa Howard
Título original: Rain Reign
Autor: Ann M. Martin
Editora: V&R Editoras             
Selo: Plataforma 21
Páginas: 228





Sinopse: Rosa Howard tem quase 12 anos e é obcecada por regras, especialmente as da língua – um sintoma de seu diagnóstico de autismo. Nem todos entendem bem as obsessões de Rosa e tudo que a torna diferente. Suas professoras, as outras crianças e até mesmo seu pai – uma figura distante, apesar do convívio diário – têm muitas dificuldades em lidar com ela. Felizmente, seu querido tio Weldon e sua cachorra Poça estão sempre presentes. Porém, quando uma tempestade terrível atinge a cidade onde Rosa vive, Poça desaparece. A menina não tem dúvida: seu pai não deveria ter deixado Poça sair de casa no meio de uma super tempestade. Rosa precisará encontrar sua cachorra, mesmo que isso signifique quebrar sua rotina e ir a lugares onde ela não está acostumada. E, quando tudo parece estar resolvido, ela encontra os antigos donos da Poça… Como procurar um cachorro perdido – por Rosa Howard é uma narrativa poderosa e emocionante, contada de forma brilhante através dos olhos de uma menina autista.


Resenha: Como procurar um cachorro perdido – por Rosa Howard”, de Ann M. Martin, não poderia ser mais emocionante, complexo, divertido, sensível e carismático. E é claro que poderia citar inúmeras características a respeito da obra e suas sensações, entretanto acredito que é difícil expressar tudo em poucas palavras.

Rosa Howard é uma menina tão especial que chega a ser complicado escrever sobre sua personalidade. Não é nem porque ela tem autismo ou por suas manias, estas que podem incomodar um pouco quem está ao seu redor. Mas essas pessoas nem ao menos tentam entende-la o que dificulta ainda mais. Ela é diferente sim, mas a intenção não é somente destacar sua condição e sim o modo como se esforça para fazer as coisas da maneira mais correta possível, mesmo porque é muito inteligente.

Claro que o autismo se faz determinante nessa página, tanto é que nas últimas páginas do livro é possível conferir uma nota da autora onde deixa claro que pesquisou bastante para escrever e se aprofundar nesse cenário. Também vale a pena conferir a nota da edição brasileira, sendo que há algumas explanações sobre a obra de um modo geral.



Não é um livro que explica como procurar um cachorro e sim todos os significados que estão por cima disso. É muito mais real do que poderia imaginar e é por isso que fiquei tão empolgada com essa leitura. E no final dá uma vontade enorme de indicar esse livro para todos, o que com certeza é mais do que indicado mesmo para todas as idades, especialmente por ter uma linguagem bem acessível.

As reflexões são fortes, o que deixa a leitura ainda mais interessante. São situações que envolvem laços de amor, tristezas e exclusão, entre outros. E é claro, já preciso avisar que pode arrancar algumas ou várias lágrimas em determinados momentos. Mas acredite: isso já é mais do que esperado nesse cenário.

Me surpreendi bastante sobre o quanto gostei da trama, especialmente porque não tinha expectativas sobre o enredo, e afirmo que foi mesmo uma leitura maravilhosa. É uma história sutil e com uma carga emocional muito bem equilibrada. O desenvolvimento é intrigante e todos os elementos se complementam.  Enfim, é um livro extraordinário!

Classificação SEL: 4/5


16 comentários:

  1. Frederico Brison9 de julho de 2016 10:59

    Meu comentário não irá para a tua resenha e sim para você. Valorizo o que você faz aqui, o que muito outros fazem hoje em dia, através de blog ou canal do youtube. Esse trabalho desperta o interesse na leitura, atiça a curiosidade, o que resultará no carinha indo lá, adquirindo o seu exemplar, e lendo. Uma leitura não muda o mundo, mas o hábito de ler, sim. Continue!

    ResponderExcluir
  2. Olá Fê,
    Que livro mais incrível. Ainda não li nenhuma obra com um personagem autista e gostei muito de conhecer um pouco mais dessa obra que parece ser tão incrível e envolvente. Achei muito legal saber que as reflexões são fortes e conhecer quais são as situações desenvolvidas na trama.
    Anotei a dica, pois amei tudo o que você disse.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  3. Oi Fê,
    Confesso que pelo título nunca poderia imaginar que o livro fala sobre o autismo. O que com certeza deve gerar uma ótima surpresa.
    Eu diariamente estou no meio de pessoas autistas, e sei como elas se esforçam para ultrapassar suas próprias barreiras. Gosto da possibilidade de observar o tema com o olhar da autora e suas reflexões sobre o assunto, ainda mais por ter uma linguagem mais acessível, por isso me interessei pelo livro, e espero, que assim como você, o livro me surpreenda.
    Livreando | Facebook

    ResponderExcluir
  4. Olha, devo confessar que compraria o livro somente pela capa e pela sinopse. Depois que li sua resenha, então... Sou suspeito a dizer, pois sou apaixonado por cachorros e todos os livros que abordam temas de nossos amigos de quatro patas, estou sempre me aprofundando.
    Gostei muito do ponto em que você disse que a autora estudou muito sobre o autismo para criar a personagem principal da obra... E, também, posso imaginar seu sofrimento ao perder o seu amiguinho... Acredito que a intensão é ver o comportamento da personagem principal em meio à tormenta de passar por situações complicadas!
    Não vejo a hora de ter a experiência das emoções que Rosa transmite em busca de seu cãozinho, tenho certeza que irei aprender muito com esse exemplar!
    Obrigado pela dica e parabéns pela publicação.
    Grande abraço,
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  5. Oi Fê!
    Que livro lindo! Amei sua resenha, me lembrou o livro O Que me faz pular - livro escrito por um menino autista. Venho observando que vem surgindo, ainda que timidamente, livros que abordam o autismo de uma forma sutil, envolvente, mas que também não deixa de ser um tanto profunda e que leva a algumas reflexões. Adorei! Dica anotada!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Esse livro já chamou a minha atenção pela capa e depois de ler a sua resenha (excelente) fiquei ainda mais curioso em ler. Livros com animais sempre me emocionam e acredito que com esse livro não será diferente, adorei o fato da autora trabalhar a questão o autismo (pois é algo que pouco conheço).

    Beijos,
    Luan - Carpe Diem Literário.

    ResponderExcluir
  7. Olá!! Adorei a resenha. Com certeza fiquei com mais vontade ainda de ler esse livro. Amo livros com uma boa mensagem!

    Beijos!
    Lê - https://leelerblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro acredita??
    Adorei! Eu sempre tive um pé atrás em relação aos livros com animais, mas depois eu fui passando dessa fase.
    Gostei de saber que você se surpreendeu! É ótimo quando acontece. A obra parece ser muito bem escrita. Dica anotada

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Fê.

    Quando li o nome do livro já estava me preparando para comentar que não leria o livro porque não gosto de livros com histórias sobre animais, mas me surpreendi ao ver que o enrede é muito mais profundo e que aborda um tema tão atual. Lembro que há pouco tempo a Valentina até fez uma campanha chamada "Leia Passarinha", que é um outro livro que aborda o autismo e que é muito elogiado por aí.
    Que bom que você gostou tanto da leitura e eu me interessei pelo livro. Achei o nome da cachorra o maio barato! hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Fê.

    Quando li o nome do livro já estava me preparando para comentar que não leria o livro porque não gosto de livros com histórias sobre animais, mas me surpreendi ao ver que o enrede é muito mais profundo e que aborda um tema tão atual. Lembro que há pouco tempo a Valentina até fez uma campanha chamada "Leia Passarinha", que é um outro livro que aborda o autismo e que é muito elogiado por aí.
    Que bom que você gostou tanto da leitura e eu me interessei pelo livro. Achei o nome da cachorra o maio barato! hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi linda tudo bem? Adorei conhecer esse livro através bda sua resenha e saber que le trata de um tema tão importante que é o autismo e como as pessoas ainda.nao sabem lidar com pessoas que o possuem. Imagino que deve ser uma leitura bemocionante mesmo e que quando eu for ler coi ter que preparar os lencinhosnpois sou extremamente sensível com histórias de crianças.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Ainda bem que gostaste assim tanto do livro! :) Bem, eu nao conhecia mas ate nao achei a premissa ma... :)

    A verdade e que depois da tua resenha ate quero ler em breve! GOsto de historias assim, com carga emocional bem equilibrada! :) QUe bom que ele te surpreendeu assim tanto! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Acho que eu devo ter lido um ou dois livros com personagens autistas apenas, e ainda não conhecia este, mas adorei a premissa dele. Acho estranho o fato de as pessoas não tentarem entendê-los, parece que eles têm medo do autismo, né? Fico feliz em saber que é real é muito reflexivo, e mais ainda em saber que você gostou, isso me deixou animada, acho que vou lê-lo. Gostei.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Pessoas com autismo normalmente são muito inteligentes mesmo... às vezes os outros não se dão conta disso porque as habilidades sociais deles não são como as esperadas, o que faz com que sejam excluídos por gente realmente nem tenta entender. Me interessei pelo livro, que bom que ele traz reflexões e melhor ainda que arranca lágrimas - adoro livros que têm esse efeito sobre mim. Espero ter oportunidade de ler logo.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá Fê!
    Eu já tinha visto esse livro, mas não tinha lido nada a respeito dele. O tema do autismo sempre me interessou muito e saber que o livro passa uma mensagem extraordinária e é muito reflexivo, só posso dizer que gostaria muito de ter a oportunidade de lê-lo em algum momento. Sou bem emotiva e gosto quando o livro desperta diferentes sentimentos durante a leitura, pois ele sempre tem algo a acrescentar.
    Beijos.

    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  16. Oi Fê
    Eu nunca havia ouvido falar desse livro mas de qualquer forma não é uma leitura que me atrai. Não ando muito animada pra livros comesse tipo de premissa. Mas que bom que você gostou da leitura sua resenha está muito bem elaborada.
    Beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo