14 de julho de 2016

Resenha: A maldição do vencedor - Marie Rutkoski @plataforma21_

Informações do livro:
Título: A maldição do vencedor
Trilogia do vencedor #1
Título original: The Winner's Curse 
(The Winner's Trilogy #1)
Autor: Marie Rutkoski
Editora: V & R Editoras
Selo: Plataforma 21
Páginas: 328



Sinopse: Kestrel quer ser dona do próprio destino. Alistar-se no Exército ou casar-se não fazem parte dos seus planos. Contrariando as vontades do pai - o poderoso general de Valória, reconhecido por liderar batalhas e conquistar outros povos -, a jovem insiste em sua rebeldia. Ironicamente, na busca pela própria liberdade, Kestrel acaba comprando um escravo em um leilão. O valor da compra chega a ser escandaloso, e mal sabe ela que esse ato impensado lhe custará muito mais do que moedas valorianas. O mistério em torno do escravo é hipnotizante. Os olhos de Arin escondem segredos profundos que, aos poucos, começam a emergir, mas há sempre algo que impede Kestrel de tocá-los. Dois povos inimigos, a guerra iminente e uma atração proibida... As origens que separam Kestrel de Arin são as mesmas que os obrigarão a lutarem juntos, mas por razões opostas. A Maldição do Vencedor é um verdadeiro triunfo lírico no universo das narrativas fantásticas. Com sua escrita poderosa, Marie Rutkoski constrói um épico de beleza indômita. Em um mundo dividido entre o desejo e a escolha, o dominador e o dominado, a razão e a emoção, de que lado você permanecerá?


Resenha: "A maldição do vencedor", de Marie Rutkoski, é um livro surpreendente, repleto de detalhes instigantes, assim como acontecimentos reveladores. E antes de mais nada, preciso elogiar essa capa, porque está simplesmente maravilhosa, e foi o que chamou a minha atenção inicialmente, assim como todo o conteúdo gráfico realizado pela Plataforma 21.

Os Valorianos e os Herranis são dois povos totalmente diferentes. Enquanto os Valorianos seguem firmes no caminho da guerra e são totalmente dominantes e estrategistas, os Herranis valorizam a arte de um modo geral, sendo que a música é uma delas. Como esperado, essa divisão acabou custando muito caro e por isso que os Herranis acabaram se tornando escravos de Valória.

Kestrel é uma personagem que se destaca por ser diferente das pessoas ao seu redor, ainda mais por ela não corresponder as expectativas dos outros. E sem contar que ela é apaixonada por música. Seu pai é o poderoso general de Valória, e ele possui a ambição que ela se aliste ao exército. É isso ou casar, mas a garota não pensa em fazer nenhuma das duas coisas, seja porque ela não é boa em lutas ou porque não nutre desejo de casar com ninguém.

A protagonista tem uma personagem marcante, mas não posso deixar de dizer que as vezes ela é muito irritante e um tanto sem noção também. Assim, sem pensar direito e diante de um ato de rebeldia, Kestrel acaba comprando um escravo, e o valor é bem mais caro que o esperado, fato que acaba surpreendendo até a si mesma por ter se deixado levar de maneira tão imprudente. Entretanto, o tal escravo - Arin - a deixa surpresa por revelar que possui um envolvimento com a música


Arin foi uma incógnita para mim e agora percebo que a intenção era mesmo cercá-lo de mistérios. Ele e Kestrel acabam se aproximando bastante, e acontece o romance entre eles, mas de forma bem estabelecida. Apesar de tudo, há coisas bem maiores ocorrendo e que tiram um pouco a atenção dos sentimentos que nascem entre os dois.

Gostei muito da escrita da autora, especialmente por conta do equilibro nas situações. E sobre o título, vale destacar seu significado também, já que faz um grande sentido no enredo. A maldição do vencedor ocorre em leilões, quando o comprador acaba fazendo uma compra muito cara e bem acima de seu valor considerado certo. A pessoa pode estar perdendo bastante em sua escolha, mas ai depende do ponto de vista e do que foi comprado também, especialmente diante de significados.

Confesso que não sabia o que esperar da obra e demorei um pouco a me envolver no enredo, mas logo compreendi a imensidão dos fatos e suas devidas consequências. Foi uma leitura muito válida e é mais do que recomendada para quem curte o estilo fantástico ou para quem está a procura de uma história repleta de elementos marcantes. Claro que estou bem ansiosa pela continuação.

Classificação SEL: 4/5


14 comentários:

  1. Oi Fê, tudo bem?

    Ultimamente tenho ouvido falar muito desse livro. Participo de um grupo de literatura no Whatsapp e lá as meninas tem citado e elogiado muito esse livro.
    Eu ainda não havia prestado atenção na sinopse dele e confesso que achei bem interessante sim a premissa da história. Gosto muito dessa questão de divisões de povos e algo que me agradou muito nessa trama é o fato de haver esse duelo, se assim podemos dizer, da força x a cultura.

    Considero bastante seus comentários sobre os livros que resenha, então vou seguir a recomendação. E, ah, concordo contigo, essa capa é muito bonita e chamativa.

    Obrigada pela dica.
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Esse é um tipo de livro que não gosto muito de ler, mas como você disse, a capa é maravilhosa. Eu acho que compraria só para ter um livro com essa capa na minha estante kkkk. Eu não conhecia a trilogia, mas quando eu resolver sair da zona de conforto eu arrisco em ler esse livro! :D

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fê, parabéns pela sua escrita, primeiramente.
    Achei a capa lindíssima.
    Gosto muito de literatura fantástica, mas o mote não me atraiu muito, confesso.
    É uma saga de quantos livros? Já tem a continuação?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oie Fec!!!
    Estou vendo constantemente esse livro pelas redes sociais nas últimas semanas, confesso que o que me chamou atenção de início foi essa capa. Achei ela linda demais, porém foi só conhecer um pouquinho sobre o enredo para minha curiosidade acouçar de vez.Estou em uma vibe totalmente fantástica nos últimos tempos. Fora que os YAs tem sido minhas principais escolhas de leituras. Espero lê-lo muito em breve ;)
    bjs

    ResponderExcluir
  5. A capa é belíssima, não tem o que ser contestado e muito legal o que falou sobre a explicação do título, porque muitas vezes estas coisas passam despercebidas, já que são temas antigos. mas sobre a personagem, acho que depende de como ela é inserida na história, mas se for chata o tempo todo a história acaba perdendo a graça.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, concordo com você. A capa está bonito, eu gosto de histórias assim e fiquei interessada, ainda mais pela classificação que você deu para o livro. Acho que vai valer a pena.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  7. Oii
    A Capa também foi a primeira coisa que me prendeu, quero muito ler esse livro, o titulo, a capa e sinopse já tinham em muito me ganhado, e agora com a sua resenha e que eu quero ainda mais ler... acho muito interessante ela se apaixonar pelo escravo que comprou, e um pouco triste o povo Herranis se tornarem escravos apenas por que preferem a arte em vez da guerra...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Amo literatura fantástica, e depois de ver essa cara "rodar" pela blogosfera, que por sinal é muito linda, eu estava louca para ler uma resenha dessa obra. Gostei bastante da premissa e suas impressões foram super válidas. Já posso adicioná-la na listinha de desejados.

    Beijos,
    Dai | Blog Virando a Página

    ResponderExcluir
  9. Assim como você começou falando da capa, começarei também: está show!!!
    Que bacana que mesmo o envolvimento não sendo imediato, o livro te ganhou. Não curto muito o gênero fantástico, mas sua resenha me deixou empolgada para conferir esta trama.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá Fê,
    Achei a capa desse livro incrível e fiquei curiosa em relação a história. Achei legal a personagem ter uma personalidade marcante, mesmo sendo irritante e sem noção, às vezes. Acho que, na vida real, somos assim. Outro ponto que me agradou foi o equilíbrio com que a obra parece ter sido escrita.
    Anotei essa dica, pois acredito que vá curtir muito a leitura.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Oie! Eu conhecia a obra apenas por seu título e pelo trabalho da capa - que, confesso, não gostei nem um pouquinho, infelizmente. Seu comentário sobre ser uma obra recomendada aos apreciadores do gênero fantástico me deixou muito curiosa para conhecer o enredo, ainda mais sabendo que o romance entre os protagonistas não é o foco central da história. Gostei bastante dessa divisão de povos e estou ansiosa para saber como isso funciona. A protagonista parece ser interessante, pois imagino que não seja fácil ir na contramão daquilo que esperavam e tanto queriam dela. Fico feliz em saber que você gostou e darei uma chance ao livro se a oportunidade surgir. *-* A resenha ficou maravilhosa!

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  12. Comecei ler ele ontem e como disse é cheios de detalhes a principio eu achei que n iria gostar mas que nada com poucas páginas já estava envolvida ate os pés.

    ResponderExcluir
  13. Oie, feh, eu não sou conhecida por amar fantasia, mas confesso que esse livro me chamou bastante atenção. Fiquei com a impressão de que é um enredo que me envolveria, mesmo que você disse que demorou um pouco, e fiquei curiosa para entender por completo o significado desse título. Espero poder ler logo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Fê,
    Eu quero muito ler esse livro, mais pela capa do que pela história em si, já que até o momento nem sabia do que tratava a história, e agora que li percebo que não é o tipo de história que me cativa de imediato, acredito que teria a mesma dificuldade que você teve, mas saber que com o desenrolar da história tudo fica mais atraente funcionou como uma luz no fim do túnel, apesar disso não pretendo lê-lo imediatamente.

    Abçs
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo