5 de julho de 2016

Resenha: Onde Está Elizabeth? - Emma Healey @editorarecord

Informações do livro:
Título: Onde Está Elizabeth?
Como resolver um mistério sem se lembrar das pistas?
Título original: Elizabeth Is Missing
Autor: Emma Healey
Editora: Record
Páginas: 308




Sinopse: Vencedor do Costa Book Awards e do Premio Salerno Libro dEuropa, o romance de estreia de Emma Healey é uma delicada narrativa sobre memória misturada a um thriller. Maud tem 80 anos e está ficando cada vez mais esquecida. Sua própria filha e sua casa lhe parecem irreconhecíveis, e ela escreve bilhetes para si mesma na tentativa de lembrar do cotidiano. Um dia, um dos bilhetes informa que sua amiga Elizabeth está desaparecida. Embora todos lhe assegurem que ela está bem, Maud embarca numa missão para encontrá-la. A iniciativa, no entanto, acaba se confundindo com a história de Sukey, sua irmã mais velha, desaparecida desde o fim da Segunda Guerra Mundial.




Resenha: Onde Está Elizabeth?”, de Emma Healey, apresenta um thriller psicológico intrigante e repleto de mistérios e segredos. A própria sinopse já é capaz de deixar o leitor bem curioso sobre essa leitura, mas há muito mais a ser explorado no decorrer das cenas, ainda mais porque há períodos distintos no tempo, e esses são capazes de deixar o leitor um tanto confuso – e talvez essa seja mesmo a principal intenção.

Maud já vivenciou muitas coisas em sua longa vida, sendo que ela já possui mais de oitenta anos. A senhora sabe que está ficando com a memória debilitada, o que pode ser considerado normal, então ela escreve bilhetes com detalhes sobre sua vida e os distribui por sua casa. É uma excelente ação para que ela possa tentar lembrar de algumas informações. Entretanto, dados se confundem nesse processo, fazendo com que vários questionamentos sejam expostos.

Então, eis que Maud encontra um desses bilhetes, onde há a pergunta sobre o paradeiro de sua amiga Elizabeth. Em paralelo, há também o desaparecimento de sua irmã, Sukey, e é nesse desdobramento que as informações começam a ser repassadas, e de uma forma meio receosa, especialmente sobre a veracidade das ocorrências.


O suspense se destaca, mas particularmente, o que mais chamou a minha atenção mesmo foi Maud e de sua perda de memória. Acredito que é impossível não começar a refletir um pouco sobre isso, e de como as suas atitudes e pensamentos tornam-se deprimentes demais. As perspectivas garantem momentos obscuros, ainda mais quando não há certeza de nada.

As pessoas que conhecem alguém que passa pela perda de memória também podem se identificar com algumas das sensações abordadas. É uma incapacidade cruel e extremamente triste, por isso, devo afirmar que esse aspecto, na minha opinião, é o mais marcante do livro. Há algumas passagens que deixam uma sensação de desconforto. Maud se sente perdida, e com certeza faz com que o leitor também se sinta de tal maneira.

Resta ao leitor identificar os verdadeiros propósitos da história e perceber como os personagens são afetados pelo tempo. Eu gostei bastante da escrita desenvolvida pela autora. Há um misto de desconfiança e angústia no ar, mas a narrativa sempre se mostrou ser bem simples, apesar de toda a delicadeza e sentimentos por trás da história.


Classificação SEL:4/5


24 comentários:

  1. Oi, diferente essa história né. Muito interessante, e a forma como você descreveu o livro na sua resenha chamou mais ainda minha atenção. Espero gostar do livro.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Oi, Fê! Eu não conhecia o livro, mas ele foi direto para a lista de desejados. Gosto muito de thrillers psicológicos e também dessa pegada mais densa e reflexiva que o livro parece ter por conta da perda da memória da protagonista.

    Beijos, Entre Aspas
    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fê!
    Esse livro tem cara de ser uma dor no coração também, por conta da perda de memória da Maud. Anotei aqui na listinha.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  4. Olá fe, amo thriller, meu gênero favorito, e achei esse interessante demais e já corri pro skoob para marcar como desejado, estou ansiosa para conferir ele, ótima resenha, e obrigada pela dica.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    O livro parece de fato ser bem interessante com esse sumiço de Elizabeth e de Sukey. Mas concordo que o mais tocante mesmo é o fato da perda de memória, sem contar que pessoas idosas começam a ficar debilitadas e a perderem a mesma capacidade de fazer as coisas que tinha quando jovem. E isso realmente os deprime e fazem meio com que desistam da vida, por isso eles precisam ter acompanhamento médico, pois essas coisas são identificadas e os médicos podem até assar algum remédio para que tenham mais ânimo. Achei bem interessante a premissa do livro com essa senhorinha e gostaria de le-lo.


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  6. OI!

    Realmente a capa é bem sugestiva e o suspense me agrada, as particularidades das características dos personagens também me levam a reflexão, tenho receio e medo de que seja assolada na velhice, assim como Maud, por o Alzheimer, realmente é cruel. Beijos e curti a dica.:)

    ResponderExcluir
  7. Oi, Fê! Tudo bem?

    Menina, como assim perder a memória. Imagino que deve ser terrível! :O
    Sua resenha está muito boa e a capa do livro, digamos, interessante, bem característico de dramalhão dos anos 80.

    Beijos,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  8. Oi, confesso que fiquei um pouco confusa para entender a história. Acredito que como você mesma falou talvez seja essa a intenção, no entanto eu já sou devagar, se a história ainda incentiva isso já era kk Eu gostei bastante do fato dele ter perda de memória, acho que esse é um tema bem legal de ser abordado ainda mais quando ele tem que investigar para achar. Me deixou curiosa, procurarei saber mais sobre o livro para tomar uma decisão!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi, já li elogios generosos para com a autora, mas este livro aqui eu desconhecia. Achei mega importante você salientar que apesar do livro ser suspense, o que te chamou a atenção foi a questão da perda de memória e como as pessoas que já passaram por isso podem se identificar.
    Dica anotadíssima!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Esse misto de desconfiança e angústia é algo que gosto e não gosto nos livros ao mesmo tempo. Tem um livro chamado "o segredo do meu marido" que tem isso e me deixou de ressaca por séculos, mas também foi um livro que me marcou muito.
    Quanto ao livro Onde está Elizabeth, a capa, a sinopse e sua resenha me deixaram super curiosa, agora eu realmente quero saber se ela não sumiu ou sumiu e se sim onde ela está hehehe
    Acredito que esse problema de memória seja bem complicado, é só tentar se por no lugar pra imaginar. Tive um avô "emprestado" que teve isso um pouco antes de falecer e foi bem difícil, nem lembrava mais de mim nem de ninguém, agia como criança... :(
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  11. Oi Fê!
    Esse é o meu tipo de livro! Adoro esses thrillers policiais, repleto de dúvidas e muito suspense. Sem falar que você mencionou desconfiança e angústia, sentimento que adoro em leituras desse gênero.
    Gostei da trama e as personagens me pareceram bem construídas.
    Anotei a dica para ler o mais rápido possível.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. Olá Fê,
    Gosto muito de thriller, é um dos meus gêneros preferidos, mas fiquei bem em dúvida em relação a esse livro. Não me agradou saber da sensação de desconforto. Esse foi um ponto que me repeliu no intuito de ler esse livro. Entretanto, é inegável como a história parece ser extremamente bem construída.
    Vou deixar o nome anotado, quem sabe no futuro eu não leia?
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Eu amo Thrillers e não posso deixar de ler esse, que ainda tem um romance, outro gênero que amo. Pela sinopse e resenha pude perceber que se trata de uma história misteriosa e bem construída, gostei da trama tratar da perda de memória, acho que acaba conscientizando muitos

    ResponderExcluir
  14. Oi Fê, tudo bem?
    Eu amo livros que envolvem suspense e mistério, então com certeza essa história poderia me agradar. O que mais me chamou a atenção nessa premissa foi o fato da protagonista sofrer com a perda de memória, além de ter que se preocupar com o desaparecimento da amiga e da irmã, acho essencial que os autores saibam trabalhar com a narrativa e fico contente que é esse o caso do livro. Dica anotada!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  15. Olá
    Eu devo confessar que eu estava bem por foto com esse livro, mas achei a sua resena bem estimuladora. Estou lendo um livro que tem um cara com Alsaime, e esta sendo uma experiência bem legal. Achei a capa também super bacana e espero poder ler a obra em breve, vou anotar a sua dica é já vou pesquisar o porco dele, a é mais vê.
    Bjks

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Nao conhecia o livro mas fiquei bem interessado! Ultitamente varias series e livros que tenho lido/assistido costumam abordar a perda de memoria e o tempo e o que ele pode implicar, as mudanças. E gosto bastante, por isso, a curiosidade preenche-me! :)

    Bem, quero conhecer o livro e adoro o genero!! :) Gosto sempre de uma historia bem construida tambem... ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Adoro thriller psicológico e achei bem diferente essa premissa abordando a perda de memória com o passar dos anos e nos fazendo contestar a veracidade dos fatos em relação ao desaparecimento de Elizabeth, além do desaparecimento da irmã da protagonista. Fiquei extremamente curiosa para realizar a leitura principalmente por causas dos elogios feitos a escrita da autora. Vou anotar a dica aqui e espero lê-lo em breve.
    Beijos
    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  18. Eu sou super fã de um bom thriller, e esse me parece fantástico. Essa narrativa deve ser mesmo muito intrigante, e a perda de memória da personagem parece ser um elemento de muita importância no seu desenvolvimento. Após ler a sua resenha, fiquei aqui pensando em mil possibilidades para o desaparecimento de Elizabeth (e de Sukey). Estou muito curiosa para ler a obra.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. Oie, flor. Como vai?
    Eu não conhecia esse livro, e a história se mostrou muito interessante pelo que li na sua resenha.
    Não sei se seria um livro que eu leria, infelizmente, apesar de ter achado Onde Está Elizabeth uma leitura instigante,que puxa e envolve o leitor em todo o seu mistério.
    Quem sabe quem algum momento eu dê uma chance pra esse livro porque fiquei curiosa...

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  20. Oi Fê,

    Eu não conhecia o livro, mas a sua resenha me ganhou, adoro Thriller psicológicos e o começo da sua resenha me fez lembrar de um livro da Agatha Christie. Realmente eu concordo com o ponto que você levantou sobre como é triste quando a velhice leva as lembranças das pessoas, já convivi com pessoas com Alzheimer e sei como a perca da memória tem consequências avassaladoras sobre os seres humanos. Adorei a tua resenha, beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi, Fê! Tudo bom? Amo thrillers psicológicos, e amo quando abordam temas sérios e chocantes em meio aos livros. Penso que esse livro me tiraria da minha zona de conforto, não só pelo fato de ser um thriller psicológico (eles sempre nos tiram da zona de conforto) mas também pelo fato de abordar a perda de memória. Imagino que isso te tocou bastante. Já li livros com o tema da perda de memória e me comoveu bastante, mas nunca li um em que isso se misturava à uma investigação. Gostei bastante da premissa, e a história parece se desenvolver muito bem. Parabéns pela ótima resenha! Beijos <3

    ResponderExcluir
  22. Oi ^^

    Este livro é novidade para mim, pelo menos não lembro de já tê-lo visto antes.
    A princípio esta parece ser uma história interessante, com um suspense na dose certa e com personagens cativantes, que permitem que o leitor acompanhe seu desenvolvimento.

    ResponderExcluir
  23. Olha menina, não me senti atraída para ler o livro. Mas, ultimamente nada tá me atraindo, por motivos de, preciso ler todos os livros que tenho em casa e não tenho grana para livros novos então, é o que tenho de fazer mesmo. Mas, quero sinalizar que li um livro sobre perda de memória ótimo mês passado. Então até fiquei curiosa por uns SPOILERs de "Onde está Elizabeth", hahahaha. Uma coisa me até me atraiu foi ser thriller psicólogo e tal,gosto bastante mas, como acabei de ler um livro semelhante - "enquanto eu te esquecia " - , não rolaria. Beeeeijos

    ResponderExcluir
  24. Oii, tudo bem?
    Eu sou apaixonada nos livros desse gênero, se pudesse lia todos. Eu gostei muito da sua resenha, deu para perceber que a autora conseguiu construir uma historia eletrizante e cativante, e sempre bom quando isso acontece. Estou ansiosa para saber a historia da irmã dela e da Elizabeth.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo