8 de agosto de 2016

Resenha: Pedra no céu - Isaac Asimov @editoraaleph

Informações do livro:
Título: Pedra no céu
Título original: Pebble In The Sky
Autor: Isaac Asimov
Editora: Aleph
Páginas: 312



Sinopse: Qualquer planeta é a Terra para aqueles que nele vivem. O alfaiate aposentado Joseph Schwartz desfrutava de uma pacífica caminhada de verão quando, devido a um acidente em um laboratório na mesma cidade, foi involuntariamente transportado milhares de anos para o futuro. Chega então a uma Terra marginal e abandonada, cuja superfície é quase toda inabitável, e que fica às margens de um grandioso Império. Publicado pela primeira vez em 1950, “Pedra no Céu” foi o romance de estreia de Isaac Asimov e é um marco do que se tornaria o Império de sua mais famosa obra, Fundação. Complemento fundamental às outras histórias do autor, este romance também serve como porta de entrada para apresentar o leitor ao universo de Asimov.



Leia também:
Eu, robô - Isaac Asimov (Editora Aleph)

Resenha: Eu já tinha lido um livro anteriormente de Isaac Asimov, e é claro que não poderia perder a oportunidade de ler mais um, sendo que “Pedra no céu” fora o romance de estreia do autor. Foi publicado pela primeira vez em 1950, e é por isso que fico muito surpresa pelo modo como a narrativa é desenvolvida: é envolvente, intrigante e muito fluída também.

Joseph Schwartz é o personagem central da trama, e acaba viajando para o futuro, mesmo que inicialmente não consiga se dar conta do ocorrido, e como esperado, acaba ficando muto confuso com o que vê pela frente. No futuro, a terra é totalmente diferente de seu presente, e há muito o que se aprender nesse trajeto arriscado e ao mesmo tempo extremamente interessante.



É uma loucura perceber como a terra é considerada nesse cenário tão profundo, e ainda há toda a desvalorização sobre todas as questões que são relacionadas a ela. E do mesmo jeito, também acabam surgindo dúvidas sobre seu histórico, entre outros fatores. E é claro que há muito o que se aprender diante de tanta hostilidade.

A criatividade e a ousadia não parecem ter fim, e é realmente curioso ler sobre a viagem do tempo e de todas as implicações que surgem a seguir. Sei que qualquer coisa que escrever, além disso, pode virar um spoiler, por isso não quero me aprofundar muito nos detalhes e sim nas sensações, que não são poucas. O leitor compreende bem os fatos e ainda consegue fazer várias relações, seja pelo âmbito da política, pela importância da mulher, entre outros.



São tantas invenções, consideradas absurdas ao meu ver, que ao mesmo tempo as explicações conseguem ter um bom embasamento. E em nenhum momento surge a necessidade de voltar atrás para entender algo. Claro que há eventos que poderiam ser mais explanados, entretanto, para primeira obra de Asimov, está fantástica.


Gosto muito de ler ficção científica e esse enredo não poderia ser mais complexo em relação ao seu gênero, especialmente por ser redirecionado ao futuro e explorar tantas diversidades. E acredito que, como tal, é um assunto muito delicado, visto que não se sabe como serão as coisas daqui a alguns ou milhares de anos. 

Classificação SEL: 4/5


26 comentários:

  1. Oi, tudo bom?

    Ainda não conhecia o autor, mas a premissa do livro parece ótima. Falar sobre o futuro sempre nos faz imaginar se algo será igual ao livro, né? E decepção igual a que tivemos com os skates voadores do filme "De Volta Para o Futuro"... Enfim, depois vou procurar saber mais sobre esse livro, espero poder ler ele em breve - porque adoro ficção científica.

    Abraços,
    Perdido em Livros.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem ?
    Eu não conhecia o trabalho do autor, mas ando sentindo falta de algo envolvente.
    Interessante a proposta de viagem no futuro, diferente. Imagino quantas coisas e quantos conflitos o personagem deve ter sentido, não deve realmente ser algo fácil.

    Achei bacana também, saber que o tema foi bem explorado.

    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Fê,
    Nunca li nada do Asimov e preciso confessar que morro de medo de ler e não gostar, sabe? rs. Acho que é por isso que vivo adiando as leituras.
    Curti muito a premissa desse livro, não sabia que era o primeiro do autor e achei legal o livro falar sobre viagem no tempo. Dele ter sido uma leitura bem maluca e agradável.
    Anotei a dica de leitura e acho que vou começar por esse.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Apesar de não estar habituada a ler ficção cientifica acho que essa leitura seria muito prazerosa pra mim, pois, adoro livros que em que o autor demostra ser criativo. Além do mais, todos esses elogios maravilhosos seus á obra me fez querer ter o livro em mãos nesse exato momento.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu me envergonho de dizer que até hoje, em pleno século XXI, eu nunca li nada do Isaac Asimov. Pra falar a verdade eu li pouquíssimos livros que abordam com propriedade a ficção científica, o que é uma heresía já que os livros são publicados pela maravilhosa da Aleph aqui no Brasil. Eu não sabia que este livro é o de estréia e sempre amo ler os autores em ordem cronológica. Já adicionei no Skoob, haha. Beijões.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Eu ainda não li esse livro, muito menos Eu Robô, que é considerado um grande clássico quando o assunto é livros de ficção científica! Não é mesmo? Só ilógico para conhecer como é os livros desse cara. E pelo que vi, não é de se decepcionar nenhum pouco! Estou adorando essas edições super fodas que a Aleph está fazendo ultimamente rsrs. Adorei a resenha e espero gostar muito do livro, assim como você! Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto muito de livros (e filmes) que envolvam viagens no tempo ou invenções malucas. Ainda não conhecia esse livro mas adorei a dica, parece ser uma leitura muito agradável e o ter tanta ousadia como você falou só me deixa ainda mais curiosa. Gostei das fotos =D

    ResponderExcluir
  8. Não sou muito de ler ficção científica, mas este livro eu leria em função do autor. Achei bem interessante você pontuar sobre as invenções absurdas que poderiam existir e nem dá pra imaginar mesmo, como será a vida daqui a muito tempo. Estamos vivendo o absurdo das invenções que nossos avós nem imaginavam que viessem a existir!!!
    Adoro o fato de você ser tão eclética com suas leituras, sei que posso encontrar de tudo um pouco no seu blog!!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Acho bem legais histórias assim que o personagem vai para o futuro, mas não gosto muito de ficção cientifica. Certamente o autor deve ter uma boa escrita e uma imaginação muito boa para ter agradado tanto no primeiro livro. Amei a resenha!
    Virando Amor

    ResponderExcluir
  10. Amo a proposta do author. Viajar no tempo. Nunca Li o livro Mais me interessei mto .
    Bjocas e otima quarta feira.

    ResponderExcluir
  11. Oie.
    Gosto muito de ficção também, e Asimov está na minha lista de leituras, pois ele foi um marco e até hoje é influência de muitos, adorei a edição da Aleph e espero poder desfrutar do autor logo e espero gostar bastante, afinal acho muito importante conhecer grandes nomes dos gêneros que tanto amamos.
    Bjokas e adorei como você desenvolveu a resenha.

    ResponderExcluir
  12. Oi, feh, eu definitvamente não gosto de ficção científica por isso esse livro não me chama atenção. Mas gostei de saber, pela época em que o livro foi escrito, que já se ficava atento a importância da mulher. Que bom que você gostou do livro e que o autor acabou te surpreendendo.

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Gosto muito de livros que possuem viagem no tempo, acredito que toda reflexão por trás da obra, deva ser muito gratificante, afinal por vezes formamos diversas concepções de como seria o nosso futuro. A obra parece ser muito rica e repleta de aventuras, vou anotar a dica para ler futuramente.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  14. Oi, Fê, tudo bem?

    Eu não curto muito ficção científica. As experiências que eu tive lendo o gênero não foram muito proveitosas, mas Asimov é Asimov, né? Sua ficção é muito aclamada. Eu curto viagens no tempo, mas para mim, a ficção científica funciona melhor em filmes do que em livros.
    Gostaria de ter o livro apenas pela edição, que está lindíssima! hahahah

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!!!
    Nunca li nada desse autor dele só conhecia mesmo Eu,Robô,apesar de gostar bastante desse estilo de leitura sobre viagem no tempo em tal,dessa vez essa estória não me chamou muita atenção pra despertar meu interesse em lê-lo,quem sabe mais pra frente eu decida dar uma chance e passe a gostar da leitura,mas no momento eu passo.

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/08/resenha-caminho-do-altar-julia-quinn.html#comment-form

    ResponderExcluir
  16. Ola! A cada resenha que leio desse grande mestre, me sinto mais envergonhada. Adoro ficção científica, mas nunca li nada do Asimov.
    Fiquei bem curiosa pra saber como ele trabalhou a terra no futuro quase uma década atrás e se tem alguma relação com os nossos dias de hoje.

    ResponderExcluir
  17. Oi Fê
    Não conhecia esse livro, mas achei bem interessante a premissa.
    Diferente você não sou muito fã de Ficção Científica, mas é inegável que esse livro é repleto de elementos interessante, principalmente essa viagem no tempo.
    Gostei muito da capa.
    Anotei a dica para ler em outra oportunidade.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  18. Oiii.
    Nossa tem séculos que não leio um livro de ficção cientifica, aliás nunca li nada do Isaac Asimov apesar de ter muita curiosidade de conhecer. Vi que você avaliou bem positivamente esse livro então fiquei com muita vontade de começar por ele.
    Adorei o post,parabéns.
    Beijos Mary
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oiee ^^
    Ficção científica é um dos poucos gêneros que eu não curto, então não sei bem se leria este livro. Não é o tipo de história que eu estou querendo no momento, sabe? Mas fico feliz em saber que, mesmo sendo um livro um tanto antigo, ainda assim a leitura flui facilmente e é envolvente. Parece ser um prato cheio para os fãs do gênero.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi Fe, eu adoro o gênero ficção científica também principalmente quando envolve viagens no tempo e achei bacana a pegada distópica desse livro. Meu receio é apenas saber se a leitura será muito técnica ou não. Você pode me dizer isso?
    Bj

    ResponderExcluir
  21. Oi Fê!

    Eu não tenho muito costume de ler ficção científica, sabe? Mas não porque não gosto, mas por não conhecer muitos títulos mesmo. Eu até tinha colocado nas minhas metas literárias desse ano de ler pelo menos uns dois livros desse gênero.

    "Pedra no céu" me chamou muita a atenção por se tratar de viagem no tempo, eu adoro qualquer coisa relacionada a esse tema. E o curioso é que até hoje só tenho lido livros que aborda a viagem no tempo para o passado e esse aí é o contrário. Fiquei muito curiosa para saber como o autor imaginou essa terra futurística e como ele fez seu personagem encarar tudo isso.

    Bem, obrigada pela dica. Amei sua resenha, como sempre.
    Beijão.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  22. Confesso que sempre que leio algo de ficção cientifica fico confusa porque não é um gênero que mais gosto não que seja de todo ruim mais n me abrange muito, apesar do protagonista viajar pelo futuro entre outros acontecimentos não me senti envolvida pelo enredo ao ponto de querer ler.

    ResponderExcluir
  23. Oi Fe,
    Adorei a resenha, não conhecia o livro mas gostei bastante da história. Creio que vou adorar a leitura já que o gênero é ficção cientifica. O livro vai ser a minha primeiro do autor e espero gostar como você gostou.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  24. Olá, Fê! Tudo bem por aí?

    Eu também gosto muito de ficção científica e é um dos meus gêneros favoritos. Esses livros mais antigos são sempre clássicos e a leitura é ótima para comparar também o modo como as produções desse gênero eram escritas antes e agora. Adorei a resenha!

    Beijos!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  25. olá,eu não gosto tanto de ficção cientifica e viagens no trmpo mas parei para pensar,se o livro foi escrito nos anos 50,talvez o futuro para ele é o nosso presente (?) então estou curiosa para saber como ele imaginava como viveriamos.

    ResponderExcluir
  26. Oi Fê, tudo bem?
    Para ser sincera eu não curto muito ficção científica, já li um livro assim apenas. Mas sabe que eu curti o enredo desse, achei bem empolgante e diferente, talvez eu dê uma chance a ele uma hora dessas e quem sabe mudo de opinião, né? Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo