29 de maio de 2017

Resenha: Quando tudo faz sentido - Amy Zhang, Rocco Jovens Leitores

Informações do livro:
Título: Quando tudo faz sentido
Título original: Falling into Place
Autor: Amy Zhang
Editora: Rocco Jovens Leitores
Páginas: 320



Sinopse: Liz Emmerson é uma garota popular no colégio e tem uma vida aparentemente invejável. Por que ela tentaria tirar a própria vida, simulando um acidente de carro depois de assistir a uma aula sobre as Leis de Newton? Neste surpreendente romance de estreia, Amy Zhang, que nasceu na China e mora no estado de Nova York, aborda temas como abandono, bullying, depressão e suicídio com uma narrativa crua e pungente que vai arrebatar os fãs de obras como As vantagens de ser invisível, Nuvens de Ketchup e Meu coração e outros buracos negros, entre outros. Na trama, Liz é resgatada por Liam, um garoto que ela sempre desprezou, mas talvez uma das poucas pessoas ao seu redor capaz de enxergá-la além das aparências. Envolvente e emocionante, o livro – que prende também pelo mistério se a protagonista vai ou não sobreviver (e que só é revelado no final) – mostra a fragilidade, a solidão e os dilemas dos jovens de forma sensível e sincera.


Resenha: "Quando tudo faz sentido", de Amy Zhang, se tornou uma bela surpresa. Apesar de a sinopse ter me agradado inicialmente, confesso que não sabia muito bem o que esperar. Mas ao longo das páginas comecei a me encantar completamente pelos personagens, suas características e o desenvolvimento dos cenários.

Liz Emmerson, a protagonista, é classificada como popular, porém nem tudo parece ser tão perfeito em sua vida. Diante de toda essa popularidade, a garota parece gostar muito de deixar outras pessoas ruins ou abaixo dela. Vendo isso, poderíamos supor que ela precisa ser punida, mas a real intenção é perceber como ela é de verdade, o que não consegue passar a ninguém.

Na verdade, as coisas sempre se resumem pela compreensão, ou pela falta dela, e por todos os julgamentos impostos pela sociedade, inclusive por ela mesma e de forma maldosa. O fato de querer cometer suicídio pode, então, começar a questionar sobre sua vida e escolhas perante os outros. Uma coisa é certa: impossível não se emocionar com essa história. Já entrou para a lista de favoritos deste ano!



É um livro que, como esperado, garante muitas reflexões e todas são extremamente importantes. Liz se deixou levar pelos outros, agindo por impulso, e o pior, sem pensar nas reais consequências de atos e palavras. Qualquer coisa dita ou feita pode ser motivo para que outra pessoa fique desanimada ou que chegue ao limite, e tenha o desejo de acabar com tudo.

Se Liz sobrevive ou não ao acidente que ela mesmo provocou em si, sabe-se somente nas últimas páginas. Particularmente, acho que foi uma jogada ótima, mesmo porque o leitor fica na expectativa de saber isso, mas também precisa conhecer o que Liz fez para chegar nessa situação. É fundamental poder acompanhar essa trajetória para perceber quem ela é de fato.

Infelizmente, não é uma temática que foge de nossa realidade, e por tal motivo, é mais do que necessário discutir a respeito. Há quem diga que seria melhor abafar tais casos (seja de suicídio, depressão, bullying ou relacionados), já que a divulgação dos mesmos pode incentivar outras pessoas a querer agir da mesma forma. 

Mas pelo meu ponto de vista, o melhor sempre será falar a respeito, discutir, alertar bastante e buscar o máximo de informações possíveis. Infelizmente, existem muitas pessoas que não conseguem se abrir tão facilmente, e por mais que precisem de ajuda, não conseguem demonstrar isso.

Classificação SEL: 5/5


22 comentários:

  1. Oi Fernanda!

    Estou extremamente satisfeita em ler sua resenha e fico ainda mais feliz por saber que você gostou tanto do livro. Certamente é um livro muito enriquecedor e que tem muito para ensinar, já que tem uma temática tão atual, séria e importante. Eu concordo com você, acho que assuntos tão sérios como bullying, depressão e afins, precisam ser discutidos continuamente, pois como você mesma disse, nem todo mundo consegue se abrir. Adorei a resenha e já coloquei esse livro na lista de desejados. Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho o costume de ler livros com essa temática de suicídio e livros conhecidos como "Jovem Adulto", mas sempre que me disponho a ler se tornam agradáveis surpresas. Vou colocar na minha lista, é bom varia os ares de leitora de vez em quando, rs. Achei essa capa interessante, mesmo o tema sendo forte ela traz uma ideia de leveza.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas achei a premissa interessante.
    A única ressalva que faço é que é preciso ter cuidado ao falar sobre suicídio. Como você mesma disse, é um assunto que precisa ser discutido sim para alertar as pessoas sobre a seriedade desse tema. No entanto, é preciso ter muita sensibilidade para falar sobre temas assim, pois em uma pessoa que já esteja emocionalmente fragilizada, o efeito pode ser o oposto do desejado.
    De qualquer forma, pelo que percebi da sua resenha, parece ser uma boa leitura e que traz muitas reflexões. Além disso, foi interessante deixar a revelação sobre se ela sobrevive ou não para o final do livro.
    Adorei sua resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bom?
    Eu penso do contrário! É importante sim falar sobre assuntos como esse, pois muitos jovens podem tirar proveito do assunto para entende-lo melhor. Alguns dos melhores livros que li esse ano falam sobre suicídio, e não como um gatilho mas sim como um ensinamento mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Fê,
    posso estar errada mas já prevejo aquele boom da temática de agora pra frente. É sempre assim, sempre que uma "fórmula" da certo, surgem milhares de publicações seguindo a mesma receita e pelo que vi nos últimos dias está se tornando a cada dia mais comum falar de bulliyng e suicídio, não tenho nada contra, muito pelo contrario acredito que o assunto tem sim que ser discutido e quanto mais os pais, professores e até mesmo nós soubermos sobre o assunto, mas fácil será evitar que isso ocorre com alguém. Mas, como aconteceu após cinquenta tons, a culpa é das estrelas e tantos outros acredito que logo logo todos estarão saturados do assunto.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi. :)
    Mais um livro que fala de temas do que vem acontecendo bastante no mundo.
    Não sou fã desse tema, pois sofri bullying e depressão e ter que ler sobre algo assim é complicado. Apesar da sinopse ser bem intrigante.
    Não conhecia esse livro, nunca havia ouvido falar dele, mas já anotei a dica.
    Quero saber se Liz conseguiu sobreviver ao acidente e teve um final feliz, apesar de suas atitudes antes de tudo acontecer.
    Ótima resenha, parabéns!
    As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro, mas já fiquei curiosa pra conhecer, pois adoro livros que abordam esse tema e faz o leitor refletir!
    Também concordo que falar sobre o assunto é melhor do que transformar em tabu.
    Bom saber que foi um surpresa agradável pra você, eu já adicionei a wishlist pra conhecer. A capa apesar de simples, é bem diferente e não entrega muita coisa.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  8. Acho que eu sofreria o livro inteiro querendo saber sobre o final, mas com certeza, ia gostar. Ainda não conhecia o livro e já quero ler agora.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Achei essa capa um poço de fofura. Eu acho que leria essa livro num angustia só para saber qual a situação da Liz sobre o acidente, eu sou muito agoniada e com certeza procuraria spoiler ou leria o fim do livro primeiro. Realmente, muitas pessoas não consegue se abrir tão facilmente quando se vê diante de uma situação dessa, conheço diversas pessoas que sofrerão bullying, abuso e depressão e sofrem com isso até hoje. Coisas que ocorreram a praticamente dez anos atrás e a pessoa ainda faz terapia ou se consulta no psicologo, tem marcas que duram pra vida. A premissa do livro é boa, mas eu não me vejo lendo-o, mas mesmo assim, obrigada pela dica ♥
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Oie! Tudo bem?

    Já li outra resenha sobre esse livro e não vejo a hora de eu poder realizar a leitura dele! Tem tudo que amo em um bom livro, principalmente o gênero com certeza no momento que eu o ler irei amar cada página!

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Oi Fer, tudo bem?

    Eu ainda não tinha lido nada a respeito desse livro e confesso que não me interessei muito pela sinopse. Porém, sua resenha me chamou muito atenção, realmente precisamos falar mais a respeito de bullying e suicídio sim ! Não acredito que incentive as pessoas fazerem isso, mas sim incentiva várias pessoas a observarem outras ao seu redor e oferecer um apoio, uma ajuda! As vezes quem a gente menos espera está passando por um momento de conflito interno ou depressão, prestes a causar danos a si mesmo.

    Amei a resenha! Agora quero muito ler esse livro!

    Beijos
    Jess
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Amei sua resenha.
    Realmente é muito importante livros que tratem dessa temática, principalmente que mostrem o caminho que aquela pessoa percorreu e que a fez ser tão amarga com os outros e no fim querer tirar sua vida.
    Realmente é um livro que deve tirar muitas lágrimas pela profundidade, espero poder ler um dia

    ResponderExcluir
  13. Achei o enredo interessante e fiquei curiosa para saber o porquê dela ter tentado se matar e se de fato ela conseguiu.
    Não é um tema pelo qual morro de amores, então eu evito. Eu até leria, mas não compraria o livro. Leria se ganhasse de presente, por exemplo.
    Que bom que gostou!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Nossa, que capa mais diferente!
    Ainda não conhecia o livro, e a sua resenha foi a primeira que leio sobre a história. Gostei do tema, achei a trama super interessante, daquelas que me conquistam e me deixam viciada na história. Gostei bastante da sua dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  15. Oi Fê,
    Adorei a capa e me surpreendi com o enredo. Realmente tais temas devem ser discutidos sim, até porque traz um alerta para se falar a respeito, identificar e saber como lidar. Sem conhecimento adequado, as pessoas irão continuar fechando os olhos. Quanto mais divulgado, há sinal de que deve sim ser retratado com mais seriedade. Adorei a resenha.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  16. Oi! Ultimamente livros com essa temática tem sido o foco das minhas leituras e essa obra parece ser excelente . Concordo com você sobre temas polêmicos como Bullying , depressão, suicídio terem mais é que ser debatidos mesmo. Acho que só assim para a sociedade conhecer a realidade que cerca muitos. Quem sabe sirva até para ajudar alguém que está passando por isso. Dica super anotada !

    ResponderExcluir
  17. O livro parece ser maravilhoso, tem uma capa simples porém linda, e vem com uma história emocionante e que trata de um assunto sério como o suicidio para um publico jovem, que é quem mais está propenso a problemas como esse, com certeza irei querer fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  18. Oi, preciso confessar que esse é um livro que eu nunca tinha visto, mas sua temática é extremamente importante e felizmente é um tema que tem sido tratado de forma mais intensa ultimamente. Acredito que o fato de mostrar essa questão de o quanto palavras e atitudes importam e fazer isso através de uma história onde a protagonista tenta infligir isso a si e o leitor desconhece o resultado até o fim é bem legal! Tenho que dizer que pela capa só eu não acho que me chamaria a atenção e me transmitiria uma mensagem tão forte, mas fico feliz de ter vindo aqui e descoberto!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que nao conhecia esse livro ainda, mas de cara fiquei animada, porque tive um pressentimento que esse livro é do tipo que eu gosto e lendo sua resenha confirmei isso. Eu gosto muito de histórias desse gênero e acho muito interessante os temas que essa história aborda, então fiquei realmente bem curiosa, sem contar que há esse mistério de saber se a garota vai sobreviver ou não​. Enfim, obrigada pela dica de leitura, vou marcar e espero gostar.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  20. Oiee Fê ^^
    Eu também gostei muito desse livro, gostei bastante da Liz, apesar dos apesares, e fiquei doida da vida com o final...hehe' gente, que suspense foi aquele? Quase morri do coração! Sem contar que a capa é muito linda, né? Eu acabei não dando nota máxima por conta de uma coisinha ou outra, mas é mesmo uma história marcante.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  21. Que capa simples e bonita!

    Gosto muito de livros que tratam deste tema, dão muito o que pensar e argumentar. Gostei de ler suas impressões sobre ele, parece ser leve e, ao mesmo tempo, nos levar a loucura com tantos questionamentos sobre a personagem. Já quero!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Gostei muito da arte da capa, simples, mas com detalhes são muito bem pensados, além de ser azul, as capas azuis sempre chamam minha atenção hahahah
    Não sabia do que se tratava ainda, mas achei bem interessante, e gosto que essa temática tem sido mais presente nos livros e nas séries, são discussões que as pessoas gostam de evitar, mas são sempre bem vindas do meu ponto de vista!
    Adorei a resenha,
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo