4 de agosto de 2017

Resenha: Dumplin' - Julie Murphy, Editora Valentina

Informações do livro:
Título: Dumplin' #1
Cresça e apareça, faça e aconteça!
Título original: Dumplin' (Dumplin #1)
Autor: Julie Murphy
Editora: Valentina
Páginas: 300



Sinopse: Especialmente para os fãs de John Green e Rainbow Rowell, apresentamos uma destemida heroína e sua inesquecível história sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha, e a busca da autoaceitação. Sob um céu estrelado e ao som de Dolly Parton, questões como o primeiro beijo, a melhor amiga, a perda de alguém que amamos demais e “estou acima do peso e ninguém tem nada com isso” fazem de Dumplin’ um sucesso que mexerá com o seu coração. Para sempre. Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.


Resenha: "Dumplin'", de Julie Murphy, apresenta uma história encantadora e que merece ser lida por muitas pessoas. Eu já estava ansiosa por essa leitura, sem contar que tinha lido bons comentários a respeito, mas fiquei bem surpresa com todo o desenvolvimento e de como a narrativa é marcante e sensível.

Willowdean Dickson, também chamada por Dumplin', é gorda, e para os padrões da sociedade, pode até não se encaixar, mas ela não liga para as opiniões e demais julgamentos a seu respeito. Sua própria mãe começou a chamá-la dessa forma, porém independente de qualquer coisa, pode-se dizer que a adolescente se aceita totalmente do jeito que é.

Isso a torna uma pessoa incrível, o que nos faz pensar que deveriam existir mais pessoas com esse mesmo pensamento, em vez de buscarem uma perfeição que só existe na cabeça deles. Acredito que cada um é perfeito do seu jeito, basta se aceitar e Will tem uma lição maravilhosa para ensinar, por mais que passe por situações constrangedoras ou sentimentos confusos.



Em meio a uma rotina bem tranquila e sem grandes emoções, a garota acaba se apaixonando por Boo, e o melhor é que ela é retribuída. Na verdade, isso seria muito maravilhoso se esses novos sentimentos deixassem Will fora do controle, ou seja ela se sente muito insegura. Não poderia imaginar que tal coisa pudesse acontecer com ela, justo com ela, que parecia tão confiante.

Percebendo que algo estava errado em sua conduta, ela decide dar a volta por cima, e de um jeito bem divertido: participar do concurso Miss Jovem Flor do Texas, juntamente com outras garotas que fogem dos conceitos da beleza. Mas que beleza é essa afinal né?!. Diante de tudo, é impossível não se apaixonar por essa personagem e por sua narrativa, essa que, apesar de sua leveza, consegue expor ensinamentos muito importantes.

Enfim, essa leitura merece muitas e muitas considerações, seja pelos questionamentos da perfeição e do que significa para cada um, dos preconceitos (e de suas consequências) e afins. A forma como a temática é trabalhada consegue mexer muito com quem está lendo, e não somente por ser delicado, mas por mostrar que nem tudo precisa seguir o padrão imposto. 

Além de toda a reflexão sobre nos aceitarmos do jeito que somos, há ainda as mensagens sobre todos que vivem ao nosso redor, porque há uma valorização enorme em cima das aparências e do que representam. Mas você já parou para pensar no que realmente importa? Fica a dica, tanto de leitura quanto de reflexão.

Classificação SEL: 5/5


13 comentários:

  1. Primeiramente, que foto maravilhosa essa da resenha. Segundamente, esse é aquele livro que preciso ser lido por todo mundo. Livros desse tipo, que nos fazem refletir, ainda mais de um tema que muitas vezes é tratado como um tabu, precisam ter mais reconhecimento. Adorei essa capa, muito linda e chamativa

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler este livro porque acho que vou me identificar fortemente com a protagonista. Achei a capa simples, mas linda!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oie tudo bem?

    Acompanhei toda divulgação que a Valentina fez desse livro porém não havia lido nenhuma resenha ainda... Sua resenha me despertou mais a vontade de ler esse livro. Quero muito conhecer essa história e refletir junto com ela.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Gostei da frase: cada um é perfeito do jeito que é.
    É impossível atingir um padrão de beleza imposto. Até porque não existe padrão: todos temos opiniões diferentes e cada um é bonito a seu modo.
    Gostei bastante da dica, principalmente porque parece ser um livro divertido, apesar da reflexão.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Fê,
    Tenho visto que esse livro tem recebido muitos elogios e estou muito contente com isso, mas isso só faz minha curiosidade aumentar e as expectativas também. Acho que é um livro muito bacana sobre superação e dar a volta por cima.
    Espero ler para ontem e me apaixonar também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Estou doida atrás desse livro, acredita? Nao achei em nenhuma livraria aqui da cidade e não quero comprar online pelo puro capricho de já sair com ele nas mãos de algum lugar, huahuaha!

    Gosto muito de ler livros com protagonismo de mulhere gordas - eu sou uma mulher gorda - então vem todo aquele negócio de representatividade. E sou muito crítica com todos que leio! Estou louca de vontade de le-lo e ler suas impressões sobre ele só me atiçaram ainda mais!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  7. Temática muito interessante que esse livro aborda. Vendo ele assim jamais imaginaria que em suas páginas trata sobre o que trata. É uma obra que dá para se pensar em ler, sem dúvidas. Grata pela dica, bexitus, Tay!

    ResponderExcluir
  8. Oláa!!
    Acho tão legal que essa temática do padrão de beleza e da aceitação por nós mesmas, que dificilmente chegaremos lá algum dia!! Afinal, quem decide esses padrões?? Quem decide o que é bonito ou não??
    Nessa história por exemplo, a protagonista consegue ficar com o bonitão, e quem disse que isso também não pode acontecer na vida real??
    Adorei a premissa, e espero poder ler o livro em breve!
    um beijo

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Fê,
    esse livro é muito elogiado. Até hoje nunca li nenhuma resenha negativa, tenho lido comentários maravilhosos e todos falam sobre a importância que uma obra como essa tem para os dias de hoje. Eu ainda não li nenhum livro no estilo e estou pensando seriamente a começar por esse.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Já tive a oportunidade de ter esse livro nas minhas mãos, e apesar de achar a premissa master interessante eu não acho que seria o meu tipo de leitura, mas pelo as suas impressões eu vi que ele é um tipo que te faz refletir e fico feliz que tenha gostado da obra. Por hora eu deixarei a dica passar, mas aliás a sua resenha está maravilhosa ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
  11. Olá Fernanda,

    Já vi muitas resenhas sobre esse livro, e nenhuma delas foi negativa, amo livros que trazem reflexões importantes, ainda mais com relação a autoaceitação e entender o próprio corpo. Dica anotada e com certeza vou lê-lo.

    Beijos e obrigada pela resenha
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Fê

    Eu estou doida para ler essa história. Adoro a abordagem que ela faz sobre padrões e beleza, lembro logo do filme Pequena Miss Sunshine, que adoro!
    Realmente cada um é perfeito do seu jeito... correr atrás dessa perfeição padronizada é pedir para ser infeliz.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Esse livro é um hino! Deveria ser lido por todos hahahah.
    Dumplin' se tornou meu livro favorito da vida esse ano, eu amei a história e todas as reflexões que a autora trás, principalmente por eu fazer parte de uma minoria a qual ela representa muito bem nessa história: as gordas.
    Estou louca pra ler mais livros dessa autora, alias, ando querendo ler até a lista de comprar dela rsrsr

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo