29 de agosto de 2017

Resenha: Louca - Chloé Esposito, Globo Livros

Informações do livro:
Título: Louca
Título original: Mad
(Mad, Bad, and Dangerous to Now Trilogy #1)
Autor: Chloé Esposito
Editora: Globo Livros
Páginas: 360



Sinopse: A vida de Alvie Knightly está um caos: odeia o seu emprego, sua vida amorosa não lhe empolga mais e ela passa a maior parte do dia bêbada. A existência de Alvie parece exatamente o oposto da de sua gêmea idêntica, a perfeita, Beth. Enquanto ela passa a maior parte do tempo stalkeando os outros nas mídias sociais, come kebabs no café da manhã e sua companhia mais constante é o seu vibrador, Beth casou-se com um italiano atraente e podre de rico, tem um belo bebê e sempre foi a favorita da família. Depois de ser demitida e jogada na rua pelos colegas de apartamento, Alvie viaja à Sicília e, assim que chega, Beth pede para trocar de lugar com ela por apenas algumas horas para que ter algumas horas só para si, sem as cobranças do marido e a responsabilidade com o bebê. Alvie se anima com a chance de assumir a existência magnífica da irmã, mesmo que só por pouco tempo. Mas quando a noite termina com Beth morta no fundo da piscina, Alvie percebe que esta é a chance de mudar sua vida. Ela é louca, má, perigosa — e irresistível.


Resenha: "Louca", de Chloé Esposito, apresenta uma trama bem irrevente, e com alguns aspectos um tanto assustadores. Confesso que ao ler a sinopse fiquei bem curiosa, especialmente porque não poderia imaginar como seria o desfecho de toda essa loucura. De fato, a obra é imprevísivel e os elementos são muito bem explorados, ao ponto de deixar o leitor bem surpreso diante de algumas escolhas.

AlvieBeth Knightly são irmãs gêmeas, mas as semelhanças só ficam nas aparências mesmo. Elas são univitelinas, mas por dentro, lá no quesito personalidade, as duas são completamente diferentes, o que é o ponto de partida para esse enredo. Alvie é completamente LOUCA, louca mesmo, e é claro que o título do livro não poderia ter sido melhor escolhido. Enquanto isso, Beth segue uma rotina regrada e sem muitas novidades.



O livro segue uma linha complexa, em dias, expondo as sensações da preguiça, inveja, ira, luxúria, gula, avareza e soberba. Beth era a calmaria, sendo que Alvie consegue surpreender muito por conta de suas ações. Independente de tudo, Alvie deixa bem claro logo no começo, que ela não surgiu por acaso, que tudo tem um propósito na vida. "Os dois dias mais importantes da sua vida são o dia em que você nasce e o dia em que descobre por quê."

Essa protagonista possui uma irreverencia inexplicável, o que pode aproximar bastante a interação com o leitor. Já que a vontade é querer saber cada vez mais a seu respeito e todas as suas peculiaridades. No começo, a achei apenas desorganizada em todos os sentidos de sua vida, mas Alvie tem muito mais a expor em um ritmo meio sinistro, a propósito.

Eu me envolvi muito diante dessa leitura e de toda a apreensão exposta durante os episódios. Na verdade, não esperava tanta intensidade desse livro, o que me fez ficar cada vez mais apreensiva ao longo das cenas e de suas reviravoltas. Nos faz compreender um pouco a respeito do que as pessoas são capazes para se promoverem em cima de outras, entre outras questões e mensagens relevantes que são repassadas nesse contexto.

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo