6 de novembro de 2017

Resenha: Luva vermelha - Holly Black, Editora Rocco

Informações do livro:
Título: Luva vermelha
Mestres da maldição #2
Título original: Red
Curse Workers #2
Autor: Holly Black
Editora: Rocco
Páginas: 368



Sinopse: Cassel Sharpe nasceu em um clã de golpistas de primeiro time. O que os difere de outros vigaristas, no entanto, é que eles são capazes de operar maldições apenas com o toque dos dedos. Na continuação de Gata Branca, primeiro volume da bem-sucedida série Mestres da Maldição, o jovem Cassel já sabe que ele é um mestre da maldição muito poderoso. Recrutado pelos federais para ajudar a desvendar o assassinato de seu irmão mais velho, Cassel se vê entre a lei e a máfia, que sabe o quão valioso ele pode ser. Mas a quem ele deve recorrer se não pode confiar em ninguém – menos ainda em si mesmo?


Leia também:
Mestres da maldição #1 Gata branca - Holly Black, Editora Rocco


Resenha: "Luva vermelha", de Holly Black, é o segundo volume da série Mestres da maldição. Eu li o primeiro volume bem rápido e gostei do desenvolvimento, por isso estava bem curiosa quanto a essa sequência. E de fato, achei o desenrolar bem instigante, especialmente pelas novas informações repassadas e pelas cenas repletas de aspectos diferenciados e com certas surpresas pelo caminho. Confesso que algumas coisas eu já esperava mesmo, mas não posso negar que vale a pena conferir essas passagens.

Confusão é o que não falta na vida de Cassel e eu não esperava menos que isso, ainda mais depois de tudo que passou em Gata branca. Confesso que fiquei dividida sobre algumas decisões dele, mas nada que nao seja justificável ao longo dos episódios. E vale destacar que Cassel cresce bastante e a narrativa consegue deixar isso bem claro aos leitores.

Ainda sobre o amadurecimento de Cassel, na minha percepção, achei algo fundamental e a autora soube como evidenciar isso na própria personalidade dele. É algo que dependia só da determinação do personagem, ainda mais diante de tantas loucuras que o envolvem e que sempre surgem ao seu redor.



Cassel não pode confiar em ninguém e isso se torna cada vez mais óbvio, mesmo porque as pessoas só querem saber de controle e poder, entre outros detalhes que são fundamentados nessa caminhada. No decorrer da leitura, eu nem saberia decifrar todos os desejos alheios, sendo que há várias reviravoltas também.

Os questionamentos se tornam ainda mais fortes nessa fase e eu acredito que foi bem intencional por parte da autora. O meio familiar possui um foco enorme e é possivel refletir sobre os problemas nesse tipo de relação e suas consequências. Eu fiquei sem entender algumas coisas, mas estou bem curiosa sobre o desfecho "Alma negra".

Aventuras é o que não faltam nesse enredo, e é exatamente por isso que tudo se torna ainda mais envolvente e eu não vejo a hora de poder conferir mais dessa trajetória. A minha única reclamação é por ter demorado tanto a conhecer essa história. Eu sabia que poderia gostar diante de tudo que já havia lido a respeito, mas me surpreendi muito e pela forma mais positiva possível. Por isso não vou cansar de recomendar!!


Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo