2 de fevereiro de 2018

Resenha: A livraria mágica de Paris - Nina George, Editora Record

Informações do livro:
Título: A livraria mágica de Paris
Título original: The Little Paris Bookshop
Autor: Nina George
Editora: Record
Páginas: 308



Sinopse: O livreiro parisiense Jean Perdu sabe exatamente que livro cada cliente deve ler para amenizar os sofrimentos da alma. Em seu barco-livraria, ele vende romances como se fossem remédios. Infelizmente, o único sofrimento que não consegue curar é o seu: a desilusão amorosa que o atormenta há 21 anos, desde que a bela Manon partiu enquanto ele dormia. Tudo o que ela deixou foi uma carta — que Perdu não teve coragem de ler. Até um determinado verão — o verão que muda tudo e que leva Monsieur Perdu a abandonar a casa na estreita rue Montagnard e a embarcar numa jornada que o levará ao coração da Provence e de volta ao mundo dos vivos. Sucesso de público e crítica, repleto de momentos deliciosos e salpicado com uma boa dose de aventura, A livraria mágica de Paris é uma carta de amor aos livros — perfeito para quem acredita no poder que as histórias têm de influenciar nossas vidas.


Resenha: "A livraria mágica de Paris", de Nina George, apresenta uma premissa muito especial e extremamente envolvente, seja por causa dos personagens ou da própria ambientação e de todas as características inseridas no decorrer das páginas. Confesso que, inicialmente, a capa e a sinopse foram o que mais me motivaram a querer fazer essa leitura.

Jean Perdu precisa se reencontrar, porque há tempos, não sente vontade para vivenciar novas experiências. Na verdade, ele sente o prazer de vender romances e de saber quais são os melhores títulos para cada cliente. Procura as histórias para o que cada um precisa em determinado momento, como se fossem as soluções para seus problemas: verdadeiros remédios.

Essa questão dos livros é um ponto que realmente chama a atenção em todo esse cenário e todas as sensações são exploradas de uma forma mágica. É possível encontrar uma boa indentificação com os idealismos e faz ter pensamentos ainda mais esclarecedores sobre a relação do protagonista com seus livros.

Foi uma leitura muito bem desenvolvida e quanto a isso não tenho dúvidas. Entretanto, só não se tornou melhor, por conta de algumas passagens bem prevísiveis. O leitor poderia esperar algo assim, mas acredito que seria mais interessante se houvessem caminhos diferentes e mais surpresas apresentadas. 

Bom, quem sou eu para falar de algo ser clichê ou não, porque eu até gosto muito, mas, no meu ponto de vista, poderiam ser inseridos mais elementos para essa conclusão. Fora isso, é um livro que vale muito a pena ser recomendado. A narrativa poética e mais madura, é o que torna tudo mais sincero e apaixonante, isso é inegável!

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo