1 de fevereiro de 2018

Resenha: Um homem irresistível - Danielle Steel, Editora Record

Informações do livro:
Título: Um homem irresistível
Título original: Rogue
Autor: Danielle Steel
Editora: Record
Páginas: 294



Sinopse: Conheça Maxine Williams, uma dedicada médica com três ótimos filhos, uma carreira invejável e o homem perfeito. O único problema? Seu irresistível ex-marido. Brilhante, carismático e imprevisível, Blake Williams fez fortuna como empresário e está sempre em busca de novas aventuras. Porém, ainda que pareça o homem perfeito, ele é incapaz de cumprir o papel de marido e muito menos o de pai. Por isso, Maxine, mãe de seus três filhos, divorciou-se dele há cinco anos. Desde então, ela se dedica exclusivamente à sua carreira como psiquiatra especializada em traumas infantis e adolescentes suicidas e aos filhos: Daphne, Jack e Sam. A vida de Maxine segue uma rotina rígida, sem espaço para imprevistos nem surpresas. Então tudo muda. Ela se apaixona pelo Dr. Charles West, um médico maduro e presente em sua vida, tudo o que Blake jamais foi. Ao mesmo tempo, Blake se vê responsável por uma causa humanitária quando um terremoto atinge uma área próxima a um de seus palácios, e ele precisa de Max para ajudá-lo nessa empreitada. Max, prestes a se casar, sabe muito bem o que fazer, mas será que essa iniciativa de Blake mudará o comportamento desse homem irresistível?


Resenha: "Um homem irresistível", de Danielle Steel, apresenta um romance emocionante e repleto de altos e baixos no decorrer do envolvimentos dos personagens. Sou suspeita em comentar, mas a autora segue na minha lista de autoras favoritas há muito tempo, e como esperado, consegui me envolver totalmente com esse enredo.

Drama é o que não falta nessa ambientação, o que deixa tudo ainda mais instigante, levando em consideração que a gente sempre vai esperar algo a mais na narrativa da autora. Ela sabe bem como fazer as conexões, e eu fico chocada diante de algumas revelações feitas. São descrições muito críveis e o leitor tende a se colocar no lugar dos personagens para imaginar as devidas reações em cada cena.

Maxine Willians é muito dedicada e é fácil se identificar com sua personalidade e o quanto se esforça ao lado de seus três filhos. Ela tinha um bom relacionamento Blake, seu marido. Porém, as coisas mudaram muito e eles acabaram se separando. Até assim, Max demonstra que sabe agir diante uma situação difífil e sempre pensando no bem dos seus filhos.

Blake parecia ter muitos defeitos, mas é inegável que também sempre foi muito irresistível e Max tinha plena consciência disso. O fato é que ela precisou abdicar de seus desejos para seguir sua vida da forma mais responsável possível. Ela até começa um novo relacionamento com Charles Wes, e as coisas parecem seguir um rumo mais tranquilo.

A gente não pode confiar quando as cenas parecem estar calmas, porque Danielle Steel sabe fazer reviravoltas como ninguém, e já aviso que surgem muitos imprevistos e problemáticas no caminho. Os filhos ganham um destaque interessante, sem contar que Max precisa repensar sobre qual é o caminho certo a seguir: o que parece mais confiável ou o que sempre demonstrou ser instável. Vale ressaltar que as pessoas mudam, então será que cabe uma segunda chance?

Confesso que fiquei um pouco dividida ao iniciar essa leitura porque já sabia que poderia me envolver mais com um personagem do que com o outro. E não gosto de leituras que envolvem uma terceira pessoa no romance, mas o desenvolvimento nessa parte não me pareceu nem um pouco forçado, o que achei ótimo.

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo