12 de junho de 2018

Resenha: Depois da tempestade - Travis Mulhauser, Fábrica 231

Sobre o livro:



Sinopse: Romance de estreia de Travis Mulhauser, Depois da tempestade é um suspense envolvente, ambientado no gelado e distante condado de Cutler, em Michigan, região natal do autor. O ar soturno e frio do lugar perpassa toda a narrativa, que tem início quando a jovem Percy James pega seu carro em meio a uma tempestade de neve para ir à procura da mãe viciada, certa de que vai encontrá-la na fazenda de Shelton Potter, um conhecido traficante. Ao chegar lá, porém, Percy se depara com uma cena inesperada (e assustadora): um cachorro morto, Shelton e a namorada completamente desacordados e um bebê desprotegido num quarto com as janelas abertas. Só resta à protagonista resgatar a pequena Jenna e pedir ajuda a seu único amigo e o mais próximo de uma figura paterna que ela conhece, Portis Dale, que vive numa cabana isolada na colina. A partir daí, a trama toma a forma de uma perseguição eletrizante. E entre mortos e sobreviventes, nenhum dos personagens sairá ileso.


 
Resenha: "Depois da tempestade" é um livro que te prende logo nas primeiras páginas, e até mesmo a sinopse já deixa o leitor bem instigado perante a premissa envolvente. Os personagens são muito bem desenvolvidos, especialmente diante de todos os mistérios que cercam uma ambientação extremamente complexa e inesperada. 

As cenas se mostram bem complicadas, e em vários momentos o leitor se pega pensando como agiria se estivesse na pele da personagem principal, Percy. Ela tem todo um ar delicado, talvez por ser tão jovem, mas ao mesmo tempo demonstra ter uma determinação surreal por conta dos acontecimentos na trama.

Claro que tudo é muito intencional, então o autor sabe muito bem como trabalhar com esse lado de Percy. E para mim esse foi um dos principais destaques do enredo. Vale comentar que sus postura é bem séria, por mais que vacile em algumas partes. Aprendeu a se virar e isso é algo bem determinante também. Não é fácil ter que ir atrás de sua mãe e parar diante da casa de um traficante, no caso Shelton Potter. E é óbvio que os perigos a cercam de várias maneiras. 

E é assim que a trama se desenrola, com muitas aversões e riscos no trajeto. Entra um bebê em cena e tudo muda por completo. É certo que nosso coração fica aos pedaços só de pensar em uma situação tão caótica. Mas ainda falta encontrar sua mãe, então surgem várias dúvidas de como proceder nesse ponto em diante, em especial porque agora há um ser indefeso que precisa de muita atenção. 

O medo começa a se fazer presente também, ainda mais porque Percy precisa de ajuda (e ela vai atrás disso mesmo). Porém não pensa nas consequências de seus atos e com quem está lidando. É um misto de sentimentos, ainda mais porque o livro é extremamente imprevisível. De fato, é uma obra intensa e que mexe com o leitor de uma maneira que fica até difícil explicar. 

É um gênero que chama muito a minha atenção, por isso fiquei interessada na hora. A narrativa não decepciona em nenhum momento, ainda mais por toda a empolgação pelo desfecho e por todo o cenário que surpreende em vários aspectos: desde personalidades até as emoções mais profundas

 Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo