3 de julho de 2018

Resenha: Mais forte que o sol, Julia Quinn, Editora Arqueiro

Sobre o livro:



Sinopse: Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos. Quando Charles Wycombe, o irresistível conde de Billington, cai de uma árvore – literalmente aos pés de Elllie Lyndon –, nenhum dos dois suspeita que esse encontro atrapalhado possa acabar em casamento. Mas o conde precisa se casar antes de completar 30 anos, do contrário perderá sua fortuna. Ellie, por sua vez, tem que arranjar um marido ou a noiva intrometida e detestável de seu pai escolherá qualquer um para ela. Por isso o moço alto, bonito e galanteador que surge aparentemente do nada em sua vida parece ter caído do céu. Charles e Ellie se entregam, então, a um casamento de conveniência, ela determinada a manter a independência e ele a continuar, na prática, como um homem solteiro. No entanto, a química entre os dois é avassaladora e, enquanto um beijo leva a outro, a dupla improvável descobre que seu casamento não foi tão inconveniente assim, afinal...


Leia também:
Mais lindo que a lua

Resenha: "Mais forte que o sol", de Julia Quinn, é o segundo título da série Irmãs Lyndon, e se mostrou uma leitura tão leve quanto o primeiro título. Não há muitas reviravoltas nesse contexto, porém garantem situações repletas de emoções, quanto a isso não há como negar.

Um dos pontos fortes desse contexto são os diálogos engraçados, e as atitudes inesperadas, ainda mais vindo de um cenário que teria tudo para ser mais "quieto" - se é que podemos dizer de tal forma.

O encontro inicial é muito inesperado, tanto é que nenhum dos dois personagens centrais,
Elllie e Charles, imaginaram algo assim tão cedo. O fato é que ambos possuem interesses, como já era mesmo de se esperar em um contexto tão previsível.

Impossível não se divertir com o jeito de Ellie, e de como se satisfaz com as coisas mais simples da vida. E é justamente esse tipo de simplicidade, "sem frescuras", que conquista. E é claro que ela também é esperta e sabe a hora de se reinventar para não deixar seus valores de lado. Isso é incrível, apesar de ter que tomar certa atitude fora dos seus planos.

Charles não se parece em nada com Ellie, porém nesse tempo tem algo em comum, e é isso que os aproxima. As circunstâncias podem não parecer as melhores, porém a gente espera que tudo dê certo no final, como todo romance de época deve ter, rs. Óbvio que antes do final feliz, tem aquele caminho tortuoso - e que tanto curtimos também!

É certo que a autora sabe mesmo como surpreender, mesmo nos romances mais tranquilos. Sempre há aquela cena que te derrete por completo ou que deixa o leitor aflito por alguma maneira. E é por isso que eu nunca canso de recomendar os seus livros. Por mais que aparente ser só mais um romance de época, ele conquista e se torna muito, muito especial mesmo! 

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo