27 de julho de 2018

Resenha: Uma estranha em casa - Shari Lapena, Editora Record

Sobre o livro:



Sinopse: Karen Krupp acorda no hospital, sem ter a menor ideia de como foi parar nele. Tom, seu marido, diz que a porta estava destrancada quando ele entrou em casa, as luzes acesas, e que a esposa provavelmente saiu às pressas quando estava preparando o jantar, pelo que ele viu na cozinha. Karen perdeu o controle do carro enquanto dirigia a toda a velocidade e bateu de frente num poste. O mais estranho: o acidente aconteceu num dos bairros mais perigosos da cidade. A polícia suspeita de que Karen esteja envolvida em algo obscuro, mas Tom tem certeza de que não. Ele está casado com ela há dois anos, conhece muito bem a mulher. Será mesmo? Vai perguntar tudo a Karen quando chegar ao hospital, depois de dizer que a ama e que está feliz por ela ter sobrevivido, é claro. Mas Tom não obtém resposta nenhuma... porque ela não se lembra de absolutamente nada.


Resenha: Esse é o tipo de livro que me fascina já pela sinopse. "Uma estranha em casa", de Shari Lapena, possui todos os elementos que instigam os leitores deste gênero. Ela também é autora do livro O casal que mora ao lado, e você pode conferir a resenha AQUI.

Karen Krupp é uma verdadeira incógnita, aquela que o leitor fica com um pé atrás diante das omissões e segredos que pairam ao seu redor. De fato, a trama envolve muitos questionamentos, algo que - pelo visto - é bem intencional por parte da autora.

O fato de a protagonista sair de casa, deixar tudo para trás e ainda sofrer um acidente de carro pode revelar muito de sua personalidade - ou não. Mas é ai que a narrativa em terceira pessoa se encarrega de apresentar alguns desses traços. E compete a nós pegar essas dicas do texto também.

E é claro que os segredos são 'mega' importantes, mesmo porque é óbvio que eles revelam muito de Karen e de sua conduta. Ela tem seus receios e a partir do momento em que sua memória aparenta melhorias, o medo se faz ainda mais presente. 

Também é complicado acompanhar o marido dela, Tom. Complicado para ele porque não é fácil se dar conta de que sua esposa não é aquilo que ele pensava. A confiança é posta em risco, assim como tudo que construíram.

A trama é bem instigante, e mexe muito com o psicológico do leitor, em especial por precisar levantar hipóteses, e pelas perguntas não pararem de aparecer. Na verdade, eu me senti um tanto confusa em alguns momentos sobre o que realmente era certo nesse contexto.

Todos os elementos são muito bem trabalhados, o que torna a leitura ainda mais ágil também. Sem contar que o desfecho pega o leitor de surpresa MESMO, e eu não posso falar nada a respeito, rs.

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo