14 de outubro de 2018

Resenha: O urso - Claire Cameron, Bertrand Brasil

Sobre o livro:



Sinopse: Narrada pela voz inocente de uma criança, uma história sobre amor, perda e instintos que permitem a nossa sobrevivência. Enquanto acampava com a família em um parque florestal, Anna, de 5 anos, acorda ao som de gritos. Um urso-negro selvagem está atacando o acampamento — e seus pais são a presa. Escondendo-se na caixa térmica com seu irmãozinho recém-saído das fraldas, eles conseguem evitar a atenção do urso e sobreviver. Sua mãe, gravemente ferida, implora às crianças que embarquem na canoa da família e remem para longe. Mas, assim que escapam, os irmãos se veem sozinhos e perdidos na floresta, tendo de enfrentar a fome e as forças da natureza. A única esperança reside no amor desmensurado que Anna nutre por sua família enquanto se esforça para manter a coragem quando mais nada no mundo parece seguro.


Resenha: Pense em um livro instigante. O Urso, de Clair Cameron, trabalha muito bem com as emoções e as inocências de uma criança e uma ambientação hostil. Eu me arrepio só em pensar numa situação semelhante, penso em minha filha, e sei lá, mas talvez por isso e por todos os outros elementos, o livro se torna tão marcante.

Dois irmãos precisam sobreviver após o ataque de um urso. Nossa, que loucura ler sobre o sofrimento de uma família. Isso mexe muito comigo, muito mesmo. Eles não tem escapatórias e se encontram sozinhos, com medo, com fome e no meio de muitos perigos. Há emoções demais no meio dessas páginas tão sombrias e que mexem tanto com o nosso psicológico.

Então, o desenvolvimento se mostra bem tenso, e é claro que o caminho não se mostra fácil mesmo. Mas Anna e seu irmãozinho, Alex, me reconfortaram em vários momentos. É difícil compreender isso? Para mim não, afinal de contas, eles se saem bem (na medida do possível, é claro), e nos deixam mais calmos (na medida do possível também).

Crianças tão novas não podem passar por isso, eu só sabia pensar isso. Mas a narrativa soube mostrar com clareza o quanto esses pequenos são corajosos, em especial quando tem um intuito maior de amor e proteção. Claramente, essa é a maior mensagem deste livro. A maior e mais linda mensagem que eu poderia retirar de uma obra tão especial.

Eu só sabia dizer "meu Deus, meu Deus" diante dessa leitura. Só uma ressalva: a narrativa não é tão profunda, por conta da narração ser da menina. Mas nem por isso tirou o meu interesse. Sério, bom.. acho que só ao ler essa sinopse, já dá para despertar a atenção do leitor, né?! E já deu para perceber também que eu recomendo sim esse livro - eu espero que sim haha.

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo