7 de novembro de 2012

Resenha: Cidade das Cinzas - Cassandra Clare, Galera Record

Informações do livro:
Título: Cidade das Cinzas
Os Instrumentos Mortais #2
Título original: City of Ashes 
(The Mortal Instruments #2)
Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Grupo Editorial Record
Páginas: 406




Sinopse: Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace. Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai? Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações.


Leia também:
Os Instrumentos Mortais #1 Cidade dos ossos   - Cassandra Clare (Galera Record)



Resenha: Mais uma vez me peguei sendo surpreendida por esta história fantástica e repleta de reviravoltas. E sei que é um enredo impossível de esquecer. Assim que terminei Cidade dos Ossos, comecei a leitura de Cidade das Cinzas ansiosa pela história que seria apresentada.

Nesse volume, Jace está ficando um pouco revoltado diante de toda situação que segue, já que não sabe realmente no que acreditar. Por esse motivo, vai atrás de algumas confusões, imagino que para se testar talvez ou chamar a atenção à si próprio.  Já ele e Clary estão vivendo momentos de tensão sempre que se encontram, tentando ignorar o que sentem um pelo outro e por outro lado, tentando fazer um papel de irmão e irmã que não é nem um pouco fácil. 

Já quanto a isso, Simon é o que está levando sorte, já que conseguiu conquistar a menina, pelo menos em partes, e então eles começam um envolvimento um tanto enrolado. Mas claro que Simon sabe dos sentimentos da amiga, e o que eu mais gostei nele, nesta narrativa, é que ele soube reconhecer tudo que esta acontecendo e não hesitou a falar e a escutar a verdade diante de seus olhos. Simon consequentemente conseguiu um papel maior nesta trama, por isso e por outros motivos, que claro, não vou poder falar.

Luke e seu bando também tiveram uma participação bem maior que o esperado, e é através disso que entra em cena a licantrope Maia. Percebi que teve um grande foco na menina e fiquei até pensando que talvez, futuramente ela se envolva com Simon. Seria legal na verdade, e já estou torcendo por isso.

E fora todas as batalhas, que foram apresentadas nesta trama, nos levaram a outras dimensões onde a aventura ultrapassa barreiras e emoções. Valentim tem uma personalidade forte e determinada, e achei muito importante dar um destaque maior nele, pois assim conseguimos conhecer sua verdadeira face e saber que ele não se importa com nada que não seja os seus únicos propósitos.

A relação de Jace e Clary está me deixando cada vez mais nervosa e insegura. É ao mesmo tempo triste angustiante e relevante o que cada um está sentindo e não consegue dizer um ao outro. Mas acredito que tudo isso está os fortalecendo cada vez mais. É perceptível o amadurecimento de Clary e as suas recentes descobertas a estão deixando cada vez mais forte, descobrindo novos poderes e mensagens. Nessa sequência, os personagens também foram muito bem explorados, cada um ao seu modo, fortalecendo seus vínculos à história, com diálogos mais centralizados e enredo mais focado ainda.

A mãe de Clary – Jocelyn -  não teve uma grande participação, mas pelo desenrolar do mesmo, imagino que no terceiro livro a sua presença será essencial, pelo que é possível constatar nas páginas finais. Mais uma vez a narrativa não deixa de ser sensacional e com muita ação do inicio ao fim. Estou ansiosa para já começar a ler Cidade de Vidro e saber o rumo dessa série mágica e misteriosa, que já se tornou uma das minhas favoritas.

“- Eu estava doente mesmo – disse ela – Juro. Quase morri no navio, sabia?
Ele soltou a mão dela, mas continuou a olhá-la fixamente, quase como se quisesse memorizar seu rosto.
- Eu sei – disse ele. – Toda vez que você quase morre, eu quase morro também.” Pg.401

Classificação SEL: 5/5


6 comentários:

  1. Já li os três primeiros livros da série e os três são ótimos.

    Gostei bastante da resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Parece ser uma série muito boa, mas não tenho vontade de ler ^^

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha!!!! Ainda não li nada dessa autora mas quero muito. Em 2013 quem sabe isso aconteça pq para esse ano tenho muitos pendentes!!!!

    ResponderExcluir
  4. parece que nesse volume a coisa anda bem focada ne
    gostei da resenha :)
    esero ler os livros dessa serie em breve

    ResponderExcluir
  5. Esta é uma série que muito me interessa e que infelizmente ainda não tive oportunidade de ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Comprei a coleção toda mas ainda não comecei a ler nenhum, estou muito ansiosa para começar!

    http://omundoemaiorqueomeuquarto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo