21 de fevereiro de 2013

Resenha: A Fórmula da Vida - @AdrianaIgrejas - Editora Letra Capital

Informações do livro:
Título: A Fórmula da Vida
Autor: Adriana Igrejas
Editora: Letra Capital
Páginas: 344
SKOOB | GOODREADS 



Sinopse: O que é a vida? Qual a melhor forma de se viver? Pode alguém que perdeu tudo que era importante em sua vida ainda ser feliz? Ainda há esperança mesmo para quem viveu dor, violência, solidão? Para quem se deixou levar pelo caminho do mal? Na jornada em busca da fórmula da vida, o leitor vai experimentar muita ação, tramas, drama, conflitos existenciais e romance. Vítima de um crime, Catarina Evangelista Durval atravessa a adolescência e chega à vida adulta com vários dilemas e vai precisar lutar pela sua vida e resolver todos os seus problemas antes de poder buscar novamente o amor e a felicidade. A fórmula da vida é um livro para todos os gostos. Tem um pouquinho de tudo em uma história cheia de reviravoltas e com personagens marcantes e apaixonantes, dentro de uma narrativa dinâmica e moderna.



ResenhaA Fórmula da Vida é um livro que aborda um tema inovador e envolvente, onde a autora Adriana Igrejas ainda consegue fazer críticas construtivas sobre assuntos polêmicos relacionados ao meio ambiente e o mundo ao nosso redor.

Logo no início da trama, conhecemos Jorge Durval, um cientista que havia descoberto uma fórmula que teria o objetivo de despoluir a água. Porém como esse assunto acabou se tornando conhecido e famoso, uma grande fatalidade ocorreu com ele e sua filha. Alguns criminosos estavam atrás desta fórmula, porém mesmo depois que lhes foi revelado, eles mataram Jorge e estupraram sua filha Catarina.

O que falar dessa personagem? Óbvio que Catarina cresceria revoltada e lutando por justiça, porém diante de tanta tragédia, ela acabou se fortalecendo mais, se bem que só perceberia isso bem mais tarde. 

Ela era atormentada por más lembranças e tentava encontrar um caminho onde pudesse ser feliz, mesmo que para isso tenha passado por vários estilos de vida. Ao longo da narrativa, acompanhamos todas as mudanças vividas por Catarina e como ela conseguiu superar seus medos e angústias.


“Estava sozinha no mundo. Seu pai, único parente, única pessoa que tinha, que amava, estava morto. E ela nem foi ao seu funeral! Cinzas. Foi o que sobrou dele. E ela sofrera o maior abuso e violência que um ser humano pode suportar. Não sabia se chorava por seu pai ou por si, mas chorou ainda muito.” Pg. 33


Me surpreendi pelo fato de que ela realmente conseguiu fazer vingança com as próprias mãos. Não esperava por isso, por não ter ninguém ao seu lado que pudesse lhe ajudar o suficiente e mudar suas atitudes. 

Mesmo que não tenha sido presa pelo fato de ser menor de idade, isso influenciou bastante no seu relacionamento com as pessoas ao seu redor, sendo tachada como uma pessoa problemática e agressiva. E principalmente mais por esse motivo, acabou se tornando muito solitária e traumatizada.

Ela passou por várias fases, desde quando freqüentou aulas de artes marciais; o que acredito que a autora deve ter pesquisado bastante sobre este ramo, pois as cenas são muito bem descritivas; assim como também já se envolveu em vários rolos, brigas e afins.  

Com o tempo, foi colocando um pouco a cabeça no lugar e conseguiu terminar sua faculdade. Trabalhando como zootecnista, em uma fazenda no interior da cidade de Mato Grosso, Catarina vai viver a vida de outro modo e tentar encontrar a sua própria felicidade.


“Tentará ser má durante os últimos anos. Tentou de tudo. Andou com o pior tipo de gente, quis bancar a dark, a punk, a que curte rave, foi pitgirl, bancou a justiceira. Nada deu certo. Ser má podia ser o caminho mais fácil, mas não era o certo. Não lhe trazia felicidade real, só euforia, histeria, delírio de poder. E ia levá-la ao abismo escuro no outro plano. Sim, queria ser boa. Na verdade sempre quis, só que achava que não podia...Não mais...” Pg.133


Nesse lugar tranquilo, Catarina ainda vai se torturar um pouco em relação ao seu passado. Parece que ainda há um certo mistério sobre a morte de seu pai, e agora ela precisa ir atrás da verdade para enfim, poder se reencontrar e ser feliz.


“Foi direto para o seu quarto e desatou a chorar. Chorou, chorou, soluçou. Há muito tempo não chorava. Chorou por tudo que aconteceu em sua vida, mas principalmente por causa dele. Não era de chorar. Construíra sua fortaleza, mas agora a sentia desabar. O desprezo daquele homem a feriu muito mais que seus socos, muito mais que sua declaração de ódio e ainda mais que as semanas de silêncio. Deixou-se ficar a chorar o quanto pôde. Permitiu-se dar vazão a todo sofrimento que a atormentava.” Pg.270


A Fórmula da Vida apresenta uma narrativa envolvente, repleta de suspense, muito mistério, drama e um toque de romance. Sem contar que a autora soube colocar na obra vários pontos reflexivos acerca de nossa própria vida, e até mesmo nos passando várias lições sobre nossa existencia. Mantém um enredo emocionante e ao mesmo tempo forte, com reviravoltas intensas e críticas construtivas.


Classificação SEL: 4/5


Um comentário:

  1. O livro possui um enredo bastante atraente e a resenha tornou o trabalho ainda mais sedutor.
    Belo trabalho da resenhista e da autora.

    Abraço.

    Marco Antonio Rodrigues.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo