6 de março de 2013

Resenha: 60 contos diminutos - Marilia Pirillo, Editora Gaivota

Informações do livro:
Título: 60 contos diminutos
Autor: Marilia Pirillo
Editora: Gaivota
Páginas: 64
SKOOB | GOODREADS 



Sinopse: 60 contos diminutos são minicontos para ler a qualquer hora. Textos curtos, rápidos, de poucas linhas. Recortes da realidade, pequenas histórias do cotidiano. Contos de muitos espaços. Espaços provocadores, deixados ali de propósito porque algumas vezes muito mais interessante que mostrar é apenas sugerir e deixar ao leitor a tarefa de “preencher” as lacunas e entender a história por trás da história. São 60 contos para fazer pensar, questionar, concordar ou discordar. Para imaginar diferente, se identificar, dar de ombros, detestar ou adorar.




Resenha: A Editora Gaivota está mais uma vez, de parabéns pela linda edição e diagramação, em mais um livro de excelente qualidade. O formato do livro é super cativante e nos dá a sensação de aconchegado, de poder levar esses contos para onde a gente for. 

“60 contos diminutos” nos apresenta 60 minicontos, repletos de pensamentos simples e soltos pela imaginação e interpretação. Por dentro, além dos textos, somos agraciados com desenhos e o formato das folhas segue como se fossem páginas de um caderno mesmo. 

A temática dos contos é referente a adolescência, essa época recheada de dúvidas, contradições, muitas incertezas e tantas outras crises existenciais nesse meio juvenil.

O livro tem uma leitura muito rápida e o mais interessante é que cada texto complementa o outro, ou acrescenta algo de novo ou até mesmo vem com um novo assunto a tona. Além do mais, é uma obra para se interpretar mesmo, viajar nas entrelinhas e tirar suas próprias conclusões e reflexões. 

Me identifiquei com várias passagens dos contos, pois além de retratar o mundo dos jovens, apresenta o lado de sentimentos como alegria, tristeza, insegurança, amizade, família...todos os temas tratados da maneira mais realista possível, o que aproxima ainda mais o leitor com os contos.

Uma das coisas que eu mais gostei na diagramação do livro foi a parte em que na capa lembra a um Moleskine e me passou a sensação de estar lendo um diário/agenda, o que achei super criativo, levando em conta que eu amo ler diários e afins. Com certeza “60 contos diminutos” é uma ótima dica para uma leitura leve, dinâmica e envolvente.


“Ela ficou magoada de ouvir aquilo. Queria responder. Queria lhe dizer umas verdades. A verdade. Como ela se sentia. Mas calou. Mas guardou. E a mágoa, guardada no escuro do peito, com o tempo cresceu como massa de pão. Cresceu, se espalhou, embolou. Até que um dia ela explodiu.” Pg. 53


Classificação SEL: 5/5


Um comentário:

  1. Oiie!
    Ainda não li muitos livros de contos, na verdade só um rsrs..
    Gostei da proposta desse livro, me imaginei lendo na hora do almoço por exemplo, horário que tenho pouco tempo para ler. Seria bem proveitoso.
    Mas tenho que admitir, se fosse pela capa eu não compraria rsrs..
    Os quotes que você selecionou me chamou muito a atenção, já quero ler!

    Beijos!
    http://geek-pop.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo