23 de maio de 2013

Resenha: O outro lado da memória - Beatriz Cortes @novostalentosbr


Informações do livro:                                
Título: O outro lado da memória
Ficção Brasileira
Autor: Beatriz Cortes
Selo: Novos Talentos Da Literatura Brasileira
Editora: Novo Século
Páginas: 248



Sinopse: "Amar é encontrar uma coragem dentro de si que nem se sabia que existia". Luíza Bedim, uma jovem talentosa e cheia de sonhos, sofre uma grande decepção com a pessoa que ela mais ama. Depois desse período, passa a ser perseguida pelo medo e a dor profunda do que aconteceu. Sua vida muda totalmente e não consegue mais viver da forma que vivia antes. Luíza acredita que nunca mais será feliz, e vive alimentando-se de sua solidão interna. Anos depois do acontecido, ela conhece Arthur, um jogador de basquete novo em sua escola que chega chamando a atenção de todos. Ela o ignora totalmente no inicio, porém, é obrigada a passar uma hora de seu dia com ele. Entre muita confusão, brigas e discussões, Arthur mostra-se alguém que Luíza não esperava que ele fosse. Alguém capaz de fazer com que o outro lado de sua memória seja mudado. Descobre que só é possível encontrar a felicidade se for atrás dela. Em um romance divertido, complexo e cheio de mistério, você vai se apaixonar e sentir cada emoção vivida por Luíza em sua própria pele. Confira!




Resenha: A cada vez que leio um livro nacional, me encanto mais e mais pelos autores brasileiros. Não gosto de ficar fazendo comparações sobre determinado autor, pois acredito que independente da nação de onde provém, cada um nos apresenta os seus dons de escrita. Porém acredito que Beatriz Cortes vem se revelando diante das palavras e demonstrando ter grandes poderes habilidosos na área da literatura. Que bom, para nós, leitores, que temos o prazer de desfrutar uma leitura maravilhosa. E será que preciso mesmo dizer o quanto achei “O outro lado da memória” envolvente?!


“Sempre pensei que me preocupar com sentimentos era perda de tempo. Na verdade, acreditei que pensasse realmente dessa forma; só quando tomaram conta de mim que fui perceber...Sentimentos são essenciais para se viver. Sentimentos não são apenas sentimentos. São ações, gestos, expressões. O amor, por exemplo, não é algo que palavras bonitas possam descrever. Sem ações, gestos e expressões, ele é, tão somente, nada.” Pg.11


De inicio, a história me pareceu bem clichê, aquela onde somos apresentados a um jovem casal, que de cara não se dão muito tempo, porém com o tempo, inevitavelmente começam a se envolver e a nutrir sentimentos um pelo outro. Se já fosse só assim, eu com certeza já ia gostar, pois adoro um romance bem clichê. Mas é claro que o enredo me surpreendeu e apresentou uma trama emocionante, dinâmica e bem desenvolvida do começo ao fim. Sem falar que os personagens nos passam a sensação de proximidade, os tipos de pessoas fáceis de encontrar em nosso dia-a-dia. Luíza já sofreu muito em sua vida e espera não ter que passar por tais situações novamente. Mas parece que o destino vai lhe pregar uma peça e vai ser impossível controlar os sentimentos. Por conta do que lhe aconteceu no passado, a moça se tornou muito fechada e solitária, apesar de ter boas qualidades e mesmo que ela não perceba, está cercada de ótimas pessoas. Não vou nem falar de Lucas, a pessoal responsável por tantas mudanças e angústias na vida de Luíza. Sério, gente, que rapaz maldoso! Arthur surge em sua vida para que ela aprenda a viver novamente e sentir novas emoções.


“Quando tocava e cantava dessa forma, parecia que nada mais havia em minha volta. Era como se eu estivesse liberta das dores que o passado havia me causado. Eu me esquecia de todos os momentos que tinham acabado com minha vida. De todos os instantes que me haviam feito chorar. Cada nota emitida por aquele instrumento tocava no mais íntimo do meu ser; cada som emitido por minha voz me fazia sentir a paz que tanto tentava recuperar. Mas algo me despertou do meu sonho.” Pg.41


Claro que Luíza se mostra insegura, despreparada e indecisa diante de uma pessoa que lhe mostrou o que ela poderia ser de verdade, e que principalmente poderia voltar a ser feliz. E mais: como resistir a alguém tão carinhoso e carismático com Arthur? Meio difícil, né pessoal?! No mais acredito que essa leitura leve e divertida, nos apresenta sentimentos animadores, sendo que inclusive, é uma ótima dica de livro para quem curte um bom romance adolescente com uma pitada de mistério.


“Estava disposta a falar tudo para ele, mas será que conseguiria? Depois de tanto tempo, me prender a detalhes, palavras, fazer voltar tudo aquilo à minha mente, e não ficar guardando comigo, ter que dizer para outro alguém? Será que eu conseguiria? Será que seria tão simples aquele volume colossal de memórias explodindo dentro de mim? Seria tão fácil assim dizer? Acredito que não! Talvez nem conseguisse. Talvez.” Pg.114



Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. Achei a capa linda, com certeza o leira.
    Não sou muito romântica, mais adoro ler livos de romance. Sempre deixam aquela sensação boa na gente depois que se termina de ler.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  2. Amiga assim como vc tbém estou cada dia mais encantada com os autores nacionais, claro que temos algumas decepções, mas na grande maioria são bem talentosos!!!
    Parabéns pela ótima resenha, não conhecia esse livro. Valeu pela dica!!!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo