21 de junho de 2013

Resenha: Antídoto - @DricaPinotti @editoraprumo

Informações do livro:                                 
Título: Antídoto
Confissões de uma hipocondríaca apaixonada
Autor: Drica Pinotti
Editora: Prumo
Páginas: 160



Sinopse: Amanda é uma garota nova-iorquina de 30 anos. Moderna e bem-sucedida, ela só quer uma coisa da vida: ser feliz! No entanto, quando não está tentando salvar o mundo - Amanda é advogada de uma ONG que trata de assuntos ambientais - ela está lutando contra alguma doença fatal imaginária. Amanda não é apenas uma hipocondríaca maluca, ela é uma garota romântica e sensível que tem consciência de seus problemas e vai fazer de tudo para se manter bem longe das consultas médicas e das doenças. O motivo de tanto empenho tem nome: Brian Marshall, o vizinho perfeito que ela conheceu tempos atrás e tem um estoque infinito do remédio de que ela mais precisa: paciência. Antídoto é um livro que, acima de tudo, prega o senso de humor, afinal quem não tem dificuldade de manter a sanidade mental frente aos problemas do dia a dia?




Resenha: Confesso que não sabia que “Antídoto” era a continuação de “A Pílula do Amor” da autora Drica Pinotti. E bom...depois que o li não fez muita diferença saber essa informação mesmo. Mas o bom é saber que não é uma leitura que precisa obrigatoriamente ler o primeiro volume. 

Sei que fica muito melhor quando você já conhece a história em si e os personagens que a compõem, mas a autora conseguiu explorar todos os ângulos da questão de uma forma detalhada e explicita. De qualquer maneira foi como se eu já conhecesse mesmo os personagens pelo modo irreverente ao qual o enredo tomou forma. E claro, não tem como não gostar de Amanda. Existe pessoa mais hilária que ela?

Amanda Loeb é uma figura. Uma personagem que vale a pena ser explorada, principalmente por ela levar a vida de um jeito tão complexo e diferente do habitual. Você sabe o que é hipocondria? Resumindo ao máximo: é quando uma pessoa acredita ser portadora de uma doença grave sem comprovações médicas. 

Normalmente a pessoa também acaba ficando obsessiva com todos os sintomas que sente, inclusive tem muito medo e preocupação com todos ao seu redor. Esse é também o resumo da personalidade de nossa personagem central: uma hipocondríaca tentando se recuperar. A situação é bem séria e também tem tratamento, e é perceptível como a autora conseguiu passar isso ao leitor e ainda acrescentando um ar de humor e dinamismo na trama. 

Ela encontrou finalmente alguém que a ama e que principalmente possui toda a paciência necessária com ela. Apesar de estar se controlando o máximo que pode Amanda ainda se encontra um tanto obcecada ao ponto de pensar que uma espinha seja na verdade, um câncer.


‘’Afinal, não estou grávida mesmo. O que poderia acontecer de ruim? Eu estava prestes a fazer um teste de gravidez e me perguntando o que poderia acontecer de ruim? Eu só posso ter caído do berço e batido a cabeça gravemente quando era criança. Só pode ser isso. E a descabeçada da minha mãe nunca me contou para não me dar a certeza de que algum dia terei mesmo um aneurisma. Ai minha Santa Channel do Pretinho Básico, não me desampara! Eu nunca vi uma mulher grávida se vestir com estilo. Protege-me dessa vez, que eu prometo nunca mais usar aquele pijama vermelho e preto horroroso. Amém!” Pg.104-105


Seu namorado se chama Brian, e é mesmo muito paciente com ela. Isso não significa que ele não tem que se envolver com seus negócios também. Logo que decidiu abrir uma filial de restaurantes em Paris, ele acabou se afastando um pouco de Amanda, pelo fato de estar muito ocupado com os negócios e consequentemente agora também precisa viajar bastante. Para Amanda, isso significa outra coisa. 

Ela está paranóica com a situação. E quando Anabelle, uma francesa charmosa e muito bonita, entra em cena para trabalhar com Brian, Amanda não para de pensar no pior. E no caso, isso quer dizer que ela não para de imaginar os dois em situações intimas e super românticas. Em paralelo, outras situações acontecem de um modo inesperado, fazendo com que Amanda desabe e esteja a um passo da loucura.


‘’Tenho certeza do amor do Brian por mim. Aliás, o amor que ele sente por mim é o tipo mais generoso. Aquele tipo de amor que aceita o outro exatamente como ele é. Pacote completo, com todos os defeitos, todas as chatices, as estranhezas e, no meu caso, a hipocondria. Eu também o amo tanto! Amo até perder o fôlego. Amo até flutuar.” Pg.131’’


Muitos dilemas surgem no caminho de Amanda, fazendo com que ela perca toda a estabilidade adquirida nos últimos tempos. Na verdade, ela está mais insegura do que nunca. E depois de passar por tantos problemas, seja no seu emprego atual ou no lado pessoal, ela está seriamente afetada com os últimos acontecimentos. Algo mudou e ela está começando a perceber, só não acha que vai estar preparada para algo tão grande e que, claro, vai causar uma grande revolução em sua vida.

Só posso dizer que me apaixonei pela história cativante e que meu atual desejo é poder ler o primeiro volume: “A Pílula do Amor”.


Classificação SEL: 5/5


8 comentários:

  1. Quero tanto ler os livros dessa autora!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Amei sua resenha! Só me deixou mais neurótica para ler.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. KKKKKK OMG! Agora que quero ler esse livro mais ainda! Li primeiro a resenha e depois a sinopse e ri nos dois! Nossa! Acho que achei um livro que é mais do que a minha cara rs! Nossa, adorei mesmo, sinceramente! O fato da Amanda ter essa forma de escrever e colocar os personagens assim me deixou muito curioso para ler os outros livros dela. Quero ler A pilula do amor também! Gostei de mais! Hilario mesmo! rs

    ResponderExcluir
  3. Não conheço a Pilula do Amor, mas pelo jeito deve ser ótimo também!
    Haha já me encantei pela Amanda sem ler o livro! adoro persohagens assim, cativantes e engraçadas, ajudam muito na leitura (:
    Estou precisando de um livro para dar umas boas risadas! rs


    http://www.segredosemlivros.com/2013/06/resenha-antidoto-dricapinotti.html

    ResponderExcluir
  4. Nossa, já li com a sua resenha, imagine quando for com o livro. Agora estou torcendo mais do que nunca para ganhar esse livro... \O/

    ResponderExcluir
  5. Hahaha...o livro parece ser divertido! Gostei da resenha, fiquei ansiosa para ler! Eu também não sabia, tomei conhecimento em um Blog!
    Adorei A Pílula do Amor, aposto que vou me diverti com esse também! =D

    ResponderExcluir
  6. Nossa adorei. Esse livro deve ótimo. Preciso de livros assim: divertidos e descontraídos, pra aqueles dias que você quer se distrair. Vou ler sim. Beijos e amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  7. não li a pilula do amor tbm, mas devem ser mto legais e legais os livros!

    bjooo

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li nada da autora, mas essa resenha me deixou curiosa. E essa capa é muito bonita <3

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo