16 de outubro de 2013

Resenha: Insígnia – A arma secreta @SJKincaidBooks @VREditorasBR

Informações do livro:
Título: Insígnia – A arma secreta
Título Original: Insignia
Autor: S. J. Kincaid
Editora: V & R Editoras
Páginas: 502



Sinopse: Considerado um fracassado por todos, com uma aparência pouco digna de atenção e uma vida cheia de incertezas, Tom Raines é um garoto de 14 anos que possui apenas uma habilidade – jogar videogame. Durante anos perambulou de cassino em cassino com seu pai, um jogador sem sorte, que fazia de seu vício um meio de sobrevivência e, a cada dia, iniciava uma jornada em busca de um “lar”, mesmo que isso significasse um quarto qualquer pago com um pouco de dinheiro ganho em apostas. Certo dia, ao ter seus combates virtuais monitorados por um general, Tom é convidado para integrar a elite do Exército e usar seu talento para ajudar o seu país a vencer a Terceira Guerra Mundial. Neste combate, os oponentes são empresas multinacionais e não há vítimas humanas. Sediada no sistema solar, a disputa principal é o controle sobre os direitos de mineração e recursos naturais em extinção. Os combatentes são, na verdade, máquinas controladas pela força da mente dos adolescentes, através de dispositivos implantados em seu cérebro. Tom então percebe que essa será a oportunidade de tornar-se alguém importante e conquistar sucesso, amigos e um amor de verdade.



Resenha: Insígnia – A arma secreta” de S. J. Kincaid apresenta uma história distópica forte e rica em detalhes chocantes. Por se tratar de um gênero de ficção cientifica, levanta polêmicas acerca da sociedade capazes de deixar qualquer um assustado ou pensativo diante de qualquer tipo de possibilidade sobre acontecer os mesmos fatos da trama.

Tom Raines com seus 14 anos, possui uma habilidade genial sobre jogos virtuais, e diante de um mundo totalmente integrado e perceptivo não demorou para que militares descobrissem e se interessassem pelo garoto. Eles recrutam jovens com essa aptidão para que possam estar treinando e lutando em batalhas simuladas entre países. E isso tudo se passa no cenário da Terceira Guerra Mundial, e eles precisam se mudar para uma escola que os ensina as mais variadas estratégias.

Esse protagonista, apesar de ser muito novo, se apresenta com uma personalidade incrível e fugaz, destinado a concluir seus objetivos. Sem falar o quanto ele é carismático. Ele sempre teve problemas com seu pai viciado em jogos de cassinos. Apesar de haver certa negligência, tom demonstra ter esperança sobre sua vida e por esse mesmo motivo decide seguir em frente e aprimorar seus potenciais. 

Tom poderia achar que não era ninguém e que nunca seria, mesmo porque até o próprio livro queria que o leitor chegasse a essa conclusão. Porém essa ideia nunca passou pela minha cabeça, e de imediato percebi a grandeza de tal personagem, com sua simbologia própria.

Os personagens secundários também se destacam e mantém a relevância na trama. Vik se torna companheiro de Tom, e ele definitivamente é o mais hilariante do enredo, assim como é perceptível como a amizade deles cresce gradualmente, e ambos ajudam muito um ao outro. Entre outras personalidades, Wyatt também entra em cena para complementar a equipe e se mostra um tanto misteriosa e muito inteligente.

 O ambiente gira em torno de realidades virtuais, política e muita tecnologia avançada. Pode-se perceber o quanto foi bem trabalhado e adaptado para a trama de modo compreensível e envolvente. As aulas na Agulha Pentagonal são citadas de modo dinâmico e cria um vinculo sobre as próprias experiências dos personagens, assim como desafia o leitor a entender cada ação e objeto utilizado. Confesso também que todo essa atmosfera tecnológica gera uma impressão de desejo e vontade de querer estar na pele dos personagens vivenciando essas aventuras narradas.



“Seu país precisa de você na Agulha Pentagonal. A pergunta é: será que você é homem o bastante para ganhar uma guerra para nós?” Pg.34


Classificação SEL: 5/5

Confira o Book Trailer:



4 comentários:

  1. Estou louca para ler esse livro. Só estou esperando abaixar um pouco o preço pra comprar rs.

    Adorei a sua resenha. Me deixou com mais vontade ainda de ler!!!

    Vc está no meu Feeds! E te acompanho do GoodReads! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo Gabi, porque a história é muito interessante! beijos e obrigada =)

      Excluir
  2. Que capa linda!
    Não conhecia mas fiquei com vontade de ler!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Capa linda né?! A história é demais!! Beijos

      Excluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo