21 de outubro de 2013

Resenha: Os anos perdidos - T. A. Barron @galerarecord

Informações do livro:
Título: Os anos perdidos
Merlin – Livro I
Título Original: The lost years
Autor: T. A. Barron
Editora: Galera Record
Páginas: 400


Sinopse: Antes de ser Merlin, ele era apenas um menino… Um menino, sem memória, sem lar e sem nome. Determinado a encontrar os três. Destinado a se tornar o maior mago de todos os tempos. Siga os passos do jovem Merlin, seus primeiros passos na magia e suas aventuras em Fincarya. Uma terra entre céu e terra, ameaçada por um poder maligno. Com a ajuda de um grupo improvável, ele irá aprender que seu passado e seu futuro estão estranhamente interligados ao destino desse lugar.



Resenha: Os anos perdidos” do autor T. A. Barron, acompanha uma trajetória encantadora de um dos magos mais conhecidos e dignos de surpresas. Merlin é ousado e desafia todas as barreiras do tempo, da história e dos próprios estudiosos.
                   
Sempre fui fã deste personagem indecifrável e fantasioso: já acompanhei séries televisivas, filmes e já li vários livros que retratam sua vida. Então, vocês podem imaginar o quanto fiquei curiosa com este livro lançado pela Galera Record. Fiquei e ainda estou – mesmo depois de ter finalizado a leitura – cheia de expectativas, e o bom é que em nenhum momento me senti frustrada ou desapontada com o texto. Pelo contrário, a história foi muito bem focada e detalhou pontos relevantes e compreensíveis.

Merlin sempre foi muito misterioso, com tantas lendas girando ao seu redor até a sua juventude não podia ficar de fora das pesquisas e elaborações históricas. Esta trama aponta para cenários inexplorados e apresenta passagens atormentadas e angustiantes. São verdadeiros anos perdidos e o leitor precisa, antes de mais nada, estar preparado para ser surpreendido várias e várias vezes.

Emrys não tem certeza de nada, já que está sem memórias. Ele nem ao menos sabe se a mulher que o acompanha é realmente a sua mãe. Após ocorrer alguns fatos inesperados e terríveis, ele tem a certeza de que precisa mudar a situação em que se encontra e por esse motivo decide ir atrás de respostas sobre a sua própria vida.

Nesta viagem inusitada, o garoto passa por lugares maravilhosos e fascinantes, levando o leitor ao ápice de sua imaginação com tamanhos atrativos sedutores e simbólicos. Neste percurso, aos poucos ele vai percebendo que há muita informação escondida, bem mais do que ele estava procurando... fatos perigosos e de muita importância. Assim como as coisas também se interligam com uma maestria digna de ser aprofundada. Começamos também a notar o desenvolvimento de seu caráter e a seu amadurecimento.

O enredo é muito bem centrado e entrelaça os acontecimentos sem deixar pontas soltas ou sequer dúvidas relacionadas, apesar de que a curiosidade sobre o próximo volume se torna perceptível e com razão. Todos os elementos místicos são acrescentados com envolvimento e perspicácia, fazendo com que haja uma harmonia firme entre todos os personagens, seja sobre o Rei Arthur, os druidas e suas diversas lendas.



“Por mais que ela me chamasse de Emrys, eu não conseguiria afastar a sensação de que meu verdadeiro nome era... outro. No entanto, eu não fazia idéia de onde procurar a verdade, exceto talvez nas sombras agitadas dos meus sonhos.” Pg. 34



Classificação SEL: 5/5  


Um comentário:

  1. Nunca li nada sobre o rei Arthur ou Merlin... já assisti a alguns filmes, bjo!

    Te espero lá no meu cantinho, =D
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo