5 de outubro de 2013

Resenha: Se você fosse minha - Bella Andre @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: Se você fosse minha
Os Sullivans - Livro 05
Título Original: If you were mine (The Sullivans #5)
Autor: Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
SKOOB GOODREADS  




Sinopse: Zach, o mais arredio dos Sullivan, é mecânico e corredor de pistas de alta velocidade. Suas únicas preocupações são: como gastar seu dinheiro e com que mulher passar a próxima noite… Até que ele recebe a difícil tarefa de cuidar do filhote de yorkshire de seu irmão por duas semanas — um total contratempo para um homem como ele. Mas Zach não tem como negar este favor a Gabe e, muito a contragosto, acaba aceitando cuidar de Ternurinha, a cachorrinha que, para piorar, é um terror e certamente precisa de treinamento. Heather Linsey não acreditava que teria de treinar o fi lhote do arrogante Zach Sullivan. De todos os homens que já conhecera, Zach era o mais atrevido. Palavras como arrogante, esnobe, pretensioso cabiam especialmente bem no mecânico da família Sullivan. Além disso, a beleza e o charme de Zach eram desconcertantes e a atração entre eles, inevitável… Heather estava francamente disposta a negar esse trabalho, mas teve que pensar duas vezes antes de recusar, pois fora indicada por uma grande amiga. De qualquer forma, ela sabia que podia controlar as investidas de Zach Sullivan, caso ele se mostrasse desrespeitoso. O que ela não sabia é que sua rejeição ia despertar os mais profundos e obstinados desejos no mecânico…





Leia também:
Os Sullivans #1 - Um Olhar de Amor - Bella Andre (Novo Conceito)
Os Sullivans #2 - Por Um Momento Apenas - Bella Andre (Editora Novo Conceito)
Os Sullivans #3 - Não Posso me Apaixonar - Bella Andre (Editora Novo Conceito)
Os Sullivans #4 - Só tenho Olhos para Você - Bella Andre (Editora Novo Conceito)



Resenha: Se você fosse minha” da autora Bella Andre narra a história de mais um integrante da família Sullivan. Zach é dono de uma rede consolida de oficinas, adora desafiar a si mesmo em corridas perigosas e faz parte do time dos homens que não quer ter um relacionamento estável, faz linha de durão, mas bem no fundo é um cara emotivo, protetor e intenso em todas as suas ações. Ele não queria saber de nenhum tipo de envolvimento, mas quando o assunto era a sua família ele se transformava na pessoa mais sensível do mundo. De fato ele é o que mais se parece com o pai.

Bella Andre costuma apresentar romances emocionantes, carregados de alguma drama peculiar e desta vez também não foi diferente. Apesar de no começo haver algum tipo de negação, no decorrer dos acontecimentos é perceptível o modo como os personagens se libertam e deixam se envolvem plenamente.

Neste enredo em particular, o que mais chama a atenção é o modo como houve essa descoberta de sentimentos. Sabe-se que os animais são de extrema importância na vida de seus donos e foi por ai que tudo começou: com uma cachorrinha chamada Ternurinha. Vale destacar também que um dos principais pontos positivos da autora está justamente em citar personagens de seus outros livros – e que também fazem parte da Família Sullivan – e é nesse momento que aparece Gabe pedindo para que Zach cuide do pequeno animal por algumas semanas. É uma tarefa fácil, mas ele não está se adaptando nem um pouco com esta situação.


“Zach tinha ficado muito irritado com Gabe e Summer por largarem a cadela com ele durante duas semanas. Agora, entretanto, percebia que deveria agradecer-lhes por isso.” Pg.24


Heather Linsey é uma personagem estimulante e apresenta um passado conturbado, além de não ter boas lembranças dessa época e uma relação triste com seu pai. Ela tem um dogue alemão chamado Atlas, e é muito prestativo e carismático. Sua empresa – Top Dog – é especializada em treinamento e outras particularizações envolvendo os cães.

Ternurinha precisa de algumas aulas para se adaptar com um estilo de vida mais calmo e assim que Heather e Atlas entram na vida de Zach o envolvimento é inevitável. A atração é mútua também com os cachorros, e se torna muito emocionante perceber que havia de fato uma linha invisível de afeto e compreensão com esses dois seres tão carismáticos.

Mesmo que cada um tivesse seus motivos para não querer assumir uma relação mais séria, os dois resolveram apostar em uma amizade com benefícios e sem nenhuma cobrança – realmente seria apenas sexo – claro que é impossível fugir quando o sentimento entra em cena e se mostra mais forte.


“Tecnicamente, beijos de bom-dia não faziam parte do acordo que envolvia apenas sexo, mas isso não significava que ele não iria querer um.” Pg.183


Os personagens, juntos, precisam aprender a valorizar o que têm diante de si e a se entregar sem medo. Diante de alguns desafios, esta história traz mensagens convictas de sabedoria e amor de um modo bem dinâmico e divertido.

Mesmo que traga uma perspectiva clichê, a leitura segue de modo ágil e é impossível não se apaixonar e torcer para o final feliz de todos os integrantes desta família. A ansiedade agora é saber como será a trama do próximo Sullivan – que provavelmente será Ryan – como bem deu a entender nas últimas págjnas.

Classificação SEL: 4/5


Um comentário:

  1. Fê parabéns sua resenha ficou ótima e fiquei com vontade de ler. Esses dois últimos volumes da série despertaram minha curiosidade. Valer por mais essa dica \o/
    Achei legal essa questão dos bichinhos aproximarem eles!!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo