5 de dezembro de 2013

Resenha: Revelações - Lígia Gama Miraglia, Editora Modo

Informações do livro:
Título: Revelações
Entre dois mundos - Livro 2
Autor: Lígia Gama Miraglia
Editora: Modo
Páginas: 296



Sinopse: Normalmente a nossa casa costuma ser um porto seguro. O lugar onde você quer estar e realmente se sente bem, mas no meu caso, infelizmente, a situação não é essa. Acabei de mentir para a pessoa mais importante de minha vida, meu querido Raul, eu deveria estar em Milão ao seu lado e não dentro de um avião, indo ao encontro do meu pior pesadelo... Noah, este é o nome do meu Anjo do Mal, aquele que está à minha espera. Depois de momentos horripilantes que passei ao seu lado, sei que este encontro não terminará bem. Tudo começou após um grave acidente, e nunca mais minha vida foi normal, cada dia que acordo viva e respirando, sinto que pode ser o último. Juro que tentei mantê-lo longe! No entanto, recebi a sua visita indesejada. Por mais que eu tivesse raiva de Noah, desta vez ele estava me dando uma chance. A oportunidade de ter um futuro, de estar viva e viver ao lado de minha família e Raul. Tudo o que eu queria era poder mudar as coisas, não ter escondido nada do que aconteceu a Raul. Talvez ele pudesse estar ao meu lado agora, me ajudando, dando força para que eu fizesse tudo certo e este temor que me consome diminuísse. Mas como nada em minha vida vem sendo fácil, sei que essa não será uma missão simples. Eu estou com medo, muito medo do que poderá acontecer no decorrer desta jornada ao lado de Noah. A verdade é que ele me apavora, o simples fato de me olhar com aqueles grandes e frios olhos azuis faz com que o meu coração pare de bater e o ar suma dos meus pulmões...




Leia também:

Entre Dois Mundos #1 - Lígia Gama Miraglia (Editora Novo Século)



Resenha: Entre dois mundos – Revelações” apresenta um novo olhar nesta história maravilhosa e surpreendente. A cada página virada o leitor consegue perceber novas perspectivas diante dos personagens, assim como os detalhes que são muito bem elaborados e estruturados para manter o ritmo adequado da trama.

Os personagens continuam atrativos e Alícia se mostrou mais madura diante de certas atitudes. Mesmo assim ainda há muita indecisão por sua parte. Outro personagem intrigante entra em cena: Thales, com suas atitudes determinadas e inacreditáveis (Acho melhor nem falar mais sobre ele para não falar mais do que o necessário – mas é obvio que vocês vão se surpreender muito). Ah Thales... tão lindo e irresistível, sem falar que está se empenhando bastante para provar que é possível mesmo ser de confiança e que pode lutar contra o mal que prevalece dentro de si mesmo. A boa notícia é que ele é muito explorado nas cenas e dá para conhecer mais a fundo sobre seus ideias, seu passado e afins.

Alí reaparece sem Raul (sempre querido e esta por fora da situação atual), que está cada vez mais distante, principalmente para poder desvendar os mistérios que cercam a sua vida desde o momento em que Noah surgiu. O detalhe é que neste volume em especial as brigas entre Raul e Alí são constantes e por isso mesmo que o relacionamento se encontra tão balançado.

O ponto central – seria um problema/ameaça?! – é que a protagonista precisa aprender e ensinar mais a respeito de ter confiança. A proposta então é que é necessário provar as qualidades dos humanos para se manter a salvo. Há muitas contradições envolvendo as emoções e é difícil entender que o amor pode mesmo ser encontrado no lugar mais inesperado. Mas será possível? ♥

O amor foi muito analisado nesta trama repleta de ação e tumultos. Revela idealizações marcantes para este sentimento tão complexo, do quanto pode ser uma emoção positiva, mas também pode remeter a dor e ao sofrimento. Quando os anjos caídos entram em cena, todos os personagens acabam passando por situações bem complicadas e percebendo a seriedade da missão deles. A capa está linda, assim como a diagramação está de parabéns. Ansiosa pela continuação (Ainda mais depois desse desfecho!).



“Eu sei que não pode salvar o mundo! Mas ele pode salvar uma coisa muito maior para mim, pode salvar a minha alma! Quando eu ajo com compaixão, me sinto melhor, vivo melhor, porque sei que não fiz nada para que outra pessoa se sinta mal e seja culpada pela raiva e o desgosto dos outros.” Pg.19



Classificação SEL: 4/5 


2 comentários:

  1. Ai que linda!! Adorei a resenha Fernanda... você entendeu que o amor pode causar muitos outros sentimentos, felicidade, paz, carinho e dor...

    Feliz Natal e um ano novo cheio de alegria, saúde, sucesso, amor...

    Bjs, Lígia.

    ResponderExcluir
  2. Que capa linda. Eu havia visto o primeiro livro em uma promoção, só que não sabia que tinha continuação, apesar que a capa não me chamou muita atenção e acabei então nem lendo a sinopse. Só que agora já estou desejando, e estou com uma meta para 2014 de ler mais livros brasileiros do que estrangeiros :D
    E este entrou para a lista . Ótima resenha .
    Beijos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo