14 de dezembro de 2013

Resenha: A livraria 24 horas do Mr. Penumbra - Robin Sloan @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: A livraria 24 horas do Mr. Penumbra
Título Original: Mr. Penumbra’s – 24 hour Bookstore
Autor: Robin Sloan
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288



Sinopse: A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas Jannon é curioso…



Resenha: A livraria 24 horas do Mr. Penumbra” de Robin Sloan é um livro que apresenta uma trama intrigante em um ambiente tranquilo e ao mesmo tempo misterioso. É o tipo de história que faz o leitor imaginar quais os segredos diante de cada personagem e ação, assim como revela momentos brilhantes a respeito da tecnologia e de conspirações inusitadas.

Clay Jannon é o personagem principal desta trama. Ele se encontrava desempregado por causa de uma crise no ramo das redes de alimentação nos Estados Unidos. Trabalhava como designer numa sede administrativa em São Francisco e tal empresa foi criada por dois ex-funcionários do Google. Tudo parecia ir bem, porém em menos de um ano lá estava a procura de um emprego.

Até que ele se deparou com um anúncio de um serviço que não era tão promissor, mas resolveu conferir, já que não tinha mesmo nada a perder. O cenário era uma livraria que atendia 24 horas. O lugar é descrito de forma fabulosa e faz com que o leitor tenha imensa vontade de conhecê-la. Imagine um lugar onde as estantes vão até o teto e as prateleiras somem como se não tivessem mais fim. De certo modo, parece meio sombrio e ainda revela um ar enigmático e cheio de simbolismo.

O Mr. Penumbra toma conta do lugar e é um homem ainda mais incompreensível, com diversas manias e regras sem sentido. As exigências deste emprego são claras: não é possível sair mais cedo e não é permitido ler ou folhear os livros. Apenas entregar para as pessoas – tudo se resume a isso e Clay trabalha no turno noturno.

Tudo estaria indo mais ou menos bem até que Clay começa a notar alguns clientes mais velhos com uns gêneros de leitura um tanto quanto suspeitos. É certo que a livraria conta com diversas obras e várias são raras e todas são ricas em conhecimentos, porém existem algumas em especifico que simplesmente se mostram como chaves para um tipo de evento oculto ou algo desse estilo mais excêntrico.

O interessante é que existe mesmo uma sociedade secreta de leitura que é bem obstinada e centrada a conseguir encontrar a tão sonhada imortalidade. Esses livros específicos são cercados de códigos que precisam ser interpretados. É algo tão peculiar que a história gira em torno de muito idealismo e pessoas compenetradas, seja tentando pelo lado mais fácil ou pelo mais difícil. Meio que adentrou naquela famosa duvida: tecnologia ou impressos?!

Os personagens secundários também merecem destaque como Kat, uma funcionária do Google, e Neel Shah, um mestre em RPG. O desfecho é simples, porém o autor cria uma atmosfera de suspense tão forte que envolve mais por esse motivo do que qualquer outro esperado.



“Perdido nas sombras das estantes, quase caio da escada. Estou exatamente no meio do caminho. O chão da livraria está bem longe de mim, a superfície de um planeta que deixei para trás. O topo das estantes está bem próximo, e é escuro por lá. Os livros estão bem apertados uns contra os outros e não deixam a luz passar. O ar também poderia ser mais leve. Acho que estou vendo um morcego.” Pg.12



Classificação SEL: 4/5


6 comentários:

  1. nossa, parece ser um livro incrível... adoro livros com mistérios assim :D
    que leitor não adora um livro ambientado em livrarias também né? hahahah
    desde que lançou quero ler ele, mas ainda não comprei :(
    vou tentar ler ele logo ;~~

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei este livro, também fiz resenha para ele no blog.
    A mescla entre o velho e o novo caiu muito bem, a narrativa é leve e você lê sem se cansar, excelente.

    Abraço,
    Diego de França
    http://leitorsagaz.blogspot.com.br/2013/10/resenha-livraria-24-horas-do-mr.html

    ResponderExcluir
  3. OI, eu ainda não conhecia este livro, mas parece ser muito bom.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tenho esse livro, não li ainda devido o tempo e estar lendo segundo uma lista que tenho, mas pretendo lê-lo logo. A capa é linda!

    ResponderExcluir
  5. Eu não gostei muito do livro, achei que ficou faltando alguma coisa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Já vi tantas resenhas legais sobre esse livro. Tenho muita vontade de ler, mas ainda não tive a oportunidade.
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo