27 de janeiro de 2014

Resenha: Enfeitiçadas - Jessica Spotswood @editoraarqueiro

Informações do livro:
Título: Enfeitiçadas
As crônicas das irmãs bruxas #1
Título Original: Born Wicked 
(The Cahill Witch Chronicles #1)
Autor: Jessica Spotswood
Editora: Arqueiro
Páginas: 272




Sinopse: Antes do alvorecer do século XX, um trio de irmãs chegará a idade adulta, todas bruxas. Uma delas terá o dom da magia mental e será a bruxa mais poderosa a nascer em muitos séculos: ela terá poder suficiente para mudar o rumo da história, para suscitar o ressurgimento do poder das bruxas ou um segundo Terror. Quando Cate descobre esta profecia no diário de sua mãe, morta há poucos anos, entende que precisa repensar seus planos. Qual será a melhor opção: servir a Irmandade, longe dos olhos vigilantes dos Irmãos Caçadores de Bruxas, aceitar uma proposta de casamento que lhe garanta proteção e segurança ou abandonar tudo e viver um grande amor proibido? Prepare-se para se encantar com os jovens pretendentes de Cate, abominar o ódio e a repulsa que os Irmãos dedicam a meninas e mulheres, e aguardar ansiosamente pela sequência de As Crônicas das Irmãs Bruxas.




Resenha:Enfeitiçadas” é um livro que deixa o leitor revigorado por apresentar uma história tão empolgante e repleta de detalhes fantasiosos. É o tipo de leitura que se mostra envolvente já nas primeiras páginas e todos os personagens são destacados com personalidades fortes e misteriosas. Quando cheguei nas últimas páginas, só pensei e lamentei o quão rápida foi essa leitura!

Cate Cahill é a mais velha de três irmãs. Depois que sua mãe veio a falecer, ela prometeu cuidar incessantemente de Maura e Tess. O pai vive viajando e por isso e outros motivos, a menina se vê em situações complicadas perante suas obrigações. A mãe era uma bruxa que tinha um poder mental considerado raro e suas três filhas também são bruxas. 

Cate já foi uma garota mais alegre e não ligava muito para as coisas, porém o peso desta responsabilidade fez com que ficasse mais séria, protetora e chata. Não pelo ponto de vista dos leitores – pelo menos não no meu – mas no das irmãs, já que ela se viu justamente como mãe delas. Como se não bastasse haver tantos problemas, existe uma profecia que pode colocar em risco a vida destas três bruxas.

Cate é uma protagonista que merece todo o respeito possível por dispor de tanta coragem, dedicação e força de vontade, principalmente pelo estado de pressão em que se encontra durante toda a trajetória. Maura é uma menina sonhadora, procura por liberdade e algo de inovador em sua vida. 

Ainda assim é a que mais precisa de atenção, por suas atitudes descuidadas e perigosas. Tess é a grande revelação da trama e tenho grandes esperanças que no próximo volume possa ser dada um foco maior em suas ações. Essa pequena menina é inteligente, perspectiva, observadora, focada e ainda mais carismática. Além de Cate, foi uma das que mais me encantou.

Em um tempo sombrio e cheio de regras, ser bruxa é um perigo mortal. Existe uma divisão da sociedade e tudo gira em torno ou dos Irmãos (uma fraternidade fiel aos princípios e cruel) ou das Irmãs (um convento nada convencional e muito misterioso). Cate chegou à idade em que é preciso escolher seguir a vocação ou casar-se. 

Claro que ela tem fortes pretendentes e há um triângulo amoroso um tanto surpreendente. Esse é mais um destaque para o enredo pois a autora elaborou pontos estratégicos e em nenhum momento a atuação destes personagens ficou obrigada. As cenas entre eles são apresentadas com rapidez e é muito fácil gostar da proximidade exibida ou o afastamento repentino.

O desfecho foi sensacional e despertou uma ansiedade enorme para a continuação. Havia um plano que parecia maravilhoso, mas claro que não poderia acontecer, pelo menos não nesse momento – e para nossa aflição. Um fato é certo: nem tudo é o que parece! Esse livro foi uma grande revelação e despertou pensamentos diversos em mim, em torno da época exposta e de cada personalidade, conflitos e afins. É o meu primeiro favorito do ano. E não canso de dizer e pensar o quanto AMEI esse livro =)

“Mas sinto a magia em mim. Está ali, em cada respiração, em cada batimento cardíaco irritado, com seus fios diáfanos pulsando e apertando meu peito. Ela provoca, bajula, implora para se soltar. Sempre acontece quando uma forte emoção toma conta de mim. Principalmente depois de eu me conter e não fazer magia durante alguns dias.”

Classificação SEL: 5/5 -  


4 comentários:

  1. São poucos os livros sobre bruxas que me atraem, mas achei a premissa deste livro me atraiu muito e a sua resenha só me fez ficar com mais vontade ainda de ler.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Favorito?? uhmmm despertou o meu interesse rsrs. Essa capa é linda né?! Adorei a sua resenha, cheia de sentimentos! Deu muita vontade de ler. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Miga AMEI sua resenha, senti o mesmo ao ler. E o final me deixou desesperada pelo livro seguinte.a coro a temática e toda a trama que a autora criou. Além disso sempre torci pelo Finn e vc!!!??? Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sempre torci pelo Finn, mas estou tão ansiosa pela continuação, rsrs. Beijos

      Excluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo