2 de janeiro de 2014

Resenha: Quando eu era Joe - @Kerensd @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: Quando eu era Joe
Joe - Livro 01
Título Original: When I Was Joe (When I Was Joe #1)
Autor: Keren David
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320



Sinopse: Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas? Sua escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe... E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso... Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer. Um livro – de tirar o fôlego! – sobre coragem e sobre o peso das consequências do que fazemos.




Resenha:Quando eu era Joe” de Keren David é um drama que possui uma narrativa emocionante acerca de questões ligadas aos verdadeiros sentidos humanos e tudo ao que diz respeito à experiências novas, amadurecimento, bullying e consequências de verdades e mentiras.

Ty Lewis testemunha um crime onde um rapaz foi esfaqueado, identificou pessoas perigosas em seu depoimento à polícia e por este motivo entra no programa de proteção à testemunhas. Ele e sua mãe Nicki moram em Londres, precisam reformular toda a sua vida de uma hora para outra, bem como abandonar todas as pessoas conhecidas, moradia e objetos pessoais. 

Eles só se convencem que estão realmente em perigo quando seu prédio sofre o ataque de uma bomba de gasolina, o que leva a crer que estão a procura dele e querem calá-lo independente da forma. Mais pessoas acabam sofrendo as conseqüências por causa desse ato.

Em outra cidade e com outros nomes, o agora chamado “Joe Andrews” e sua mãe demoram a se adaptar e custam a entender cada detalhe novo. É algo muito complicado até de se imaginar: o leitor se coloca na pele dos personagens e se vê diante de dilemas e confrontos internos muito tristes. É necessário ter muita coragem para seguir adiante e perceber que a vida não parou por causa de um acontecimento isolado.

A partir deste momento se torna perceptível as mudanças sobre a personalidade do protagonista. Ty era um garoto tolo, solitário, sem perspectivas e até um pouco infantil, enquanto Joe se mostra mais forte, determinado, intrigante e popular. Além de mudar a aparência (novos cortes de cabelo, lente de contato, roupas discretas), muda também para uma nova escola. Agora Joe tem 13 anos, faz aniversário no dia 05 de setembro e estuda no oitavo ano – sendo que ele já estava no nono ano.

Só resta imaginar se eles vão ficar mesmo seguros onde estão, camuflados em um novo local e com pessoas estranhas. Joe se sente bem na escola e não tem muitas esperanças sobre seu envolvimento com as pessoas, já que ele se sente exausto e temeroso. Mesmo assim o garoto começa a chamar bastante atenção de todos, principalmente das meninas. 

Aos poucos os personagens secundários vão surgindo para incrementar ainda mais os episódios. Claire é uma pessoa que se sobressai por sua amizade, Ashley é a garota popular cheia de más intenções, Carl é o valentão que está atrás de Joe, Ellie é a treinadora entusiasmada que o incentiva a se empenhar no atletismo, um cadeirante que aparece bastante em algumas cenas, entre tantos outros.

A vida parece tranquila e estável, mas aos poucos alguns detalhes dão errado e por fim Ty/Joe se questiona se algum dia poderá viver normalmente mesmo. Este é um livro realista e muito bem desenvolvido, cheio de suspense, ação e reviravoltas marcantes. O final é animador e gera muita ansiedade para a sequência.




“Como se escolhe o que levar quando lhe dizem que você pode nunca mais voltar para sua casa? Penso nas pessoas que perderam tudo em enchentes, tsunamis e terremotos, gente que vemos nos noticiários em campos de refugiados porque seus países estão em guerra. Imagino que seus problemas são tão grandes que provavelmente elas não têm tempo para se preocupar com uma fotografia ou um brinquedo velho. Acho que, em uma situação de crise, coisas pequenas não têm mais importância.” `Pg.10





Classificação SEL: 4/5 


7 comentários:

  1. O livro parece ser incrivel, mal posso esperar para ler-lo
    *ganhei no sorteio NC parceiros ;3
    Amei a resenha
    Beijos, Thaynara
    http://livroscombolinhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Fê, adorei a sua resenha. Esse é um dos lançamentos de janeiro que estou mais ansiosa para ler. Gosto muito deste tipo de narrativa. Que quote maravilhoso. Beijos, Dani

    ResponderExcluir
  3. Esse livro já esta na minha lista de leitura de 2014. Estou muito curiosa para ler este livro.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A premissa deste livro parece mesmo ser muito bom. Deve ser uma barra mentir sobre a própria identidade, fugir de tudo e mentir para todos. Pretendo ler esse ano com certeza. Beijos, Jess.

    ResponderExcluir
  5. Estou com esse livro na prateleira, e sua resenha me animou muito a ler. Foi mais interessante do que a sinopse, que acho que pode parecer simplória.
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler esse livro, deve manter quem o lê alerta todo o tempo e esperando a próxima página. Mudar a vida de uma hora para outra não é fácil, deve ser surpreendente o desenrolar da história.

    ResponderExcluir
  7. Oi Fê, estou super interessada em ler esse livro, adorei sua resenha acaba nos despertando curiosidade, com certeza será minha leitura para fev/2014

    www.leituraseloucuras.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo