30 de janeiro de 2014

Resenha: Sociedade dos meninos gênios - @LevACRosen @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: Sociedade dos meninos gênios
Título Original: All Men of Genius
Autor: Lev AC Rosen
Editora: Novo Conceito
Páginas: 544



Sinopse: Chantagem, mistério, confusões de gênero, coelhos falantes e um assassino autômato: mergulhe na trajetória de Violet Adams, que assume a identidade de seu irmão gêmeo para conseguir uma vaga na mais prestigiada universidade de Londres, que é exclusiva para meninos. Inspirado em clássicos como Noite de reis, de Shakespeare, e A importância de ser honesto, de Oscar Wilde, SOCIEDADE DOS MENINOS GÊNIOS traça um retrato pitoresco e provocativo da aristocracia vitoriana, oferecendo diversão, aventura e uma reflexão bem-humorada sobre a questão do gênero.



Resenha: Sociedade dos meninos gênios” apresenta uma história completa, principalmente por ser ambientada em um tempo repleto de regras e anseios confidenciais. É muito fácil entender as perspectivas dos personagens que são bem provocativos, levando em consideração que é possível avaliar o que é certo e errado, e o que vale a pena lutar ou não. O leitor é direcionada a acompanhar primeiramente a vida de duas pessoas, que lutam cada um a sua maneira, para enfrentar os desafios impostos e preconceitos regidos. Ainda bem que eles mantém uma relação unida e se entendem por suas diferenças e afinidades diversas.

Na trama, há a exposição da vida de uma jovem sonhadora chamada Violet Adams. A menina mantinha ativamente a aspiração para investir em sua educação, que é limitada com o embasamento nas persuasões sociais da época vitoriana. Desesperada por uma chance e reconhecimento, acaba incorporando o perfil de seu irmão gêmeo Ashton – este possui uma personalidade mais sutil, voltada para as artes – a fim de ingressar na conceituada faculdade de Illyria e iniciar a sua aventura nos aprendizados, juntamente com vários gênios brilhantes e, possivelmente, loucos de Londres. Para seu plano dar certo, ela precisa da ajuda do irmão e do amigo de infância, Jack, que se mostra extremamente prático e comovente por seus atos.

A menina se envolve numa experiência arriscada de descobertas sobre sua própria personalidade e até a respeito de outras mulheres da area, que têm impelido as convicções do período para obter sua liberdade e seguir seus instintos e objetivos mais íntimos. Após conseguir entrar, Violet sabe dos riscos e de como poderia arruinar sua vida bem como a de sua família, mas pelo menos tem o anseio forte de concretização e esperança pela realização de seu sonho.

Violet é feminista ativa, ousada e audaciosa, por isso quer ser considerada a melhor e avaliada por sua inteligência, para só quando finalizar os estudos poder dizer a todos quem é de verdade. Não é permitida a entrada de mulheres na instituição, porém há uma abertura para Cecily, esta irá se apaixonar por Ashton (que na verdade é a Violet). Entendem a confusão? Como se não bastasse, ainda há o duque de Illyria, e aos poucos a protagonista sentirá fortes emoções ao seu lado. Ele não entende porque se sente atraído por esse estudante tão inteligente.

Há também um mistério envolvendo alguns cientistas que podem estar desenvolvendo algo muito perigoso no porão da escola, assim como outros fatores que se interligam no desenrolar dos acontecimentos. Para uma ficção cientifica, nada melhor do que inserir conspirações desconexas e cheias de peças irreverentes. O fator principal e também destaque é que a própria escola mantém seus segredos e que também são igualmente perigosos.

O enredo é muito agradável, amplo e realista, já que apresenta uma aventura de ritmo acelerado com papéis memoráveis, intrigas, chantagens, ligações secretas, cenas engraçadas, ideais Steampunk, comédia, romance e ainda há as citações sobre Oscar Wilde. Adorei todas as descrições e existe muitos toques carismáticos em cada objeto, atitude e diálogos. De longe chama a atenção para uma leitura notável e espetacular.




“Foi uma ideia para uma brincadeira. E foi divertido chegar a ela. Mas preciso saber se você entende, Violet, que veja essa ideia como uma realidade, pois há muita coisa em jogo. Vinte anos de prisão, proibição de trabalhar nas suas invenções, o papai e eu vendendo Messaline, você perdendo sua juventude, a maior arte de sua vida, ou coisa pior... Isso tudo vale a pena por um ano em Illyria? Pense antes de responder, querida irmã. Eu estarei ao seu lado no que decidir.” Pg.40



Classificação SEL: 4/5 

5 comentários:

  1. Parece ser mesmo uma leitura agradável, como você disse. O book trailer me chamou a atenção, e sua resenha também. Será bom ler um dia...

    http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro e gostei bastante. Ótima Resenha.. Amei principalmente os personagens femininos cada uma rompe as barreira de uma forma..

    ResponderExcluir
  3. Um livro muito bom mesmo. Gostei do enredo, dos personagens, enfim, do livro todo.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. A cada resenha que leio dessa livro fico mais curiosa, vou add a minha lista de desejos. Amei sua resenha e fiquei feliz sabendo sua opinião. Beijinhos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  5. Adorei ter lido este livro, a história é linda e quando você acaba este livro você fica com aquele sorriso e aquela felicidade indescritível. Gostei muito de sua resenha, bem cativante e explicativa. Tiraria algumas partes que considero spoiler mais está ótima sim. Beijos :)

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo