7 de fevereiro de 2014

Resenha: De repente, é ele - Susan Fox @UnicaEditora

Informações do livro:
Título: De repente, é ele
Título Original: His, unexpectedly (Wild Ride To Love #3)
Autor: Susan Fox
Editora: Única
Páginas: 384




Sinopse: Quando o destino cruza caminhos improváveis, como resistir? Jenna Fallon sempre foi uma mulher livre e decidida, que segue apenas uma única regra: ignorar regras. Então, quando seu carro quebra a caminho de Vancouver e ela é obrigada a pegar uma carona com um belo desconhecido, Jenna se encanta ao perceber que ambos possuem a mesma ideologia de vida: não se amarrar a ninguém... O biólogo Mark Chambers está sempre mudando de um local para outro – assim como nunca fica com uma única mulher. Quando ele e Jenna cruzam a costa do Pacífico acampando, mergulhando e fazendo o melhor e mais quente sexo de sua vida, Mark já não tem certeza se quer se despedir. Será que Jenna será corajosa o suficiente para encarar o desafio de ficar com o cara que pode ser perfeito para ela? De repente, é ele...


Confira:

Wild Ride To Love #01 - De repente, o destino 
Wild Ride To Love #02 - De repente, o amor 



Resenha:De repente, é ele” é o terceiro volume da série das irmãs Fallon. Neste enredo é possível perceber uma ousadia maior por parte dos personagens e a própria história acaba sendo desenvolvida com mais intensidade e paixão. Talvez seja por causa da personalidade dos protagonistas, que se revelam voluptuosamente a cada página virada, sob várias insinuações, tensões sexuais e provocações diversas.

Jenna Fallon é sensacional! Seu jeito espontâneo – demais –, instintivo, natural, simples e irreverente é contagiante e é impossível não e divertir com suas atitudes desmedidas e pensamentos atrevidos. O leitor consegue entender seus dilemas, dificuldades e perspectivas maiores. Ela é, sem dúvida nenhuma, uma pessoa cheia de possibilidades, um tanto quanto imprevisível e desconcertante. E claro, ela adorava ser solteira para curtir bastante. Fica claro que todas as irmãs possuem seus problemas, mas apesar disso, se mostram fortes e determinadas, mesmo diante de um passado conflituoso. Esse é um dos maiores pontos positivos da trama em geral.

Tudo ia muito bem até que Jenna precisa parar em um posto de gasolina para abastecer. Infelizmente – ou por um acaso do destino – o carro não cooperou com sua vontade de pegar a estrada novamente para Vancouver, rumo ao casamento da irmã Merilee. Após ter encontrado alguém para concertar o veículo, a moça segue em direção a uma lanchonete, que passa a intenção de ser bem acolhedora, diante de pessoas agradáveis e comida caseira. E é nesse local que entra em cena o biólogo Mark Chambers.

Mark é um homem adorável e muito sensual, apesar de não se valorizar tanto ou não ter consciência do quanto é atraente. Ele também é intrigante, astuto e observador de uma maneira única e sagaz. Assim que avista Jenna sente uma atração tão forte e ao mesmo tempo tão incompreendida, que nem consegue captar muito bem suas reações e o flerte descarado de Jenna. Os dois até que são bem semelhantes, já que, aparentemente, revelam ser solitários e destemidos. E o principal: ele também está indo em direção a Vancouver. Seria uma mera coincidência ou algo mais intencional? A solução seria pegar uma carona com ele, num trailer muito bem arrumado e confortável. Durante o percurso, os dois acabam conversando por muito tempo, conhecendo um ao outro e consequentemente entendendo/respeitando as atitudes de cada um. Da mesma maneira em que o envolvimento se tornou inevitável e descontrolado para ambas as partes.



“Quando era criança, eu desejava ardentemente a aprovação dos meus pais, mas para obtê-la eu precisaria ter distorcido os meus instintos e me tornado a filha perfeita, como minhas duas irmãs mais velhas. Não, nada feito. Então virei uma pessoa do tipo ‘pegar ou largar’: eu sou assim, é pegar ou largar. Essa era a parte bacana de ser adulta. Você poderia decidir por si própria quem desejava ser.” Pg.23




Classificação SEL: 5/5 


2 comentários:

  1. Não li nenhum dos livros da série e pelas resenhas que já li, este volume foi o que mais me interessou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. parece ser uma serie muito boa
    estou gostando de ler este gênero ultimamente, mas ainda não li nenhum dos livros da autora
    fiquei admirada com a sua nota e com a sua resenha... me deixou muito curiosa para ler ele logo :D

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo