28 de fevereiro de 2014

Resenha: Tentação sem limites - Abbi Glines, Editora Arqueiro

Informações do livro:
Título: Tentação sem limites
Título Original: Never Too Far 
(Rosemary Beach #2)
Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 208




Sinopse: A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la? O terrível segredo de Rush Finlay. Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo. Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente. Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. Segundo volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo, Tentação sem limites é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.




Leia também:
Rosemary Beach #1 Paixão sem limites - Abbi Glines (Editora Arqueiro)




Resenha: Tentação sem limites” é a continuação de Paixão sem limites, livro este que me conquistou aos poucos e agora esse volume ganhou todas as minhas emoções mais sinceras. Se antes os personagens pareciam impulsivos e descontrolados, agora estão tentando manter a cabeça firme para conter ações desnecessárias e principalmente para agir da maneira certa e poder encontrar o caminho para a enfim felicidade.

Estive com medo de começar a leitura, mesmo imaginando o que pudesse acontecer. Depois daquele desfecho devastador, o temor se concentrava nas dúvidas e contradições sentidas por uma Blaire abalada emocionalmente e no desespero de Rush

É inevitável negar a atração desse casal e forçar a separação dos dois foi algo desconfortável e emocional demais. O que vale a pena mesmo? A ansiedade nutrida em cada capitulo, parágrafo e diálogo para que tudo se reestruture e se encaixe novamente.

Rush está sofrendo longe de Blaire e sabe que não pode mais viver sem ela. Ele é, de todas as maneiras possíveis, um homem apaixonado e quer reivindicar sua amada. Blaire está inconformada por tantas mentiras, traições e pessoas a abandonando. 

Falta-lhe confiança e neste enredo, essa questão é mais trabalhada, para que a protagonista se sinta protegida e decidida em cada atitude que toma. Os momentos sensuais da trama são intensos e revelados com muito desejo e anseios.

Blaire acaba retornando, vai passar um tempo com a amiga Bethy e volta a trabalhar no clube. Rush não para de ir atrás dela, pedindo desculpas e tentando ficar o máximo de tempo possível com ela, além de se indignar com qualquer homem que chegue perto dela. 

O grande problema é que Blaire está escondendo algo dele. Um segredo que vai mudar a vida de ambos. Esta notícia mantém a sensação firme de equilíbrio entre os dois e não há como conter a emoção após a descoberta e a sensação de que tudo vai ficar bem.

Os personagens secundários aparecem com frequência e esse é mais um ponto positivo na obra: não há só o foco central nos protagonistas e logo o leitor se vê analisando todos ao redor. Nan continua a mesma de sempre, e eu ainda pergunto: tem como alguém suportá-la de verdade? 

Bethy entra em cena novamente e inova os laços de amizade e companheirismo. O que falar de Cain? Ou melhor, o que não falar dele por que é a pessoa mais sem noção e desnecessária. Woods e Grant aparecem bastante e incrementam ainda mais os acontecimentos,

Sem dúvidas, este livro é muito melhor que o primeiro já que enfatiza os sentimentos de ambos. Mesmo que Blaire tenha tantas escolhas difíceis a fazer, aos poucos ela entende em quem pode confiar. Os fatos se tornam mais claros, mesmo que haja alguns obstáculos pela frente (leia-se pessoas intrometidas). 

É aquela história simples, ágil e por vezes previsível e clichê, mas Abbi Glines conseguiu inovar nas cenas instigantes e valorizou ainda mais no romance e nos sentimentos envoltos em cada personagem. A verdade é que os próprios personagens amadureceram e contribuíram muito com cada positividade no enredo. O desfecho abre uma expectativa boa para a finalização da série. Perfeito!




“Não importava quantas vezes eu dissesse, ela não acreditava em mim. Ela havia perdido todo mundo que amava e em quem confiara na vida. Por que acreditaria em mim? Os únicos homens da sua vida a abandonaram. Traíram sua confiança. Ela não esperava nada além disso” Pg.109



Classificação SEL: 5/5


2 comentários:

  1. Olá, já li esse livro e eu amei demais, os personagens me surpreenderam com certas atitudes. O próximo e último livro é o meu preferido de todos, muito bom também.
    http://exceptionss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu adorei o seu blog e também a sua resenha.
    Este livro foi um dos melhores que já li e com certeza tive a mesma percepção que você, neste ela conseguiu confiar um pouco mais no Rush, facilitando a vida dela. Adorei mesmo o livro, foi muito bom.
    Beijos!

    http://palacioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo