15 de abril de 2014

#HyperboleNaPlaneta Escrevendo uma carta para mim mesma daqui há 10 anos

Como vocês puderam notar no post anterior (resenha do livro Hyperbole anda a Half) gostei muito da premissa deste livro. Apresenta muitos momentos criativos e dá ideias irreverentes aos leitores. Como não se encantar? Por isso mesmo vim mostrar para vocês o meu projeto de escrever uma carta para mim mesma ler aqui no blog somente daqui há 10 anos. Empolgante, né?!



No livro, quando Allie tinha 10 anos resolveu escrever uma carta para o seu futuro. Ela enterrou no quintal e dezessete anos depois lembrou que estava um pouco atrasada para encontrar sua carta. Ao ler notou uma escrita simples, infantil e animadora. Nesses momentos há certa reflexão sobre tudo que já passou, o que mudou e o que poderia de fato ter acontecido. Surgem vários questionamentos e pensamentos inquietantes. 

A ideia inicial é muito animadora e perspicaz (talvez até um pouco intimidadora): 

Como será a minha vida daqui há dez anos?




Gente, eu me empolguei demais. Sério! Primeiro fiquei pensando quais fatores seriam importantes para perguntar para mim no futuro. Pensei e pensei... seria interessante saber sobre minha carreira, o blog, estudos, família, namorado (futuro marido?), casa, filhos e por aí vai... São tantos questionamentos... Eu resolvi focar nos principais mesmo, se não a carta teria umas cinco, seis ou até dez folhas. Melhor não!

Resolvi escrever a carta em uma folha sulfite, com uma caneta preta, de ponta fina (que eu fui reparar mais tarde, é um marcador  para retro projetor - tinta permanente haha). Promissor! 



Comecei assim:

"Oi Fernanda, de 35 anos, tudo bem? Espero que algumas coisas tenham mudado, mas também desejo que outras se mantenham exatamente iguais. Você ainda mantém o blog Segredos em Livros, certo?" (...) [CONTINUA]

Ao contrário da Allie de 10 anos que enterrou sua carta no quintal, eu vou guardá-la no próprio livro. Primeiro, por que acho mais seguro. Se eu enterrasse no quintal, eu poderia me mudar e nunca mais veria a carta :/ 

Tem que pensar em todos os detalhes...


... E depois acredito que este livro vai ter uma conexão comigo por todo esse tempo. Quando olhar a estante e ver esse livro vou, inevitavelmente, pensar no que me aguarda.


Se tudo der certo como o planejado, há exatos 10 anos estarei lendo minha carta para vocês! Me aguardem! 

Gostou da ideia? faça uma carta você também, afinal, a imaginação e criatividade não tem limites.

Visite o blog Hyperbole and a Half




6 comentários:

  1. Oi Fê, tudo bem? Adorei o post e com certeza deve ser muito divertido fazer essa carta... o negócio é lembrar daqui dez anos né?! hihihhihi Bjs, Dani

    ResponderExcluir
  2. ah, fiquei empolgada para escrever uma para mim também hahaha
    estou bem curiosa para ler este livro ;~~

    ResponderExcluir
  3. Ideia bem interessante, fiquei bastante empolgada em fazer uma carta também!

    ResponderExcluir
  4. Adorei, essa coisa de mandar carta pra si,lembro que tinha um site que era uma 'capsula do futuro' algo assim.

    ResponderExcluir
  5. Achei essa ideia muito divertida, acabei escrevendo minha carta também! Parece bem simples, mas é mesmo muito desafiador! Também não enterrei no meu quintal, guardei na minha caixinha de cd's e achei tudo muito interessante, por não sabermos como será nossa vida daqui a 10 anos! :)
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Com certeza vou fazer minha cartinha e concordo com você sobre não enterrar no quintal, muito perigoso kkk

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo