12 de abril de 2014

Resenha: Lições do desejo - Madeline Hunter @editoraarqueiro

Informações do livro:
Título: Lições do desejo
Rothwell Brothers - Livro 02
Título original: Lessons of Desire (Rothwell Brothers #2)
Autor: Madeline Hunter
Editora: Arqueiro
Páginas: 272



Sinopse: Atraente, sutil e tentador, lorde Elliot Rothwell é um homem acostumado a fazer sucesso entre as mulheres e a conseguir tudo o que deseja delas. Mas isso não se aplica a Phaedra Blair. A brilhante e exótica editora não parece disposta a ceder a seu pedido e cancelar a publicação das memórias de um membro do Parlamento que podem manchar o nome da nobre família Rothwell. A pedido de seu irmão mais velho, o marquês de Easterbrook, Elliot vai a Nápoles para negociar com Phaedra. Historiador de renome e autor de livros respeitados, tudo indica que ele seja a pessoa ideal para a tarefa. Porém, em vez de encontrar a bela mulher descansando à beira do mar Tirreno, Elliot descobre que ela está presa por causa de uma acusação injusta. Graças ao prestígio da família, o nobre consegue libertá-la, mas também se torna responsável por ela até voltarem à Inglaterra. Percorrendo juntos uma das regiões mais belas e românticas da Europa, eles vão descobrir que discordam de quase tudo o que o outro pensa ou faz – exceto o que fazem juntos na cama. E, nessa aula de prazer, será cada vez mais difícil saber qual dos dois tem mais a ensinar.




Confira também:
As regras da sedução (resenha)



Resenha: Lições do desejo”, de Madeline Hunter, é o segundo volume da série “Rothwell Brothers”.  A história é convidativa e cercada por provocações, vários desafios e personalidades descritivas, exuberantes, intensas e obstinadas a conquistarem seus objetivos.

O lorde Elliot Rothwell é o mais novo entre três irmãos. Nessa obra, sendo um historiador, ele demonstra ser bem inteligente, astuto, sedutor e carismático. Mais uma vez, como aconteceu em “As regras da sedução” a relação com os irmãos é motivo de interesse, pois representa fatores significativos e diferentes.

Phaedra Blair é o estilo de mulher revolucionária, enigmática , independente e ousada – até demais. Na verdade ela se mostrou ser bem radical e por isso se mete em tantas confusões. É um tanto egocêntrica, preza muito a sua liberdade, tem vários receios e não consegue confiar muito em seus instintos. Apesar de tudo, sua coragem é um dos principais estímulos da leitura.

Por meio de uma viajem acaba encontrando Elliot e o rumo de ambos se vê balançado por causa de assuntos que precisam ser analisados. Ele precisa impedir a publicação de alguns trechos de um manuscrito que podem prejudicar sua família e por isso procura pela moça, sem imaginar as surpresas pelo caminho. A atração forte é visível desde o começo e como ela estava num momento complicado, Elliot a ajuda sem hesitação.

Ao longo dos acontecimentos, o leitor consegue se envolver na trama por causa dos belos cenários destacados e principalmente pela relutância de relacionamento dos personagens. Há algumas complicações, mas o que mais chama a atenção são as passagens com o casal, que trama uma luta constante de descobertas, prazer e conquistas.

Elliot se vê em frente a grandes possibilidades e em vários momentos expõe características sonhadoras e reflexivas. Ele sabe que seus sentimentos são reais e por isso mesmo precisa determinar o que quer de verdade em sua vida, assim como mudar os pensamentos de uma mulher complicada e teimosa.

Não há como dizer se este volume foi melhor que o primeiro já que ambos possuem perspectivas bem parecidas, momentos clichês e atitudes intrigantes. Na verdade, acredito que a intenção da autora é complementar um e outro, fazendo com que haja mais interação com as histórias paralelas.



“Ele nunca vivenciara nada parecido antes. Phaedra conseguia provocar e rejeitar sem dizer uma só palavra. Você me quer e pode ser que um dia eu o queira, mas não hoje. Talvez nunca. Ainda não decidi. Ela devia saber que seu comportamento estimulava o lado mais selvagem dos homens”.  Pg. 33



Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. Não conhecia o livro, ando tão desatualizada haha! Adorei a tua resenha!
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  2. vi poucas resenhas desses livros da autora, e apesar de não ter lido nenhum deles ainda, estou curiosa.
    as premissas dele me deixam interessada, espero gostar deles quando lê-los :D
    gostei dos nomes dos personagens.. bem diferentes né hahaha

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo