9 de abril de 2014

Resenha: Me liga @SarahMlynowski @galerarecord

Informações do livro:
Título: Me liga
Título original: Gimme a Call
Autor: Sarah Mlynowski
Editora: Galera Record
Páginas: 320



Sinopse: Aos 17 anos, a vida de Devi está de pernas pro ar. Depois de começar a namorar Bryan, negligenciou as amigas, os estudos e, depois que ele terminou com ela, está sem nada: sem perspectiva de uma boa faculdade, sem mais amigas, sem namorado. Se ela pudesse bater um papo com a Devi do passado... O que, após um incidente estranho com seu celular, é exatamente o que pode fazer! Agora que só consegue ligar para a Devi de 14 anos, parece que é finalmente a sua chance de consertar a própria vida. Ela tem o passado – ou melhor, o futuro – nas mãos. É só dar um telefonema.




Confira também:

10 coisas que nós fizemos (resenha)



Resenha: Me liga” de Sarah Mlynowski, é repleto de indagações e dúvidas sobre as ações de uma personagem confusa e irreverente. O enredo é inusitado e divertido com algumas passagens realistas. Todo o conteúdo possui críticas e reflexões variadas sobre escolhas, planejamentos, opiniões e inseguranças. Por se tratar de um tema meio sobrecarregado, a autora incrementa a obra com vários pontos de vista diversificados e dinâmicos.

O texto apresenta uma pergunta que requer várias analises e indica tantas outras interrogações: o que você faria se pudesse voltar no tempo e dar alguns conselhos a si mesmo? O que mudaria? Seria tão oportuno se isso de fato acontecesse na vida real, afinal quem já não errou e gostaria de concertar seus deslizes?!

Devorah Banks, ou simplesmente Devi, tem 17 anos e é muito carismática. Conquista logo nas primeiras páginas por se mostrar tão verdadeira, esforçada e... engraçada demais. As coisas não andam como ela havia planejado e as cenas dramáticas são expostas justamente para que o leitor entenda pelo que ela está passando.

Seu namorado Bryan – agora ex – terminou com ela e não foi uma situação qualquer, já que estavam juntos há um bom tempo. Ela chora e se lamenta por não conseguir entender as ações dele. Está passando por um momento bem difícil e se vê vulnerável diante do caminho que sua vida seguiu.

Até que num acidente lamentável, deixa cair seu celular dentro de um chafariz (aquele cheio de moedas com pedidos a serem realizados) e logo percebe que há algo errado com seu telefone. Ela está ligando para ela mesma? Seria impossível, mas de fato essa é a verdade. Mas a Dev de 17 anos pensa que talvez o celular tenha caído no chafariz e seja interpretado como uma moeda. Ela desejou conversar consigo mesma aos 14 anos. A menina vinha pensando sobre várias coisas que diria para si mesma no passado.

A história se mostra habilidosa ao lidar com emoções conflituosas e ativas. Primeiro Dev pensou ser loucura e que tudo seria muito ridículo, depois imaginou que poderia ser alguém a perseguindo, mas após algumas conversas desconfiadas finalmente caiu na real: ela estava realmente conversando com ela mesma aos 14 anos. Simples assim e muito genial!

Ao longo da narrativa conhecemos os lados de Devi com 14 e 17 anos. É notável a diferença de personalidade, mesmo que a diferença do tempo não seja tanta. Muita coisa precisa ser decidida e por isso mesmo as conversas, dicas e conselhos são muito relevantes. É um livro despretensioso, alegre e surpreendente pelos aspectos simples e descrições ágeis.



“Sensacional. Mais uma coisa para dizer ao meu eu mais jovem (dois segundos mais jovem): não deixe seu celular cair em um pires cheio de cloro verde do tamanho de uma casa.” Pg.11



Classificação SEL: 4/5

2 comentários:

  1. imaginava uma personagem mais velha, mas tudo bem hahaha
    a trama parece ser mega interessante, fiquei curiosa para saber como será essa volta no tempo da personagem....

    ResponderExcluir
  2. Antes desse livro ser lançado por aqui eu já queria ler. A premissa é bastante interessante e sua resenha ficou ótima.
    All My Life in Books - Aguardo sua visita!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo